Literatura sobre educação a distância fundamentada em Paulo Freire

uma abordagem crítica?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/lc.v27.2021.34701

Palavras-chave:

Educação a Distância, Paulo Freire, Tecnologias, Abordagens Críticas

Resumo

Este artigo apresenta achados de uma pesquisa exploratória que analisou como a pedagogia desenvolvida por Paulo Freire vem sendo incorporada em artigos sobre educação a distância, examinando sua aderência a trabalhos críticos. Foi realizada uma análise de conteúdo na amostra a partir de questões definidas a priori. Entre os achados, a análise sugere que, apenas parcialmente, os trabalhos foram desenvolvidos sob uma abordagem crítica. Um dos motivos pelos quais Paulo Freire está presente nessas discussões seria o fato de sua obra oferecer referenciais para discutir questões caras à modalidade a distância, para que possa ser desenvolvida de forma problematizadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Batista de Oliveira, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil

Mestra em Educação pela Universidade Estácio de Sá (2020). Integrante do Grupo Conexões: Estudos e Pesquisas em Educação e Tecnologia (CEPETec). Técnica em Assuntos Educacionais na Universidade Federal do Rio de Janeiro. E-mail: vanessab.mestrado@gmail.com

Jaciara de Sá Carvalho, Universidade Estácio de Sá, Brasil

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (2015). Professora adjunta do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá (UNESA). Líder do Grupo Conexões: Estudos e Pesquisas em Educação e Tecnologia (CEPETec). E-mail: jsacarvalho@gmail.com

Referências

Apple, M. W., & Au, W. (2012). Política, teoria e realidade na pedagogia crítica. Em R. Cowen (Org.). Educação Comparada: Panorama internacional e perspectivas (vol. 2, pp. 415-434). https://www.ets.ufpb.br/pdf/2013/Livros%20e%20artigos%20extras/Educa%C3%A7%C3%A3o%20comparada%20v2.pdf

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Edições 70.

Carvalho, J. S. (2015). Educação Cidadã a distância: uma perspectiva emancipatória a partir de Paulo Freire. [Tese de doutorado, Universidade de São Paulo]. Repositório Institucional da USP. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-11052015-100811/pt-br.php

Coutinho, A. S., Siqueira, R. M., Corrêa, B. C., Flores, M. L. R., Dourado, L. F., & Ximenes, S. B. (2020, abril 20). Manifesto ANPEd | Educação a Distância na Educação Infantil, não! ANPEd. https://anped.org.br/news/manifesto-anped-educacao-distancia-na-educacao-infantil-nao

David, P. B., Barbosa, L. L., Lima, S. de P., & Lima, J. G. de M. (2014a). Aulas Web dialogam: uso da abordagem freireana na elaboração de materiais didáticos online. ETD - Educação Temática Digital, 16(1), 115-133. https://doi.org/10.20396/etd.v16i1.1333

David, P. B., Freire, R. S., & Ventura, P. P. (2014b). O Perfil Dialógico como critério de avaliação na formação online de professores-tutores. Perspectiva, 32(3), 1045-1072. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n3p1045

Ferrari, P. C., Angotti, J. A. P., & Tragtenberg, M. H. R. (2009). Educação problematizadora a distância para a inserção de temas contemporâneos na formação docente: uma introdução à Teoria do Caos. Ciência & Educação, 15(1), 85-104. https://doi.org/10.1590/S1516-73132009000100005

Figueiredo, G. de O., Siqueira, V. H. F. de, & Silva, A. C. da. (2021). Updating critical ideas in the 21st century to fight against neoliberal machine: interview with professor Henry Giroux. Práxis Educativa, 16, 1-15. https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.16.17007.004

Freire, P. (1979). Conscientização: teoria e prática da libertação ”“ uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. Cortez & Moraes.

Freire, P. (1987). Pedagogia do oprimido. Paz e Terra.

Freire, P. (2002). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra.

Morozov, E. (2013). To save everything, click here. Penguin Books.

Oliveira, V. B. (2020). Educação a distância referenciada em Paulo Freire: literatura crítica sobre a modalidade?. [Dissertação de mestrado, Universidade Estácio de Sá]. Repositório Institucional da Estácio de Sá. https://portal.estacio.br/media/4683841/disserta%C3%A7%C3%A3o-vanessa-batista-de-oliveira.pdf

Paixão, P. B. S., Freire, V. P., Lima, M. F. L., Linhares, R. N., Mendonça, A. V. M., & Sousa, M. F. (2011). A prática de alfabetização em Informação e Comunicação em Saúde: o olhar dos agentes comunitários de Saúde sobre o projeto de Inclusão Digital em Sergipe, Brasil. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 15(38), 937-946. https://doi.org/10.1590/S1414-32832011000300029

Palhares, I. (2020, maio 8). Na periferia, faltam internet, computador e até mesmo papel e lápis para aulas a distância. Folha de São Paulo. https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/05/na-periferia-faltam-internet-computador-e-ate-mesmo-papel-e-lapis-para-aulas-a-distancia.shtml

Pellon, C. C. (2019). A pedagogia de Paulo Freire na literatura acadêmica brasileira de educação e tecnologia. [Dissertação de mestrado, Universidade Estácio de Sá]. Repositório Institucional da Estácio de Sá. https://portal.estacio.br/media/4682461/carolina-carvalho-pellon.pdf

Pietrocola, M., & Souza, C. R. de (2019). A sociedade de risco e a noção de cidadania: desafios para a educação científica e tecnológica. Linhas Críticas, 25, 56-73. https://doi.org/10.26512/lc.v24i0.19844

Pinto, A. de C., & Bastos, J., Filho. (2012). Autoria, autonomia e ética na educação a distância. Perspectiva, 30(1), 155-172. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2012v30n1p155

Piva, F. (2020, abril 8). Adunicamp promove debate sobre Ensino à distância no contexto da pandemia. ADunicamp. http://adunicamp.org.br/novosite/ensino-a-distancia-no-contexto-da-pandemia-ameaca-aprofundar-desigualdades/

Rosado, L. A., Ferreira G. M. S, & Carvalho, J. S. (2017). Educação e Tecnologia na literatura acadêmica on-line em português. Em G. M. S. Ferreira, L. A. Rosado, & J. S. Carvalho (Orgs). Educação e tecnologia: abordagens críticas (pp. 208- 254). SESES. https://ticpe.files.wordpress.com/2017/04/ebook-ticpe-2017.pdf

Saldanha, L. C. D. (2020). O discurso do ensino remoto durante a pandemia de COVID-19. Revista Educação e Cultura Contemporânea, 17 (50), 124-144. http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/view/8701/47967205

Scorsolini-Comin, F. (2014). Diálogo e dialogismo em Mikhail Bakhtin e Paulo Freire: contribuições para a educação a distância. Educação em Revista, 30(3), 245-266. https://doi.org/10.1590/S0102-46982014000300011

Selwyn, N. (2014). A tecnologia educacional como ideologia. Em N. Selwyn. Distrusting Educational Technology. Routledge. https://ticpe.files.wordpress.com/2016/12/neil_selwyn_distrusting_cap2_trad_pt_final.pdf

Silva, A. P. S. S., & Pedro, E. N. R. (2010). Autonomia no processo de construção do conhecimento de alunos de enfermagem: o chat educacional como ferramenta de ensino. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 18(2), 210-216. https://doi.org/10.1590/S0104-11692010000200011

Vargas, F. M. de A., Trindade, M. C. N. da, Gouveia, G. D. A., & Farias, M. R. (2016). A educação a distância na qualificação de profissionais para o Sistema Único de Saúde: metaestudo. Trabalho, Educação e Saúde, 14(3), 849-870. https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00018

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

29.01.2021

Como Citar

Batista de Oliveira, V., & de Sá Carvalho, J. . (2021). Literatura sobre educação a distância fundamentada em Paulo Freire: uma abordagem crítica?. Linhas Críticas, 27, 1–14. https://doi.org/10.26512/lc.v27.2021.34701