Sobre a Revista

Foco e Escopo

A revista Linhas Críticas (ISSN impresso 1516-4896 / ISSN eletrônico 1981-0431), criada em 06 de julho de 1995 e sediada na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB), é uma publicação contínua e anual (jan-dez), direcionada a pesquisadores, professores e estudantes da área educacional para fomentar o debate, a reflexão e a divulgação de produção científica nos âmbitos nacional e internacional.

Avaliada em 2019 como "A3" pela classificação de meio termo da Qualis/Capes, publica artigos inéditos brasileiros e estrangeiros que apresentem consistência, rigor e originalidade na abordagem dos temas propostos, resultantes de pesquisas científicas, com foco em temáticas da área educacional, bem como resenhas de livros, ensaios teóricos, entrevistas e homenagens a profissionais da educação.

Assim, recebemos artigos, ensaios, resenhas e entrevistas em português, espanhol e inglês. Artigos publicados em outros países e de relevância para o contexto educacional brasileiro poderão ser traduzidos e publicados com a indicação do nosso Comitê Editorial.

A revista é publicada on-line desde 2007, com acesso universal e gratuito, no Portal dos Periódicos da UnB, sob responsabilidade da Biblioteca Central da UnB, pelo Open Journal Systems (OJS).

O título da revista é Linhas Críticas, devendo ser assim utilizado em referências e citações.

 

Taxas de aceitação e rejeição em 2021

Taxa de aceitação: 47%
Taxa de rejeição: 53% (48% no desk review, 5% após avaliação por pares)

 

Prazos médios para decisão e publicação em 2021

Tempo médio entre a submissão e a decisão (aceitar ou rejeitar): 70 dias
Tempo médio entre a submissão e a publicação: 116 dias

 

Não serão avaliados artigos:

  • Encaminhados concomitantemente para mais de uma revista;
  • Simultâneos (dois ou mais artigos de um mesmo autor);
  • De um mesmo autor ou coautor em um mesmo biênio, seja na posição de autor principal ou coautor do artigo;
  • De autores vinculados à Universidade de Brasília em um percentual superior a 5% do volume anual.

 

Taxa de APC's

A Linhas Críticas não cobra taxa de editoração (Article Processing Charges - APC), taxa de submissão ou publicação de artigos aos autores.

 

Processo de Avaliação

Após a submissão, o manuscrito passa por duas avaliações: desk review e avaliação duplo-cega por pares. O processo de avaliação da Linhas Críticas é detalhado abaixo:

 

Desk review

No desk review, são verificados os aspectos formais do manuscrito: citações, referências, formatação geral, similaridades e anexos. Em caso de não atendimento a qualquer uma das orientações da revista, os(as) autores(as) terão 7 dias para ajustes.

 

Avaliação duplo-cega por pares (double blind peer review)

Após o desk review, os textos serão submetidos à avaliação pelos pares duplo-cega (double blind peer review), sendo analisados por, pelo menos, dois avaliadores externos (outra instituição ou país) às cegas (sem a identificação de autoria e avaliadores) para emissão de pareceres.

Os pareceres emitidos podem recomendar: Aceitar; Correções obrigatórias; Submeter novamente para avaliação; Submeter a outra revista; Rejeitar.

Caso ocorram pareceres divergentes (por exemplo: aceitar ou correções obrigatórias + rejeitar, submeter novamente para avaliação ou submeter a outra revista), poderá ser indicado um terceiro avaliador.

 

Solicitações de reformulação

Os pareceres da avaliação do texto são encaminhados aos(às) autores(as), e podem indicar alterações ou adaptações necessárias. Esse procedimento visa a transparência da avaliação e o aprimoramento do texto.

Quando solicitado, o artigo deverá ser reformulado e reapresentado à revista (através do sistema) em até 30 dias, a contar da data da solicitação de reformulação. Decorridos 30 dias, se não houver resposta dos autores(as), o texto será rejeitado.

 

Recusa

Os editores reservar-se-ão ao direito de recusar o artigo para o qual foram solicitadas reformulações que não foram atendidas, ou entregues fora do prazo, bem como, no que diz respeito à publicação, a palavra final é dos editores.

Após apreciação, e não sendo o artigo aprovado para a publicação, a revista comunicará ao autor sobre a decisão editorial através do sistema, e arquivará o artigo.

 

Política de Acesso Livre

A Linhas Críticas oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Open Journal Systems (OJS)

O portal utiliza o Open Journal Systems (OJS), sistema de código livre gratuito para a publicação de revistas desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU General Public License.

 

Licença Creative Commons

Todas as publicações da Linhas Críticas estão licenciadas sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0), identificada pelo símbolo:

Isso significa que os leitores tem o direito de:

  • Compartilhar — copiar e redistribuir o material em qualquer suporte ou formato;
  • Adaptar — remixar, transformar, e criar a partir do material para qualquer fim, mesmo que comercial.
  • O licenciante não pode revogar estes direitos desde que você respeite os termos da licença.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

- Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, sendo o trabalho simultaneamente licenciado sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0) o que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.

- Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

- Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

 

Arquivamento

A Linhas Críticas utiliza o sistema LOCKSS para acesso ao conteúdo a longo prazo. As bibliotecas participantes podem criar e alimentar periodicamente seus arquivos permanentes para a preservação e restauração de suas revistas, em caso de sinistro de servidores locais. Os arquivos digitais da revista estão preservados na Rede Cariniana.

 

Bases de Dados e Indexadores

Academic Journals Database

BIBLAT
Bibliografia Latinoamericana en revistas de investigación científica y social.
Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) - México

CIBEC
Centro de Informação e Biblioteca em Educação
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Ministério da Educação (MEC) - Brasil

CLASE
Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades
Dirección General de Bibliotecas, Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) - México

Crossref

DIADORIM
Diretório de políticas editoriais das revistas científicas brasileiras
Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) - Brasil

DRJI
Directory of Research Journals Indexing

Educ@
Publicações online de educação - metodologia SciELO
Fundação Carlos Chagas (FCC) - Brasil

EZB
Elektronische Zeitschriftenbibliothek / Electronic Journals Library
Universität Regensburg - Alemanha

Google Acadêmico

IRESIE
Índice de Revistas de Educación Superior y Investigación Educativa
Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) - México

LATINDEX
Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) - México

OpenAIRE
European Union's Horizon 2020 Research and Innovation programme

Portal de Periódicos CAPES
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Ministério da Educação (MEC) - Brasil

PUBLINDEX
Ministerio de Ciencia Tecnología e Innovación - Colômbia

Redalyc
Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal
Universidad Autónoma del Estado de Morelos - México

Sumários.org
Sumários de Revistas Brasileiras
Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (FUNPEC-RP) - Brasil

ROAD
Directory of Open Access scholarly Resources

Sherpa Romeo
Joint Information Systems Committee (JISC) - Reino Unido

SUDOC
Système Universitaire de Documentation - França

ZDB
Zeitschriftendatenbank / German Union Catalogue of Serials
Staatsbibliothek zu Berlin, Deutschen Nationalbibliothek - Alemanha

 

Identificadores digitais 

Utilizamos os seguintes identificadores:

DOI

O Identificador de Objeto Digital (Digital Object Identifier) é um padrão para identificação de documentos em redes de computadores, como a Internet. Este identificador, composto de números e letras, é atribuído ao objeto digital para que este seja unicamente identificado na Internet.
 
ORCID

Todos os autores do manuscrito devem ter cadastro no ORCID. O ORCID Ofornece um identificador digital persistente que o distingue de qualquer outro pesquisador e, através da integração em fluxos de trabalho de pesquisa, como manuscrito e submissão de subsídios, suporta ligações automatizadas entre você e suas atividades profissionais, garantindo que seu trabalho seja reconhecido.

 

Os signatários da Declaração de San Francisco sobre Avaliação da Pesquisa apoiam a adoção das seguintes práticas na avaliação da pesquisa: https://sfdora.org/read/

 

Financiamento

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

FAPDF - Fundação e Apoio à Pesquisa do Distrito Federal