Escolas-parque de Brasília

diálogos com a produção acadêmica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/lc.v26.2020.26429

Palavras-chave:

Educação, Infância, Revisão de Literatura, Escola-parque, Brasília

Resumo

As escolas-parque configuram referência que ocupou lugar de destaque no plano de construções escolares de Brasília. Em parceria com as escolas-classe, oportunizam atividades complementares de caráter recreativo e artístico. Este trabalho analisa produções acadêmicas, buscando identificar tendências das pesquisas sobre as escolas-parque. Identificamos 26 trabalhos, desde a sua fundação, em 1960, até 2017, sendo que a Universidade de Brasília se destaca entre as instituições que apoiaram as mesmas. De acordo com o mapeamento realizado, as produções envolveram temáticas diversas, como artes e suas linguagens, sistema educacional do Distrito Federal, educação do corpo, arquitetura escolar, educação e tecnologia, bem como de caráter multidisciplinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tayanne da Costa Freitas, Universidade de Brasília, Brasil

Doutora em Educação (FE/UnB, Brasil), Professora de educação física na SEEDF e Membro do Imagem - Grupo de pesquisa sobre corpo e educação ”“ FEF/UnB. E-mail: prof.tayanne@gmail.com

Ingrid Dittrich Wiggers, Universidade de Brasília, Brasil

Professora titular da Universidade de Brasília. Pós-Doutorado (UNICAMP, Brasil). Doutorado em Educação (UFSC, Brasil).  Líder do Imagem - Grupo de Pesquisa sobre Corpo e Educação ”“ FEF/UnB. E-mail: ingridwiggers@gmail.com

Referências

Araújo, A. M. (2016). Pedagogia teatral e diversidade cultural no contexto da Escola Parque 210/211 Norte ”“ Brasília-DF. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/22403

Arruda, P. C. (2008). Brasília: cidade planejada, identidade fluida. Anais do ENECULT - Encontro de estudos multidisciplinares em cultura. http://www.cult.ufba.br/enecult2008/14169.pdf

Bastos, M. A. J. (2009). A Escola Parque: ou o sonho de uma educação completa em edifícios modernos. Revista aU, Edição 178.

Bezerra, V. G. (2014). Os professores de instrumentos e suas ações nas escolas parque de Brasília: uma pesquisa descritiva. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/17204

Braga, E, C. (2013). O ensino de violão em grupo: um estudo de caso na escola parque 210/211 Norte. [Trabalho de conclusão de curso de graduação, Universidade de Brasília].

Costa, C. da S. (1996). Educação musical: práticas avaliativas e organização do trabalho pedagógico. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília].

Duarte, H. de Q. (2009). Escola Classe, Escola Parque. (2a ed.). São Paulo: FAUUSP.

Duarte, M. de S. (1982). Educação pela arte numa cidade nova: o caso Brasília. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/34658

Duarte, M. de S. (1983). A Educação pela arte: o caso Brasília. Thesaurus.

Ensino do Distrito Federal. Governo do Distrito Federal. http://www.educacao.df.gov.br/wp-conteudo/uploads/2017/08/regimento-escolar-portaria-15-de-11fev2015.pdf

Ferreira, J. R. (2012). O programa Mais Educação: as repercussões da formação docente na prática escolar. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/12355

Figueirôa, A. de S. (2017). Construção de laços pelas experiências com as escolas parque de Brasília: a história de vida de duas professoras de música. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/31693

Leme, D. R. R. D. de M. (2013). Conceituação e desenvolvimento da escola parque em Brasília, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo de 1931 a 2013 [Dissertação de Mestrado, Faculdade Mackenzie]. Adelpha Repositório Digital. http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/25951

Lemos, M. B. M. (1998). Manifestações de resistência em oficinas de fanfarra e percussão. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília].

Lima, V. S. de. (2009). Biblioteca da escola-parque 210 Sul: estudo de caso [Trabalho de conclusão de curso de graduação, Universidade de Brasília].

Marques, O. A. B. (2016). Pequenos enredos nas escolas parque de Brasília: o que contam as crianças sobre a aula de música. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/22497

Martins, A. F. (2005). Escolas-Parque: legado do educador Anísio Teixeira, patrimônio da educação brasileira. In M. M. Araújo & I. Brzezinski (Orgs.), Anísio Teixeira na direção do INEP ”“ programa para a reconstrução da nação brasileira: 1952-1964 (pp. 143-158). INEP.

Medina, J., Ruiz, M., Almeida, D. B. L., Yamaguchi, A., & Marchi, W. Jr. (2008). As representações da dança: uma análise sociológica. Movimento,14 (2), 99-113. https://doi.org/10.22456/1982-8918.2106

Nunes, C. (2009). Centro Educacional Carneiro Ribeiro: concepção e realização de uma experiência de educação integral no Brasil. Em Aberto, 22 (80), 121-134. http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/download/2423/2162/

Oliveira Filho, O. S. (2001). Expressões imagético-simbólicas e organizacionalidade antropolítica: um estudo culturanalítico com professores de uma escola parque em Brasília. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília].

Pereira, A. G. (2007). Arquitetura escolar: notas comparativas sobre projetos em São Paulo e Brasília. [Dissertação de Mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/3373

Pereira, E. W., & Carvalho, P. M. de. (2011). Resistência, contradições e impasses na concretização do plano de Anísio Teixeira. In E. W. Pereira et al. (Orgs.). Nas asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964) (pp. 104-120). Editora UnB.

Pereira, E. W., & Rocha, L. M. F. (2006). Escola parque de Brasília: uma experiência de educação integral. Anais do VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação.

Pereira, E. W., Coutinho, L. M., Rodrigues, M. A., Henriques, C. M. N., Souza, F. H. de M., & Rocha, L. M. de F. (2011). (Orgs.). Nas asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964). Editora UnB.

Rapley, T., & Rees, G. (2018). Collecting documents as data. In U. Flick, The sage handbook of qualitative collection (pp. 378-391). Sage.

Ribeiro, Á. M. M. P. (2012). Produção cultural infantil: práticas corporais sob a ótica de crianças. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/11590

Rizzi, A. (2011). Dança na escola parque para crianças de 4ª série do ensino fundamental. [Trabalho de Conclusão Curso de especialização, Universidade de Brasília].

Rocha, J. A. de L. (2002). As inovações de Anísio Teixeira na arquitetura e construção escolar: os casos da Bahia e do Rio de Janeiro. In J. Rocha (Org.). Anísio em movimento. (Vol. 1, pp. 101-112). Senado Federal.

Rocha, L. M. G. (2016). Uma história da dança em escolas de Brasília: Memórias da escola-parque do período de 1960 a 1974. [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. http://doi.org/10.26512/2016.04.D.22209

Schüt, M. C. F. H., & Cervi, G. M. (2019). Espaços e tempos de escolarização: marcas dos dispositivos disciplinares. Linhas Críticas, 25, 1-22. https://doi.org/10.26512/lc.v24i0.21867

Secretaria de Educação Básica (2018). Base Nacional Comum Curricular. República Federativa do Brasil. Ministério da Educação. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. (2015). Portaria nº 15 de 11 de fevereiro de 2015. Regimento Escolar da Rede Pública de

Soares, C. L. (2014). Educação do corpo. In F. González & P. Fensterseifer (Orgs.). Dicionário crítico de educação física. (Vol. 1, 3ª ed., pp. 219-225.). Unijuí.

Sousa Júnior, J. G. (2011). Apresentação. In E. W. Pereira, L. M. Coutinho, M. A. Rodrigues, C. M. N. Henriques, F. H. de M. Souza & L. M. de F. R. (Orgs.), Nas asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964) (pp. 9-11). Editora UnB.

Souza, E. (2014). Diálogos entre Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro: o projeto educacional de Brasília (1960) e o programa especial de educação ”“ I PEE Rio de Janeiro (1980). [Tese de doutorado, Universidade do Estado do Rio de Janeiro]. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UERJ. http://www.bdtd.uerj.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=6909

Souza, R. F. de (1998). Templos de civilização: a implantação da escola primária graduada no Estado de São Paulo (1890­1910). Fundação Editora Unesp.

Teixeira, A. (1951). Um presságio de progresso. Habitat, 4(2), 175-177. http://www.bvanisioteixeira.ufba.br/artigos/pressagio.html

Teixeira, A. (1961). Plano de construções escolares de Brasília. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 35(81),195-199. www.bvanisioteixeira.ufba.br/artigos/cecr.htm

Vasconcelos, M. P. de A. (2011). Sonho, memória e educação: a construção do brasiliense [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/9425

Wiggers I. D., Marques, I. R., Frazzi, M. Z. (2011). Escola parque de Brasília: um olhar sobre a educação do corpo. In E. W. Pereira, L. M. Coutinho, M. A. Rodrigues, C. M. N. Henriques, F. H. de M. Souza & L. M. de F. R. (Orgs.), Nas asas de Brasília: memórias de uma utopia educativa (1956-1964) (Vol. 1, pp. 253 - 275). Editora UnB.

Wiggers, I. D. (2003). Corpos desenhados: olhares de crianças de Brasília através da escola e da mídia. [Tese de doutorado, Universidade Federal de Santa Catarina]. Repositório Institucional da UFSC. http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/84704

Wiggers, I. D. (2009). Educação a distância e história: uma análise do projeto educacional de Brasília, da década de 1960 [Trabalho de conclusão de curso de especialização, Universidade de Brasília/Universidade Aberta do Brasil].

Xavier, C. C. (2013). Escolas parque de Brasília: uso do laboratório de informática pelos professores de arte [Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/14857

Xavier, C. C. (2017). Escola parque: apontamentos sobre Anísio Teixeira e o ensino da arte no Brasil. [Tese de doutorado, Universidade de Brasília]. Repositório Institucional da UnB. https://repositorio.unb.br/handle/10482/32017

Downloads

Publicado

25.08.2020

Como Citar

da Costa Freitas, T., & Wiggers, I. D. (2020). Escolas-parque de Brasília: diálogos com a produção acadêmica. Linhas Crí­ticas, 26, 1–21. https://doi.org/10.26512/lc.v26.2020.26429