Alfabetização científica nos anos iniciais: urgência em investir na formação de professores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/lc28202241065

Palavras-chave:

Infância, Alfabetização científica, Formação de professores, Anos iniciais do ensino fundamental

Resumo

O foco deste artigo está na alfabetização científica (AC), formação de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental e suas políticas curriculares. Adotamos a abordagem qualitativa. Entrevistamos seis professores através de aplicativo de mensagens e analisamos sequências didáticas de Ciências. Utilizamos a Análise de Conteúdo, tendo como base os eixos e indicadores de AC (Sasseron, 2008), competências e habilidades da Base Nacional Comum Curricular (Brasil, 2018) e conteúdos dos Parâmetros Curriculares Nacionais (Brasil, 1997). Como resultados, evidenciamos a necessidade de investimento na formação docente para potencializar os processos de alfabetização científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Aparecida de Oliveira, Universidade Federal do ABC, Santo André, SP, Brasil

Mestre em Ensino e História das Ciências e da Matemática pela Universidade Federal do ABC (2021). Professora de Ciências na Prefeitura Municipal de São Paulo. E-mail: cristinaapoliveira.88@gmail.com

Patricia da Silva Sessa, Universidade Federal do ABC, Santo André, SP, Brasil

Doutora em Ensino das Ciências e da Matemática pela Universidade de São Paulo (2013). Professora da Universidade Federal do ABC. Membro do grupo de pesquisa Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ensino de Ciências. E-mail: patricia.sessa@ufabc.edu.br

Referências

Alves, M. C. (2013). Sociologia da infância: Um diálogo necessário. LENPES-PIBID de Ciências Sociais, 1(3). http://www.uel.br/revistas/lenpes-pibid/pages/arquivos/3%20Edicao/03%20ARTIGO_MARIA%20CRISTINA.pdf

Araújo, K. H. (2016). Os efeitos do Prêmio Escola Nota Dez nos processos pedagógicos das escolas premiadas de Sobral e das apoiadas de Caucaia no ano de 2009. [Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará]. Repositório UFC. https://repositorio.ufc.br/handle/riufc/15716

Augusto, T. G. da S., & Amaral, I. A. do. (2015). A formação de professoras para o ensino de ciências nas séries iniciais: Análise dos efeitos de uma proposta inovadora. Ciência e Educação, 21(2), 493-509. http://doi.org/10.1590/1516-731320150020014

Bardin, L. (2016). Análise de Conteúdo (L. A Reto, Trad.). Edições 70.

Brasil. (1996). Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Planalto. Casa Civil. http://www.planalto.gov.br/zccivil_03/leis/l9394.htm

Brasil. (1997). Parâmetros curriculares nacionais: Introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf

Brasil. (2014). Plano Nacional de Educação. Ministério da Educação. http://pne.mec.gov.br/18-planos-subnacionais-de-educacao/543-plano-nacional-de-educacao-lei-n-13-005-2014

Brasil. (2018). Base Nacional Comum Curricular. Ministério da Educação. http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Charmaz, K. (2009). Coletando Dados Relevantes - A entrevista Intensiva. Em S. E. Caregnato. A Construção da Teoria Fundamentada: Guia Prático para Análise Qualitativa (J. E. Costa, Trad. pp. 29-65). Artmed/Bookman.

Colaço, G. A. de M., Giehl, L. K., & Zara, R. A. (2017). O ensino de Ciências nas séries iniciais: Um olhar sobre a ciência, o cotidiano e as tecnologias. Arquivos do Museu Dinâmico Interdisciplinar (MUDI), 21(3), 53-65. https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ArqMudi/article/view/40941

Dip, F. F. (2016). Sociologia da infância: O que tem sido dito sobre ela e seu impacto sobre o entendimento de protagonismo infantil e cultura de pares. [Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Estadual de Campinas]. Repositório Institucional da Unicamp. https://www.gppes.fe.unicamp.br/orientacoes/sociologia-da-infancia-o-que-tem-sido-dito-sobre-ela-e-seu-impacto-sobre-o-entendimento

Freire, P. (1987). Pedagogia do oprimido. Paz e Terra.

Freire, P. (2015). Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra.

Frizzo, M. N., & Marin, E. B. (1989). O ensino de ciências nas séries iniciais. Unijuí.

Galian, C. V. A. (2014). Os PCN e a elaboração de propostas curriculares no Brasil. Cadernos de pesquisa, 44(153), 648-669. https://doi.org/10.1590/198053142768

Gatti, B. (2010). A Formação de professores no Brasil: Características e Problemas. Educação e Sociedade, 31(113), 1355-1379. https://doi.org/10.1590/S0101-73302010000400016

Gerhardt, T. E., & Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa. Editora da UFRGS.

Hilario, T. W., & Chagas, H. W. K. R. S. (2020). O Ensino de Ciências no Ensino Fundamental: dos PCNs à BNCC. Brazilian Journal of Development, 6(9), 65687-65695. https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-120

Lorenzetti, L., & Delizoicov, D. (2001). Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, 3, (1), 37-50. https://doi.org/10.1590/1983-21172001030104

Minayo, M. C. de S. (2012). Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciência e saúde coletiva, 17(3), 621-626. https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000300007

Montandon, C. (2001). Sociologia da infância: Balanço dos trabalhos em língua inglesa. Cadernos de Pesquisa Fundação Carlos Chagas, 112, 33-60. https://doi.org/10.1590/S0100-15742001000100002

Pereira, E. W., & Teixeira, Z. A. (2014). Reexaminando a educação básica na LDB: ganhos e perdas após dezessete anos. Em I. Brzezinsk. LDB 1996 Contemporânea: contradições, tensões e compromissos. (pp. 171-197). Cortez.

Pereira-Ferreira, C., & Meirelles, R. M. S. de. (2011). O ensino de Ciências nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores da Educação Básica no Brasil: Um estudo preliminar. Anais do I CIEC - Congresso Iberoamericano de Investigación de Enseñanza de las Ciencias; VIII ENPEC - Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Campinas, São Paulo, Brasil. http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R0932-1.html

Ramos, L. B. da, & Rosa, P. R. da S. (2008). O ensino de ciências: fatores intrínsecos e extrínsecos que limitam a realização de atividades experimentais pelo professor dos anos iniciais do ensino fundamental. Investigações em Ensino de Ciências, 13(3), 299-331. https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/444/262

Ribeiro, C. P., & De Paula, M. T. D. (2008). Os Parâmetros curriculares nacionais e o ensino de Ciências. Anais do XII INIC - Encontro Latino Americano de Iniciação Científica; XIII EPG - Encontro Latino Americano de Pós-Graduação, São José dos Campos, São Paulo, Brasil. http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2008/anais/arquivosINIC/INIC1583_01_O.pdf

Sasseron, L. H. (2008). Alfabetização científica no Ensino Fundamental: Estruturas e indicadores deste processo em sala de aula. [Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo]. https://repositorio.usp.br/item/002263232

Sasseron, L. H. (2018). Ensino de Ciências por Investigação e o Desenvolvimento de Práticas: Uma Mirada para a Base Nacional Comum Curricular. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, 18(3), 1061-1085. https://doi.org/10.28976/1984-2686rbpec20181831061

Sessa, P. (2019). BNCC e o ensino de Ciências no contexto da sala de aula. Em F. Cássio, & R. Catelli Jr. Educação é a base? 23 educadores discutem a BNCC (pp. 235 – 247). Ação Educativa.

Sessa, P., Paiva, J. C. de, Casasco, E. F. da C., & Silva, J. R. S. da. (2019). Alfabetização científica e a construção de concepções no contexto de formação de professores. Linhas Críticas, 25, 277-295. https://doi.org/10.26512/lc.v25.2019.21588

Viecheneski, J. P., & Carletto, M. R. (2013). Por que e para quê ensinar Ciências para crianças. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 6(2), 213-227. https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/viewFile/1638/1046

Downloads

Publicado

06.04.2022

Como Citar

Oliveira, C. A. de, & Sessa, P. da S. (2022). Alfabetização científica nos anos iniciais: urgência em investir na formação de professores. Linhas Crí­ticas, 28, e41065. https://doi.org/10.26512/lc28202241065

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)