Reestruturações na administração pública brasileira e os desdobramentos na educação superior

Autores

  • Raquel Souza Universidade Federal do Tocantins ”“ UFT
  • Marcelo Silva Universidade Federal de Uberlândia ”“ UFU

DOI:

https://doi.org/10.26512/lc.v14i27.3490

Palavras-chave:

Reforma administrativa;, Educação superior;, Reforma na educação

Resumo

Este artigo apresenta elementos para análise e discussão acerca do processo de reestruturação da administração pública brasileira frente ao movimento reformista desencadeado nos anos 90 do século XX, objetivando situar e compreender os desdobramentos dessas transformações na educação superior. A reflexão se inicia a partir da compreensão de um conjunto de apontamentos e reflexões sobre o empreendimento de reformas conhecido por gerencialista, de modo a situá-lo no contexto social, econômico e político que o permeou. Ressaltam-se suas propostas e seus objetivos norteadores, baseando-se nos argumentos apresentados por diversos documentos oficiais e perspectivas dos seus idealizadores, e, por fim, propõe-se uma reflexão desse processo reformista e suas implicações para um novo modelo de gestão, também requerido para a educação superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Souza, Universidade Federal do Tocantins ”“ UFT

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU, 2007). Professora Assistente da Universidade Federal do Tocantins ”“ UFT ”“ Curso de Pedagogia do Campus Universitário de Arraias ”“ TO

Marcelo Silva, Universidade Federal de Uberlândia ”“ UFU

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp, 1999). Professor Adjunto da Universidade Federal de Uberlândia ”“ UFU ”“ Faculdade de Educação ”“ MG

Referências

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In: SADER, Emir; GENTILI, Pablo (Orgs.).Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático.São Paulo: Paz e Terra, 1995, p. 9-23.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, NBR 10520: referências bibliográficas.4. ed. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

BANCO MUNDIAL. La Eseñanza Superior: las lecciones derivadas de la experiencia. Washington:World Bank, 1995.

BRASIL. Decreto nº 2.207/97. Regulamentação do Sistema Federal de Ensino, 1997.

______. Decreto nº 2.306/97. Regulamentação do Sistema Federal de Ensino.1997.

______. Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado. Câmara da Reforma do Estado. Brasília:Mare, 1995.

______. Constituição da República Federativa do Brasil(1998). Brasília: Senado Federal, 1988.

______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educaçãonacional ”“ LDB. Brasília: Diário Oficial da União, 23 dez. 1996.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. A reforma do Estado nos anos 90: lógica e mecanismos decontrole. Cadernos Mare. vol. 1, 58 p. Brasília, 1997.

______. Uma resposta estratégica aos desafios do capitalismo global e da democracia. In: Balançoda Reforma do Estado no Brasil:A Nova Gestão Pública. Brasília: MP/Seges, 2002. Disponível em:<http://www.bresserpereira.org.br/view.asp?cod=1941>. Acesso em: 4 abr. 2006.

______.; SPINK, Peter (Orgs.). Reforma do Estado e da administração pública gerencial. São Paulo:Fundação Getúlio Vargas, 2001.

CARDOSO, Fernando Henrique. Reforma do Estado. In: BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos;SPINK, Peter. Reforma do Estado e da administração pública gerencial.São Paulo: Fundação GetúlioVargas, 2001, p. 15-19.

CHAUÃ, Marilena. A universidade em ruínas. In: TRINDADE, Hélgio. (Org.). Universidade emruínas na república dos professores. Petrópolis: Vozes / Rio Grande do Sul: Cipedes, 1999. p. 211-222.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A educação superior na nova Lei de Diretrizes e Bases da EducaçãoNacional: uma nova reforma? In: CATANI, Afrânio Mendes (Org.). Novas perspectivas nas políticasde educação superior na América Latina no limiar do século XXI.Campinas: Autores Associados,1998. p. 75-81.

GENTILI, Pablo. (Org.). Universidades na penumbra: neoliberalismo e reestruturaçãouniversitária. São Paulo: Cortez, 2001.

______. A falsificação do consenso”“ Simulacro e imposição na reforma educacional do neoliberalismo. Petrópolis: Vozes, 1998.

LIMA, Licínio C. O paradigma da educação contábil: políticas educativas e perspectivas gerencialistas no ensino superior em Portugal. In: SGUISSARDI, Valdemar; SILVA JÚNIOR,João dos Reis da (Orgs.). Políticas públicas para a educação superior. Piracicaba: Edunimep, 1997.p. 23-62.

LORDÊLO, José Albertino Carvalho. Publicização da Gestão Escolar: Descentralização Radical,Privatização ou Desresponsabilização do Estado? Revista Brasileira de Política e Administração.Porto Alegre: Anpae, v. 17, n. 2, p. 171-186, jul./dez. 2001.

MANCEBO, Deise. Políticas para a educação superior e cultura universitária: o exercício da solidão no ideário neoliberal.1998. Disponível em: <http://www2.uerj.br/%7Eanped11/21/MANCEBO.htm>. Acesso em: 15 maio 2006.

OLIVEIRA, João Ferreira de; CATANI, Afrânio Mendes.Educação Superior no Brasil ”“ Reestruturação e metamorfose das universidades públicas. Petrópolis: Vozes, Coleções Universit@s, 2002.

______.; ______. A reestruturação da educação superior no debate internacional: a padronização das políticas de diversificação e diferenciação. Universidade e Sociedade. Brasília: Andes,v. 10, n. 21, p. 92-101, jan./abr. 2000.

PIMENTA, Carlos César. A reforma gerencial do Estado brasileiro no contexto das grandes tendências mundiais. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 32, n. 5, p. 173-1999,set./out. 1998.

SHIROMA, Eneida Oto; MORAES, Maria Célia M. de; EVANGELISTA, Olinda. Políticaeducacional. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

SILVA JÚNIOR, João dos Reis da. Reforma do Estado e da Educação no Brasil de FHC. São Paulo:Xamã, 2002.

______.; SGUISSARDI, Valdemar (Orgs.). Novas faces da educação superior no Brasil:reforma doEstado e mudança na produção. Bragança Paulista, SP: EDUSF, 1999.

Downloads

Publicado

28.02.2009

Como Citar

Souza, R., & Silva, M. (2009). Reestruturações na administração pública brasileira e os desdobramentos na educação superior. Linhas Crí­ticas, 14(27), 263–282. https://doi.org/10.26512/lc.v14i27.3490

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.