Tradução intersemiótica e adaptação de narrativas populares em Hoje é dia de Maria

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v11.n1.2022.41579

Palavras-chave:

Adaptação. Narrativas Populares. Tradução Intersemiótica.

Resumo

Este artigo propõe analisar a adaptação de narrativas populares em Hoje é dia de Maria (2005), a partir da tradução intersemiótica, do roteiro elaborado para a produção teatral e da microssérie adaptada para a televisão. O artigo está fundamentado em teorias dos Estudos da Tradução, da Tradução Intersemiótica e da Teoria da Adaptação, recorrendo aos estudos de Jakobson (2004), Hutcheon (2013) e Plaza (2013), mais especificamente. Em termos metodológicos, após a seleção de cenas da microssérie e de trechos do roteiro, realiza-se um estudo descritivo sobre as narrativas originais e as subsequentes adaptação e tradução intersemiótica para a microssérie. Os resultados mostram que as narrativas populares presentes em Hoje é dia de Maria sofrem adaptação de tipo textual para interligarem-se na construção do roteiro, que gira no entorno de Maria. Juntamente a esse processo, a tradução intersemiótica recodifica o texto verbal do roteiro no meio semiótico audiovisual da televisão, combinando as linguagens verbal e não verbal disponíveis para constituir a microssérie baseada na cultura popular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Gabriel Carvalho Marcelino, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGET/UFSC). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (PPGLE/UFCG), na área de concentração de Estudos Linguísticos. Possui Especialização em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura (Uniasselvi), Graduado em Letras com Habilitação em Língua Portuguesa e Respectivas Literaturas pela Faculdade Sete de Setembro - FASETE (atualmente Centro Universitário Rio São Francisco - UniRios).

Sinara de Oliveira Branco, Universidade Federal de Campina Grande

Doutora (2007) e Mestre (2002) em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduada em Letras (1933) pela Universidade Federal da Paraíba. É professora associada da Universidade Federal de Campina Grande. 

José Edilson de Amorim, Universidade Federal de Campina Grande

Fez graduação em Letras - Licenciatura Plena - na Universidade Federal da Paraíba (1979); realizou Mestrado em Letras na UFPB (1989), na Área de Concentração em Literatura Brasileira, e cursou o Doutorado em Letras na mesma instituição e na msma área de Concetração (1998). Professor da UFPB desde 1983, atualmente é professor associado da Universidade Federal de Campina Grande, com atuação na Unidade Acadêmica de Letras, onde dá aulas de Literatura e desenvolve atividades de pesquisa com os seguintes temas: literatura e sociedade; leitura do do texto leiterário: análise e interpretação; Machado de Assis e o século XIX no Brasil; literatura regionalista (Graciliano Ramos e José Lins do Rêgo entre outros autores brasileiros).

Referências

Abreu, L. A. de, & Carvalho, L. F. (2005). Hoje é dia de Maria. Globo.

Alcoforado, D. F. X. (2008). Literatura Oral e Popular. Boitatá – Revista do GT de Literatura Oral e Popular da ANPOLL, 3, 110-116. http://www.uel.br/seer/index.php/boitata/article/viewFile/30952/21774

Amorim, M. A. de. (2013). Da tradução intersemiótica à teoria da adaptação intercultural: estado da arte e perspectivas futuras. Itinerários. 36, 15-33. https://periodicos.fclar.unesp.br/itinerarios/article/view/5652

Andrade, M. de. (1965). Aspectos da música brasileira. Martins.

Andrade, M. de. (1972). Ensaio sobre a música brasileira. Martins.

Araújo, B. de. (2004). A Menina Enterrada Viva. In L.C. Cascudo, Contos Tradicionais do Brasil (pp. 302-304). Global.

Cascudo, L. C. (2003). Antologia do folclore brasileiro. (v. 1. 9 ed.). Global.

Cascudo, L. C. (2004a). Contos tradicionais do Brasil. Global.

Cascudo, L. C. (2004b). Seis aventuras de Pedro Malazarte. In L. C. Cascudo, Contos tradicionais do Brasil (pp. 174-179). Global.

Genette, G. (2010). Palimpsestos: a literatura de segunda mão. Edições Viva Voz.

Hoje é dia de Maria. Direção: Luiz Fernando Carvalho. Produção: Luiz Fernando Carvalho e Luís Alberto de Abreu. Intérpretes: Carolina Oliveira; Letícia Sabatella; Rodrigo Santoro; e outros. Roteiro: Luiz Fernando Carvalho e Luís Alberto de Abreu. Música: Tim Rescala. Brasil: TV Globo, c2004-2006. 3 DVD (9H26MIN), Color. Produzido por Globo Marcas.

Hutcheon, L. (2013). A Theory of Adaptation. (2. ed.). Routledge.

Jakobson, R. (1976). Linguística e Comunicação. (1. ed.). Cultrix.

Jakobson, R. (2004). On linguistic aspects of Translation. In L. Venuti (Ed.), The Translation studies reader (pp. 113-118). Routledge.

Jeha, J. (2004). Veja o livro e leia o filme: a tradução intersemiótica. Todas as Letras, 6(6), 123-129.

Kress, G. (2010). Multimodality: A social semiotic approach to contemporary communication. Routledge.

Lima, G. L. de. (2011). Literatura Comparada e Tradução Intersemiótica: o tema da violência urbana em O Matador e O homem do ano [Dissertação de Mestrado, Universidade Regional Integrada do alto Uruguai e das missões]

Luiz, T. M. (2019). Semelhanças e dissidências na tradução e adaptação literária enquanto metacriações. Web Revista Linguagem, Educação e Memória, 16(16), 36-47. https://periodicosonline.uems.br/index.php/WRLEM/article/view/3426

Milton, J., & Martins, M. A. P. (2013). Considerações sobre tradução, adaptação e reescrita. Tradução em Revista, 14(1), ii-vii. https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/22062/22062.PDF

Oustinoff, M. (2011). Tradução: História, teorias e métodos. Parábola editorial.

Plaza, J. (2013). Tradução Intersemiótica. Perspectiva.

Romero, S. (2007). Contos populares do Brasil. WMF Martins Fontes.

Stam, R. (2000). Beyond Fidelity: The Dialogics of Adaptation. In Naremore, J. (Ed.), Film Adaptation (pp. 54-76). Althone.

Stam, R. (2006). Teoria e prática da adaptação: da fidelidade à intertextualidade. Ilha do Desterro: A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies, 2(51), 19-53. https://doi.org/10.5007/2175-8026.2006n51p19

Downloads

Publicado

21-11-2022

Como Citar

MARCELINO, João Gabriel Carvalho; BRANCO, Sinara de Oliveira; AMORIM, José Edilson de. Tradução intersemiótica e adaptação de narrativas populares em Hoje é dia de Maria. Belas Infiéis, Brasília, Brasil, v. 11, n. 1, p. 01–18, 2022. DOI: 10.26512/belasinfieis.v11.n1.2022.41579. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/41579. Acesso em: 25 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.