Reflexões sobre o processo de criação e avaliação de um curso introdutório online de tradução hermenêutica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v10.n2.2021.33536

Palavras-chave:

Formação de Tradutores. Tradução Hermenêutica. Design Instrucional. Abordagem Integrada. ADDIE.

Resumo

Estudos da Tradução (ET) é um campo relativamente novo que surgiu nos anos 70. Um dos objetivos do campo é a pesquisa sobre a educação dos tradutores. De acordo com Venuti (2018), muitos cursos e programas de tradução existem, e ainda não existem cursos onde a tradução é vista como um modelo interpretativo. Venuti (2019) argumenta que tal modelo interpretativo, cunhado por ele como hermenêutico, precisa ser desenvolvido e aplicado. Costa (2018) argumenta que, no contexto brasileiro, as tecnologias precisam ser usadas na sala de aula, o ensino on-line deve ser explorado e pesquisado, e a responsabilidade social deve ser ensinada. Assim, este artigo pretende propor um curso online com um modelo hermenêutico em tradução. Usando os elementos de Venuti (2019) da tradução hermenêutica, a abordagem integrada de Snell-hornby (1995) e a teoria pedagógica de Kelly (2005) da criação de cursos de tradução auxiliada pelo modelo ADDIE do Design Instrucional (MORRISON, et al., 2013), será abordada a seguinte pergunta de pesquisa: "Como é concebido um curso online com uma visão hermenêutica da tradução?”. Por meio de uma abordagem qualitativa de natureza interpretativa, será criada uma proposta de curso online, sendo descrita e relacionada com possíveis competências de tradução que podem ser promovidas. Os resultados mostram que um curso curto pode ser projetado usando as teorias de Tradução, enquanto fornece um modelo que poderia ser testado e reproduzido dentro de um ambiente de plataforma Moodle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

João Lucas Cavalheiro Camargo, Pesquisador autônomo

Mestre em Ensino (2020) pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Especialista em Língua Inglesa na modalidade a distância (2018) e Licenciado em Letras - Português/Inglês e suas respectivas literaturas (2017) pela mesma instituição. Pesquisador autônomo. Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil.

 

Clodis Boscarioli, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Professor Associado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Cascavel. Doutor em Engenharia Elétrica (2008) pela Universidade de São Paulo. Mestre em Informática (2002) pela Universidade Federal do Paraná. Especialista em Ciência da Computação (1999) pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Bacharel em Informática (1996) pela mesma instituição. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas. Cascavel, Paraná, Brasil. 

 

 

Referências

Baker, M. (2011). In Other Words: A Coursebook on translation (2. ed.). Routledge.

Blumczynski, P. (2016). Ubiquitous Translation. Routledge.

Bortoni-Ricardo, S. M. (2008). O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. Editora Parábola.

Camargo, J. L. C. (2020). Técnicas de tradução e a abordagem integrada: uma proposta de formação presencial e online para tradutores português-inglês. [Master’s thesis, State University of Western Paraná, Foz do Iguaçu, Brazil, Master’s in Teaching]. http://tede.unioeste.br/handle/tede/5095

Caladine, R. (2011). Taxonomies for Technology. In INFORMATION RESOURCES MANAGEMENT ASSOCIATION. Instructional Design: Concepts, Methodologies, Tools, and Applications (pp. 1-7). Information Science Reference.

Chesterman, A. (2000). Teaching Strategies for Emancipatory Translation. In C. Schäffner & B. Adab, Developing Translation Competence (pp. 77-90). John Benjamins Publishing Company.

Chesterman, A., & Wagner, E. (2002). Can theory help translators?: a dialogue between the ivory tower and the wordface. St. Jerome Publishing.

Costa, P. R. (2018). A formação de tradutores em Instituições de Educação Superior públicas brasileiras: uma análise documental [Doctoral Dissertation, Federal University of Santa Catarina, Doctor in Translation Studies]. https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/188094

Denzin, N. K. (2008). Evolution of Qualitative Research. In L. M. Given, The SAGE Encyclopedia of Qualitative Research Methods (pp. 311-317). SAGE Publications.

Filatro, A. C., & Cairo, S. (2015). Produção de conteúdos educacionais. Saraiva.

Holmes, J. S. (1988). Translated! Papers on Literary Translation and Translation Studies. Rodopi.

Jakobson, R. 2010. Aspectos linguísticos da tradução. In R. Jakobson, Linguística e Comunicação (I. Blikstein & J. P. Paes, Trans.). Cultrix. (Translation from: Essais de Linguistique Générale, 1963)

Jiménez-Crespo, M. (2015). The Internet in translation education. In S. Colina & C. Angelelli (Ed.), Translation and Interpreting Studies (pp. 33-57, 10th ed. [online]). John Benjamins Publishing Company.

Kelly, D. (2005). A Handbook for Translator Trainers: A Guide to Reflective Practice. St Jerome Publishing.

Morrison, G., Ross, S. J., Morrison, J. R., Kalman, H. K. (2013). Designing Effective Instruction. John Wiley & Sons.

Neubert, A. (2000). Competence in Language, in Languages, and in Translation. In C. Schäffner & B. Adab, Developing Translation Competence (pp. 19-33). John Benjamins Publishing Company.

Öustinoff, M. (2011). Tradução: História, teorias e métodos (M. Marcionilo, Trans.). Parábola Editorial. (Translation from: La traduction, 1956)

Pym, A. (2017). Explorando teorias da tradução (R. B. de Faveri, C. B. de Faveri & J. Steil, Trans.). Perspectiva. (Translation from: Exploring Translation Theories, 2009)

Schäffner, C., & Adab, B. (2000). Developing Translation Competence. John Benjamins Publishing Company.

Snell-Hornby, M. (1995). Translation Studies: an integrated approach. John Benjamins Publishing Company.

Steiner, G. (1998). After Babel: Aspects of Language and Translation (3. ed.). Oxford University Press.

Toury, G. (1995). Descriptive translation studies and beyond. John Benjamins Publishing Company.

Venuti, L. (2018). Teaching Translation: Programs, Courses, Pedagogies. Routledge.

Venuti, L. (2019). Contra Instrumentalism: A Translation Polemic. University of Nebraska Press.

Downloads

Publicado

09-06-2021

Como Citar

CAMARGO, J. L. C. .; BOSCARIOLI, C. Reflexões sobre o processo de criação e avaliação de um curso introdutório online de tradução hermenêutica. Belas Infiéis, Brasília, Brasil, v. 10, n. 2, p. 01–23, 2021. DOI: 10.26512/belasinfieis.v10.n2.2021.33536. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/33536. Acesso em: 7 ago. 2022.