PROJETO CIÊNCIAS NA PRAÇA: Da Tradição à Experimentação – Ação Integrada de Educação, Ciências e Tecnologias

Autores

  • Rubens Silva Faculdade de Física (FACFIS), Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Leonardo Carneiro Quaresma Faculdade de Física (FACFIS), Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Stefanny Souza Caroline de Souza Assunção Faculdade de Física (FACFIS), Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Carmem Raquel Leitão de Assis Faculdade de Física (FACFIS), Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Lucas Kauan Raiol Queiroz Faculdade de Física (FACFIS), Universidade Federal do Pará (UFPA)

DOI:

https://doi.org/10.26512/rpf.v1i1.45964

Palavras-chave:

Educação Inclusiva. Experimentação. Interdisciplinaridade. Tecnologias. Formação Inicial e Continuada.

Resumo

O homem, em seu constante processo de evolução, buscou diferentes formas de representação: o mito como verdade absoluta; a fé como crença religiosa; a razão como axioma lógico; a ciência como saber empírico ou epistemológico. Assim, no mundo contemporâneo, o ensino de ciências apresenta-se como um desafio humanizado na prática pedagógica. Destarte, a proposta Projeto Ciências na Praça: da Tradição à Experimentação - Ação Integrada de Educação, Ciências e Tecnologias, visa agregar diferentes saberes, articulados a letramentos científicos e culturais. Para tal, metodologicamente, consiste em orientar e supervisionar discentes em ações formativas para a elaboração de produtos educacionais e experiências, mostras científicas e culturais, palestras, cursos, minicursos e oficinas voltadas para o ensino multidisciplinar, interdisciplinar e transdisciplinar de modo a vivenciar, da teoria à prática, letramentos que promovam uma cultura científica que oportunize sujeitos, grupos e lugares a partir da socialização de conhecimentos e saberes integradores, em diferentes realidades sociais. Logo, certos de que este tipo de ação é importante porque aproxima a sociedade do universo das ciências, rompendo barreiras, ampliando o espaço da sala de aula de modo a despertar não apenas a curiosidade, mas também o gosto pela investigação, pela experimentação e pela vivência de uma cultura científica, necessário é, ao longo de práticas pedagógicas, percebermos, em diferentes sujeitos, grupos, lugares, identidades e representações, aquilo que é científico, simbólico, natural no intuito de não apenas contribuir com letramentos científicos e culturais, mas, ainda, com uma educação cidadã, integrada ao mundo do trabalho, das ciências e das tecnologias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALBAGLI, S. Ciência da Informação, 25, 396 (1996).

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA (Brasil). Atlas de energia elétrica do Brasil. 3ª ed. Brasília: Aneel, p. 57 (2008). Atlas. Disponível em: http://www.aneel.gov.br. ARAÚJO, M. S. T. de; ABIB, M. L. V. dos S. Rev. Bras. Ens. Fís., 25, 176 (2003).

ARAÚJO, A. R. de O.; ROCHA, G. de M. Unidades de Conservação em Tucuruí/PA como instrumento de Gestão Territorial. In Anais do IV Encontro Nacional da ANPPAS, Brasília/DF, 2008, p. 1.

BONADIMAN, H.; NONENMACHER, S. E. B. Cad. Bras. Ens. Fís., 24, 194 (2007).

BRASIL, R. Projeto Universidade Aberta inscreve para curso pré-vestibular gratuito. Pará, 2019. Disponível em: https://portal.ufpa.br/. Acesso em: 16 maio 2019.

CALDAS, J.; CRISPINO, L. C. B. ver. Bras. Ens. Fís., 39, e2309 (2017).

CALDAS, J.; CRISPINO, L. C. B. Cad. Bras. Ens. Fís., 35, 678 (2018).

CALDAS, J.; LIMA, M. C. de; CRISPINO, L. C. B. Rev. Bras. Ens. Fís., 38, e4307 (2016).

CALDAS, J.; LIMA, M. C. de; CRISPINO, L. C. B. Rev. Bras. Ens. Fís., 38, e4307 (2016).

CALDAS, J.; FRANÇA, R. R. de; CRISPINO, L. C. B. Rev. Bras. Ens. Fís., 39, e4201 (2017).

LABURÚ, C. E. Cad. Bras. Ens. Fís.,23, 382 (2006).

LEIRIA, T. F.; MATARUCO, S. M. C. O papel das atividades experimentais no processo ensinoaprendizagem de Física. in Anais de XXI Congresso Nacional de Educação, Curitiba, 2015, p. 32215.

MIYAKE, Rafael. II Feira de Experimentos de Ciência e Tecnologia ocorre nesta sexta-feira, no Mirante do Rio. Pará, 2019. Disponível em: https://portal.ufpa.br/. Acesso em: 2 maio 2019.

POIRRIER, P. Musées et politiques culturelles em France. La Lettre de l’OCIM, 96, 13 (2004).

RODRIGUES, G.; COUTINHO-SILVA, R. ver. Bras. de Ens. de Fís. 32, 3402 (2010).

RODRIGUES, A. L. L.; PRATA, M. S.; BATALHA, T. B. S.; COSTA, C. L. N. do A.; NETO, I.de F. P. Cadernos de Graduação: ciências humanas e sociais, Aracajú, 1, 141 (2013).

SANTOS, P. R. dos. A importância da experimentação na formação inicial e suas implicações no processo de ensino e na práxis dos professores de ciências. Monografia de Especialização (Especialista em Ensino de Ciências) - Programa de Pós- Graduação à Distância, Universidade Tecnológica Federal Do Paraná, Medianeira, 2013.

SÉRÉ, Marie-Geneviève; COELHO, S. M.; NUNES, A. D. Cad. Bras. Ens. Fís., 20, 30 (2003).

TEIXEIRA, J. N.; MURAMATSU, M.; ALVES, L. A. Cad. Bras. Ens. Fís., 27,171 (2010).

VIEIRA, Mariana. UFPA realiza feira de experimentos científicos nesta quarta. Pará, 2018.

Disponível em: https://portal.ufpa.br/. Acesso em: 2 maio 2019.

BACON, Francis. Novum Organum ou Verdadeiras interpretações acerca da natureza. São Paulo: Nova Cultural, 1999.

DESCARTES, René. Discurso do método. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Downloads

Publicado

2022-12-07

Como Citar

SILVA, R. .; CARNEIRO QUARESMA, L. .; CAROLINE DE SOUZA ASSUNÇÃO, S. S.; LEITÃO DE ASSIS, C. R.; RAIOL QUEIROZ, L. K. PROJETO CIÊNCIAS NA PRAÇA: Da Tradição à Experimentação – Ação Integrada de Educação, Ciências e Tecnologias. Revista do Professor de Física, [S. l.], v. 6, n. Especial, p. 289–298, 2022. DOI: 10.26512/rpf.v1i1.45964. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/45964. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Anais do Encontros Integrados em Física e Seu Ensino 2022

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)