Políticas de tempo, contemporaneidade e história do tempo presente

reflexões a partir das comemorações dos “500 anos do Brasil” (2000)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i39.39627

Palavras-chave:

Políticas de tempo. Contemporaneidade. Povos indígenas.

Resumo

Este artigo procura apresentar reflexões em torno das relações entre memória, tempo e política com base na análise de intervenções críticas dos povos indígenas no contexto comemorativo dos “500 anos do Brasil” no ano 2000. Para tanto, realiza-se a análise do texto “O eterno retorno do encontro” de Ailton Krenak e de manifestações públicas de organizações indígenas em abril de 2000, tendo o objetivo de compreender como as formas de relacionar e acessar o passado e as concepções de contemporaneidade e presente estavam sendo disputadas nesse contexto. Com base no estudo desse caso e por meio da mobilização do conceito de políticas de tempo proposto por María Inés Mudrovicic, aproxima-se o debate com os desafios teórico-metodológicos e ético-políticos do campo da história do tempo presente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ÁVILA, Arthur de Lima. O que significa indisciplinar a história? In. AVILA, Arthur Lima de; NICOLAZZI, Fernando; TURIN, Rodrigo (Orgs.). A História (in)Disciplinada. Vitória: Editora Milfontes, 2019, pp. 19-51.

CEZAR, Temistocles. Tempo presente e usos do passado. In: VARELLA, Flavia; MOLLO, Helena Miranda; PEREIRA, Mateus Henrique de Faria; MATA, Sérgio da. (Org.). Tempo presente e usos do passado. 1ed.Rio de Janeiro: Editora

FARIAS, Lucas da Mota. Marchas e manifestos contra a colonialidade da história: movimentos indígenas diante das comemorações oficias dos 500 anos. 2018, 193f. Dissertação (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História. Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília.

PORTELA, Cristiane de Assis. De aculturado exótico a raíz profunda: indigenismo e história indígena em narrativas de Ailton Krenak. Diálogos, v.21, n.3, (2017), 162 - 177.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

BATISTELLA, P. H. Políticas de tempo, contemporaneidade e história do tempo presente: reflexões a partir das comemorações dos “500 anos do Brasil” (2000). Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 39, 2021. DOI: 10.26512/emtempos.v1i39.39627. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/39627. Acesso em: 6 out. 2022.