Ditaduras no Cone Sul

um debate conceitual e as representações do passado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i39.39602

Palavras-chave:

Comunismo. Ditadura. Ideologia.

Resumo

O presente artigo dedica-se a refletir sobre a construção do termo “comunista” e seu sentido pejorativo no curso da Guerra Fria, mais especificamente no contexto de emergências das ditaduras militares na região do Cone Sul, entre os anos 1960-1970. Foi utilizada a análise de conceitos para evidenciar as incoerências admoestadas, mas nunca combatidas, pela democracia liberal, por vezes acolhidas como legítimas do sistema. Os argumentos apresentados valeram-se da inspiração direta dos trabalhos de Hayden White e Renán Silva, por suas contribuições a respeito da construção do discurso e do ofício do historiador, além de Chantal Mouffe e Jacques Rancière pelas reflexões sobre a política, o político e o pluralismo democrático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBÉ, Carlos. In: BOBBIO, Noberto. Dicionário de Política. Brasília: Editora Universidade de Brasília 1ªed., 1998.

BETHELL, Leslie. (org.) História da América Latina após 1930: Estado e política. – 1ªed., 1ª reimpr. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2015.

CAVALLI, Alessandro. In: BOBBIO, Noberto. Dicionário de Política. Brasília: Editora Universidade de Brasília 1ªed., 1998.

FERREIRA, Mário; NUMERIANO, Roberto. O que é golpe de Estado. São Paulo: Editora Brasiliense, 1993.

GOODSPEED, Donald. Conspiração e golpe de Estado. Rio de Janeiro: Saga, 1966.

LÖWY, Michel. As aventuras de Karl Marx contra o Barão de Munchhausen: marxismo e positivismo na sociologia do conhecimento. São Paulo: Busca Vida, 1987.

LUKÁCS, Georg. História e Consciência de Classe: estudos sobre a dialética marxista. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

LUTTWAK, Edward. Golpe de Estado: um manual prático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

MALAPARTE, Curzio. Técnica do golpe de Estado. Lisboa: Europa-América, 1983.

MARX, Karl. Contribuição à Crítica da Economia Política. Tradução de Florestan Fernandes. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008. p.258-259.

MONIZ BANDEIRA, Luiz Alberto. Fórmula para o Caos: Ascenção e queda de Salvador Allende (1970-1973). – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

MOUFFE, Chantal. Sobre o Político. – São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2015.

NAUDÉ, Gabriel. Consiraciones políticas sobre los golpes de Estado. Madri: Tecnos Editorial, 2011.

PADRÓS, Enrique Serra. Repressão e violência: segurança nacional e terror de Estado nas ditaduras latino-americanas. In: FICO, Carlos; FERREIRA, Marieta de Moraes; ARAUJO, Maria Paula; QUADRAT, Samantha Viz (orgs.). Ditadura e democracia na América Latina: balanço histórico e perspectivas. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2008.

RANCIÈRE, Jacques. O Desentendimento: política e filosofia. São Paulo: Editora 34, 1996.

SILVA, Michel Goulart da. Crescer com o Brasil: planejamento, modernização e utopia de desenvolvimento em Santa Catarina (1970-1975). (Dissertação de Mestrado em História). Florianópolis: UDESC, 2012. Disponível em: http://www.faed.udesc.br/arquivos/id_submenu/482/michel_goulart_da_silva.pdf.

SILVA, Renán. Lugar de Dúvidas: sobre a prática da análise histórica: breviário de inseguranças, Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015.

WHITE, Hayden. Trópicos do discurso: ensaios sobre a crítica da cultura, São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1994.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

MENDONÇA, L. L. de. Ditaduras no Cone Sul: um debate conceitual e as representações do passado. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 39, 2021. DOI: 10.26512/emtempos.v1i39.39602. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/39602. Acesso em: 6 out. 2022.