Entre dois tempos

representações do século XIX e do XX na imprensa do Rio de Janeiro e de Minas Gerais entre 1900 e 1901

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i39.39031

Palavras-chave:

Imprensa. Século XIX. Século XX. Representações.

Resumo

Viradas de séculos são momentos de retrospectiva do que se passou e de esperança com relação ao futuro. Assim, o artigo analisa as percepções diante do século XIX e do XX na imprensa do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, entre 1900 e 1901. Discutimos os discursos que colocavam os oitocentos como um século qualificado pelas luzes e pelo progresso, bem como pelas guerras e pela cisão entre cristianismo e ciência. Em seguida, exploramos a recepção do século XX e analisamos as expectativas que se vinculavam à nova centúria, discutindo as projeções de futuro, marcadas pela conciliação entre ciência e religião, pela continuidade do progresso e pelo medo dos conflitos bélicos e esperanças de paz. Concluímos que o futuro, para os periódicos analisados, não deveria interromper o progresso e a modernidade, mas uni-los à religião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, Valdei Lopes de. A experiência do tempo: conceitos e narrativas na formação nacional brasileira. São Paulo: Hucitec, 2008.

BARRETO, Paulo. Crônicas Efêmeras: João do Rio na Revista da Semana. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

BENCHIMOL, Jaime. Reforma urbana e Revolta da Vacina na cidade do Rio de Janeiro. IN: DELGADO, Lucilia de Almeida Neves; FERREIRA, Jorge (Org.). O Brasil Republicano: o tempo do liberalismo excludente. 4 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010, p. 231-286.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. Tradução de Carlos Felipe Moisés, Ana Maria L. Ioriatti. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

COSTA, Ângela Marques da; SCHWARCZ, Lilia Moritz. 2000. 1890-1914: no tempo das certezas. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

ESSUS, Ana Maria Mauad de Souza Andrade. Emblemas do tempo: imagens sobre a passagem do século XIX para o XX na imprensa carioca. Manguinhos: Revista de História, Ciências e Saúde. Rio de Janeiro vol. IV, n. 3, p. 533-554, 1997-1998.

GOODWIN JR. James Willian. Cidades de Papel: imprensa, progresso e tradição, Diamantina e Juiz de Fora, MG (1884-1914). Belo Horizonte: Fino Traço, 2015.

HOBSBAWM, Eric. Sobre História. Tradução de Cid Knipel Moreira. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

HOBSBAWM, Eric. A era do capital (1848-1875). Tradução de Luciano Costa. 14 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Tradução de Wilma Patrícia Maas e Carlos Almeida Pereira. Rio de Janeiro: Contraponto/PUC-Rio, 2006.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Tradução de Bernardo Leitão, et. al. Campinas: Editora da Unicamp, 2003.

MANOEL, Ivan A.. O pêndulo da História: tempo e eternidade no pensamento católico (1800-1960). Maringá: EDUEM, 2004.

MINOIS, George. História do Futuro: dos profetas à prospectiva. Tradução de Mariana Echalar. São Paulo: Editora Unesp, 2016.

REIS, José Carlos. Teoria e História: tempo histórico, história do pensamento histórico ocidental e pensamento brasileiro. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2012.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

GIAROLA, Flávio Raimundo. Entre dois tempos: representações do século XIX e do XX na imprensa do Rio de Janeiro e de Minas Gerais entre 1900 e 1901. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 39, 2021. DOI: 10.26512/emtempos.v1i39.39031. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/39031. Acesso em: 18 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.