DEMOCRACIA RACIAL EM NOME DO PROGRESSO DA PÁTRIA

JORNAIS NEGROS NA SÃO PAULO DO FIM DO SÉCULO XIX

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i13.20026

Palavras-chave:

Imprensa Negra. São Paulo. Século XIX.

Resumo

A despeito do reconhecimento de outros periódicos oitocentistas anteriores à abolição do sistema escravista, este artigo se volta ao apresentado por dois jornais da imprensa negra paulista no século XIX: A Pátria − órgam dos homens de cor, de 1889; e O Progresso − órgam dos homens de cor, de 1899. As datas dos lançamentos acenam para a possibilidade de diálogo com algumas representações forjadas no calor da hora por membros do grupo sociorracial negro paulistano, não mais dividido entre livres, libertos e escravizados, durante os anos que seguiram à abolição e os primeiros anos da República. Embora os responsáveis por O Progresso reconheçam e reverenciem a anterior atuação de A Pátria, os dez anos que os separam parecem ter sido suficientes para alterações substanciais no entendimento acerca das condições de a cidadania se efetivar para os negros em fins do século XIX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEVEDO, Célia Maria Marinho de. Onda negra, medo branco ”“ o negro no imaginário das elites século XIX.
2.ed. São Paulo: Annablume, 2004.
AZEVEDO, Elciene. Orfeu de carapinha: a trajetória de Luiz Gama na imperial cidade de São Paulo. Campinas,
SP: Ed. da Unicamp, 1999.
BASTIDE, Roger. A Imprensa Negra do Estado de São Paulo. In: BASTIDE, R. Estudos afro-brasileiros. São
Paulo: Perspectiva, 1973
CARVALHO, José Murilo de. Com o coração nos lábios. In: PATROCÍNIO, José do. A Campanha
Abolicionista ”“ coletânea de artigos. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 1996.
DOMINGUES, Petrônio José. Negros de almas brancas? ”“ a ideologia do branqueamento no interior da
comunidade negra em São Paulo, 1915-1930. Estudos Afro-Asiáticos, ano 24, n. 3, 2002.
DUARTE, Paulo. História da Imprensa em São Paulo. São Paulo: ECA/USP, 1972
FERRARA, Miriam Nicolau. A imprensa negra paulista (1915-1963). São Paulo: FFLCH/USP, 1986
GOMES, Flávio. A nitidez da invisiblidade: experiências e biografias ausentes sobre raça no Brasil republicano.
In: SALGUEIRO, Maria Aparecida Andrade (org.). A República e a questão do negro no Brasil. Rio de Janeiro:
Museu da República, 2005
__________. Negros e Política (1888-1937). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.
JACINO, Ramtis. O trabalho do negro livre na cidade São Paulo (1872-1890). 2006. Dissertação (Mestrado em
História) − Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
MOURA, Clóvis. História do Negro Brasileiro. São Paulo: Ática, 1992
SANTOS, Carlos José Ferreira. Nem tudo era italiano: São Paulo e pobreza (1890-1915). São Paulo:
Annablume, 1998.
SEYFERTH, Giralda. “A colonização e a questão racial nos primórdios da República”. In:
SALGUEIRO, Maria Aparecida Andrade (org.). A República e a questão do negro no Brasil. Rio de Janeiro:
Museu da República, 2005.
SIMÕES PIRES, Antônio Liberac Cardoso. ““Associações de Homens de Cor” ”“ Imprensa negra, movimentos
negros e ideologias sociais (1915-1937)”. In: SALGUEIRO, Maria Aparecida Andrade (org.). A República e a
questão do negro no Brasil. Rio de Janeiro: Museu da República, 2005.

Downloads

Publicado

2011-04-15

Como Citar

DEMOCRACIA RACIAL EM NOME DO PROGRESSO DA PÁTRIA: JORNAIS NEGROS NA SÃO PAULO DO FIM DO SÉCULO XIX. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 13, p. 17–40, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i13.20026. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/20026. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Dossiê