A criação de uma Diplomacia Anticomunista no governo Vargas, em 1937

Autores

  • Margarida Nepomuceno

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i33.23678

Palavras-chave:

Agencia anticomunista. Estado Novo. América Latina.

Resumo

O interesse em estudar a formação de uma agência anticomunista no governo Vargas, nos momentos que precederam a implantação do Estado Novo, resulta dos meus estudos sobre a política cultural do Brasil na América Latina em torno de um episódio que resultou, em 1935, no rompimento das relações diplomáticas do Uruguai com a Rússia sob a pressão do governo brasileiro. Esse episódio revelou o ativismo de uma diplomacia anticomunista em países da região e da formação de uma agência que atuou junto ao Itamaraty no combate aos comunistas, denominada Serviços de Estudos e Investigações (S.E.I.).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AHDI-RJ. Ficha catalográfica dos diplomatas do MRE . Sobre a diplomata Odete de Carvalho e Souza: fichas 01 e 02.

AHDI-RJ. Maço 500.01. Doc. 352.345. Maço 15.604. lata 980. Pgs 1-3. Projeto de Portaria criando os S.E.Is. do Itamaraty, em 01 de fev. de 1937.

AHDI-RJ. Memorial sobre a necessidade de criação do S.E.I. encaminhado ao ministro Macedo Soares e por Odette de Carvalho e Souza. 28 de jan. de1937.p 1-3.

AHDI-RJ. Memorando ( reservado), Reuniões Preparatórias para a Exposição Anticomunista. 511.1 de 15 de setembro de 1936. p 1-2.

AHDI-RJ, ofício 18009, do Embaixador Espanhol no Brasil contra o tratamento do Brasil ao governo Republicano da Espanha. 23de dez de 1938, p 2.

AHDI-RJ, lata 980. 473/ maço 501.1. Encarregado dos Negócios do governo Espanhol no Brasil pede que se retire as afirmações sobre a Espanha circuladas no transcurso da Exposição Nacional, 20 de dez de 1938.

AHDI-RJ. Memorando assinado por Odette de Carvalho e Souza (Memo 511.1) de 16 de setembro de 1938 ao chefe de gabinete do MRE, constando as instruções para a grande Exposição Nacional, de dezembro do mesmo ano.

LACERDA, Carlos. A Exposição anti-comunista. Revista Observador Econômico e Financeiro. Ed. 36. Pg. (127-213).

NEGRÃO, João Henrique Botteri. Selvagens e Incendiários. O Discurso anticomunista do governo Vargas. São Paulo. Associação Ed. Humanitas. Universidade de São Paulo. 2005.

NEPOMUCENO, M.M.C. AMissão Cultural Brasileira no Uruguai. A Construção de um modelo de Diplomacia Cultural do Brasil na América Latina. USP, 2015.http://www.teses.usp.br/index.php?option=com_jumi&fileid=9&Itemid=159&lang=pt-br&id=84131&prog=84001&exp=0

NETO, João Pinheiro. Bons e Maus mineiros e outros brasileiros. Rio de Janeiro, ed. Mauad, 1996.Revista Observador Económico Financiero (Hemeroteca Biblioteca Nacional)http://memoria.bn.br/pdf/123021/per123021_1939_00047.pdf

RODRÃGUEZ AYÇAGUER, Ana Maria. La Diplomacia anticmunista: la influencia del gobierno de Getúlio Varas en la interrupción de las relaciones diplomáticas de Uruguay con la URSS en diciembre de 1935. Revista de Estudos Ibero-americanos, PUCRS, 1, Capa, v. 34, jun.2008.p 92-120.

Downloads

Publicado

2019-03-15

Como Citar

NEPOMUCENO, M. A criação de uma Diplomacia Anticomunista no governo Vargas, em 1937. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 33, p. 176–189, 2019. DOI: 10.26512/emtempos.v1i33.23678. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/23678. Acesso em: 3 fev. 2023.