Imagens de Maria e Madalena

corpos em busca de purificação e absolvição no presente

Autores

  • Cristiane de C. Ramos Abud Universidade Florianópolis

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i15.20002

Palavras-chave:

Corpo. Mulher. Imagem sacra.

Resumo

Este artigo apresenta uma análise, com o auxílio dos Estudos Culturais e de Gênero, das representações artísticas de Maria e Maria Madalena e de seus discursos sobre o corpo feminino prescritos e refletidos por estas imagens nas práticas e nos corpos de um grupo de mulheres que freqüentam a Catedral Metropolitana de Florianópolis, onde estas obras estão presentes. Buscando evidenciar, com o auxílio da leitura de imagem e de entrevistas feitas com este grupo de mulheres, as suas formas de recepção, revelando quem são estas mulheres, suas identidades, desejos, experiências com a sexualidade, virgindade, pertencentes a uma história do imaginário feminino do tempo presente. Atribuindo, assim, historicidade às suas atitudes, crenças, rituais, comportamentos, conflitos, que perpassam por relações de poder, gênero, classe, religião

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane de C. Ramos Abud, Universidade Florianópolis

Mestre em História pelo PPGH-UDESC/Florianópolis, SC.

Referências

A BÃBLIA SAGRADA. Tradução de João Ferreira de Almeida. SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.

ALBURQUERQUE, Durval Muniz Júnior. A história e, jogo: a atuação de Michel Foucault no campo da historiagrafia. ANOS 90, Porto Alegre, v.11,n.19/20,p.79-100,2004.

BADINTER, Elisabeth. Um amor conquistado: o mito do amor materno. RJ: Nova Fronteira,1985.

BARROS, Maria Nazareth. As Deusas, as bruxas e a Igreja: séculos de perseguição. RJ:Record:Rosa dos Tempos,2001.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. RJ:JORGE Zahar,2001.

BURKE, Peter. Testemunha ocular. SP:EDUSC,2004.

CARTA APOSTÓLICA. Rosarium Virginis Mariae. João Paulo II. Roma, 2001

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. In: Estudos Avançados.USP,5(11),jan./abr. 1991.

CONCÃLIO ECUMÊNICO VATICANO II. Constituições, Decretos, Declarações, Documentos e Discursos Pontifícios. SP: Edições Paulinas, 1967.

COSTA, Jurandir F. Ordem médica e norma familiar. RJ:Edição Graal, 2004.

DE SANCTIS, Frei Antonio. Encíclicas e Documentos Sociais. De “Rerum Novarum” a “Octogesima Adveniens”. SP: LTR,1972.

DE TOMMASO, Wilma S. Maria Madalena nos textos apócrifos e nas seitas gnósticas. Revista Último Andar, SP (14), Junh., p.79-94,2006.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. RJ: Contraponto, 1997.

DEIFELT, Wanda. Temas e metodologias da teologia feminista.Sociedade de Teologia e Ciências da Religião. Gênero e teologia: interpretações e perspectivas. SP; BH: Paulinas; Loyola; Soter, p.171-186,2004.

DEL PRIORE, Mary. História das mulheres: as vozes do silêncio. In: FREITAS, Marcos (org.). Historiografia brasileira em perspectiva. SP: Contexto. p.217-235,2005.

____________________.Cuidados se si e embelezamento feminino: fragmentos para uma história do corpo no Brasil. In: DEL PRIORI, Mary (org.).Políticas do corpo:elementos para uma história das práticas corporais. SP:Estação Liberdade, 1995.p.121-139.

DOCUMENTOS PONTÃFICIOS. João Paulo II. Roma,1982.p.28-29.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador. RJ:Jorge Zahar,1994.

FLORES, Maria Bernadete. O mito de Adão e Eva revisitado: acerca do masculino e do feminino na cultura da nação. Faces de Eva. Estudos sobre a mulher. Lisboa: Universidade de Lisboa, n.7,p.45-76,2002.

FOUCAULT, Michel. O sujeito e o poder. In.DREYFUS, Hubert & RABINOW, Paul (orgs.). Michel Foucault. Uma trajetória filosófica. Para além do estruturalismo e da hermenêutica.RJ:Forense,1995.

_______________.História da sexualidade. Vol1. A vontade de saber. RJ:Graal, 1999.

_______________.Microfísica do poder. SP: Graal, 1979 .

_______________.Tecnologias de si e outros textos afins. Barcelona: Paidós,1990.

________________Vigiar e punir: história e violência nas prisões. Petrópolis: Vozes, 1996.

FURLANI, Jimena. Mitos e tabus da sexualidade humana:subsídios ao trabalho em educação sexual. Belo Horizonte:Autêntica,2003.

_______________.O Bicho vai pegar!- um olhar pós-estruturalista à Educação Sexual a partir de livros paradidáticos infantis. Porto Alegre, 2005. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

GÉLIS, Jacques. O corpo, a Igreja e o sagrado. In: VIGARELLO, George et. al. História do corpo: Da Renascença à s Luzes. RJ: Vozes, 2008.p.19-131.

GEORGE, Margaret. Maria Madalena. A mulher que amou Jesus. SP: Geração Editorial,2002.

GRIECO, Sara M. O corpo, aparência e sexualidade.In:PERROT, Michelle. (org.). História das mulheres no Ocidente. Do renascimento a Idade Média. Vol.3. Portugal: Afrontamento, 1991p.71-117.

HALL, Stuart. Quem precisa da identidade? In: SILVA, Tomaz Tadeu. (org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. RJ: Vozes,2000.p.103-131.

JOLY, Martine. Introdução à análise da imagem. Campinas. SP:Papirus,1996.

KESSEL, Elísja S. Virgens e mães entre o céu e a terra. As cristãs no início da Idade Moderna. In: PERROT, Michelle. (org.). História das mulheres no Ocidente. Do renascimento a Idade Média. Vol.3. Portugal: Afrontamento, 1991.p.181-223.

KNIBIEHLER, Yvone. Corpos e corações. In: PERROT, Michelle (org.). História das mulheres: o século XIX. SP: Edições Afrontamento, v.4,1991, p.351-375.

LAQUER, Thomas Walter. Inventando o sexo: corpo e gênero dos gregos a Freud. RJ:Relume Dumará, 2001.

LARROSA, Jorge. Tecnologias do eu e da educação. In: SILVA, Tomaz Tadeu. (org.). O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópolis:Vozes.1995. p.35-86.

LE GOFF, Jacques. Uma história do corpo na Idade Média. RJ: Civilização Brasileira,2006.

LIMA, Débora; SALLES, Sandra M. As igrejas e capelas de Florianópolis: séculos XVIII e XIX. UDESC/CEART. Relatório de conclusão de pesquisa, curso de Artes. Florianópolis, agosto, 1994.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis:Vozes, 1997.

________________. O corpo educado- Pedagogias da sexualidade. BH: Autêntica, 2001.p.07-35.

MAIA, Antônio. Biopoder, biopolítica e o tempo presente. IN:O homem-máquina. A ciência manipula o corpo. SP: Companhia das Letras, 2003, p.77-102.

MALYSSE, Stéphane. O corpo como obra de arte, 2002. In: http://incubadora.fapesp.br/sites/opuscorpus.

MANGUEL, Alberto. Lendo imagens: uma história de amor e ódio. SP: Companhia das letras, 2001.

NICHOLSON, Linda. Interpretando o gênero. Revista de Estudos Feministas, vol.08, n.2, Florianópolis:CFH/CCE/UFSC. p.09-41,2000.

PALLA, Maria José. Traje e pintura. Lisboa: Estampa,1999.

PERROT, Michelle. As mulheres ou os silêncios da história. SP:EDUSC,2005.

RANKE-HEINEMANN, Uta. Eunucos pelo Reino de Deus. Mulheres, sexualidade e Igreja Católica. RJ: Record: Rosa dos Tempos,1996.

ROCHA,Greuce B. Sob proteção de Nossa Senhora da Lapa: As práticas de devoção mariana em Ribeirão da Ilha -1980-2005.Florianópolis,2005.Monografia (Graduação em História). Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis.

SANT´ANNA, Denise B. As infinitas descobertas do corpo. Cadernos Pagu, Campinas, n.14, p.235-249 ,2000.

_________________.Ao sul do corpo: condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil colônia.RJ: José Olympio, 1995.

VAINFAS, Ronaldo. Casamento, amor e desejo no ocidente cristão. ,SP: Ática,1986.

Downloads

Publicado

2011-07-12

Como Citar

ABUD, Cristiane de C. Ramos. Imagens de Maria e Madalena: corpos em busca de purificação e absolvição no presente. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 15, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i15.20002. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/20002. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.