1964

O discurso nacionalista e a luta pelas reformas de base no interior da Bahia

Autores

  • Soanne Cristino Almeida dos Santos Universidade do Estado da Bahia-UNEB

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i17.19902

Palavras-chave:

Nacionalismo. Reformas de base. Frente de Mobilização Popular.

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar os discursos nacionalistas, táticas e estratégias empreendidas por alguns grupos em prol das reformas de base em municípios do interior da Bahia. Perceber que foram formadas organizações de esquerda entre 1963 e 1964 em cidades com baixa densidade demográfica, altos níveis de desigualdade social, e com política restritiva a grupos tradicionais dos chamados “coronéis” na região cacaueira da Bahia, é reconhecer que não apenas nas capitais, como também no interior do país, as esquerdas se organizaram; é também, além de tudo, perceber o papel político dos subalternos e grupos “marginalizados” pela historiografia brasileira. Para a consecução deste trabalho, utilizamos depoimentos orais, atas da Câmara de vereadores, jornais da região e tomamos como base a Carta de Princípios da Frente de Mobilização Popular de Una-FMP, os discursos do programa de alto-falantes da Voz da Frente, e o periódico O Democrata, divulgador das idéias da FMP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Soanne Cristino Almeida dos Santos, Universidade do Estado da Bahia-UNEB

Mestre em História Regional e Local pela Universidade do Estado da Bahia-UNEB/Campus-V.

Referências

ANDRADE, Manuel Correia de. Lutas camponesas no Nordeste. São Paulo: Ática, 2000.

BANDEIRA, Moniz. Brizola e o trabalhismo. Rio de janeiro: civilização Brasileira, 1979.

BARÃO, Carlos Alberto. A influência da revolução Cubana sobre a esquerda brasileira nos anos 60. In: MORAES, João Quartim. AARÃO REIS. Daniel. Org. História do Marxismo no Brasil: o impacto das revoluções. SP: Campinas, editora da UNICAMP, 2007.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

DANTAS NETO. Paulo Fábio. Tradição, Autocracia e Carisma. A política de Antonio Carlos Magalhães na Modernização da Bahia (1954-1974). Belo Horizonte: Editora UFMG. Rio de Janeiro: IUPERJ, 2006.

DELGADO, Lucília de Almeida Neves. PTB: Do getulismo ao reformismo (1945-1964). São Paulo: Marco Zero, 1989.

__________, Lucília de Almeida Neves. Nacionalismo como projeto de nação: a Frente Parlamentar Nacionalista(1956-1964). In: Ferreira, Jorge; REIS FILHO, Daniel Aarão. (org.) As esquerdas no Brasil. Nacionalismo e reformismo radical. (1945-1964). Ed 1. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007, v.2.

FERREIRA, Jorge. Neves, Lucília de Almeida (org.). O Brasil Republicano. Vol. 4: O tempo da ditadura-regime militar e movimentos sociais em fins do século XX. Rio de Janeiro: Record, 2003.

__________, Jorge. A estratégia do confronto: A Frente de Mobilização Popular. Revista Brasileira de História, Dossiê: Brasil, do ensaio ao golpe, 1954-1964, São Paulo: Associação nacional de História, ANPHU, n.47, 2004.

FERREIRA, Muniz. O golpe de 1964 na Bahia. Clio: Revista de pesquisa Histórica. Vol.1. N°22. Recife: Universidade Federal de Pernambuco. 2004.p.85-101.

FIGUEIREDO, Argelina Cheibub. Democracia ou reformas?Alternativas democráticas á crise política: 1961-1964. São Paulo: Paz e terra, 1993.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. Vol. 3. 2ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

HOBSBAWM, Eric J. A era do Capital: 1848-1875. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

___________, Eric. J. Nações e nacionalismo desde 1780: programa, mito, realidade Rio de janeiro: Paz e terra, 2008.

KAREPOVS, Dainis. MARQUES NETO, José Castilho. Os trotskistas brasileiros e suas organizações políticas. In: RIDENTI, Marcelo. AARÃO REIS. Daniel. Org. História do Marxismo no Brasil: partidos e organizações dos anos 1920 aos 1960. SP: Campinas, editora da UNICAMP, 2007.

SCHILLING, Paulo. Como se coloca a direita no poder. Vol.1. Os protagonistas. São Paulo, Global, 1979.

SILVA, Rosilane Maciel. O coronel Manuel Pereira de Almeida e a formação do município de Una. Ilhéus: UESC, 2001. TCC em História, 45f

SILVA, Antônio Ozai. História das tendências no Brasil (origens, cisões e propostas). 2° Ed. São Paulo: S/N.

SZATKOSKI, Elenice. O grupo dos onze: uma insurreição reprimida. RGS: Passo fundo: UPF Editora, 2003.

Downloads

Publicado

2011-04-14

Como Citar

SANTOS, S. C. A. dos. 1964: O discurso nacionalista e a luta pelas reformas de base no interior da Bahia. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 17, p. 60–79, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i17.19902. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/19902. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos