Pesquisa de estudo de caso como metodologia de educação popular

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgncia.v2i2.19372

Palavras-chave:

Educação popular. Estudo de caso. Educação jurídica.

Resumo

Neste artigo aborda-se a pesquisa de estudo de caso como metodologia de educação popular para a educação jurídica na universidade. O estudo de caso (YIN, 2009), de uma maneira geral - inclusive na área do Direito (FALCÃO, 1977) - não se comunica satisfatoriamente com as propostas de educação popular (FREIRE, 1977). Relata-se a experiência de um grupo de assessoria jurídica popular universitária que desenvolve estudos de caso em atividades de ensino, pesquisa e extensão com referência na educação popular crítica e transformadora, desde 2012, no Rio de Janeiro. As conclusões foram que estas ferramentas podem ser utilizadas conjuntamente para o desenvolvimento da consciência crítica e de ações transformadoras com movimentos sociais.

Biografia do Autor

Luiz Otávio Ribas, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor da Faculdade de Direito da UFRJ, doutor pela UERJ, secretário nacional do IPDMS

Referências

ALFONSIN, Jacques Távora. Assessoria jurídica popular: breve apontamentos sobre usa necessidade, limites e perspectivas. Em: ABRÂO, Paulo; TORELLY, Marcelo. Assessoria jurídica popular: leituras fundamentais e novos debates. Porto Alegre: Edipucrs, 2009, p. 61-88
CAMPILONGO, Celso Fernandes. Assistência jurídica e advocacia popular: serviços legais em São Bernardo do Campo. Em: ABRÂO, Paulo; TORELLY, Marcelo. Assessoria jurídica popular: leituras fundamentais e novos debates. Porto Alegre: Edipucrs, 2009, p. 19-60.
FALS BORDA, Orlando. Por la praxis: el problema de cómo investigar la realidad para transformala. Bogotá: Ediciones Tercer Mundo, 1978.
GORSDORF, Leandro Franklin. Conceito e sentido da assessoria jurídica popular em direitos humanos. Em: FRIGO, Darci; PRIOSTE, Fernando; ESCRIVÃO FILHO, Antônio Sérgio. Justiça e direitos humanos: experiências de assessoria jurídica popular. Curitiba: Terra de Direitos, 2010, p. 7-16
HURTADO, Fernando Rojas. Comparación entre las tendências de los servicios legales en Norteamérica, Europa y América Latina. El Otro Derecho, n. 1, ILSA, Bogotá, ago 1988.
HURTADO, Fernando Rojas. Comparación entre las tendencias de los Servicios Legales em Norteamérica, Europa y América Latina ”“ Segunda Parte. El Otro Derecho, n. 2, Bogotá, 1989.
JUNQUEIRA, Eliane Botelho. Os Advogados Populares: em busca de uma identidade. Rio de Janeiro: Departamento de Direito PUC-RJ, 1998. Cadernos PIBIC, ano IV, n. 2.
PALACIO, German. Los abogados y la democracia en América Latina. El Otro Derecho, n. 1, ILSA, Bogotá, ago 1988.
PALACIO, Germán. Servicios legales y relaciones capitalistas: un ensayo sobre los servicios jurídicos populares y la prática legal crítica. El Otro Derecho, n. 3, jul. 1989, p. 51-70
PRESSBURGUER, Miguel; CAMPILONGO, Celso. Discutindo a assessoria popular. Rio de Janeiro: AJUP/FASE, jun. 1991, p. 29-44. Coleção “seminários”, n. 15.
PRESSBURGUER, Miguel; SOUZA MARTINS, José; FARIA, José Eduardo; CARVALHO, Eduardo Guimarães. Discutindo a assessoria popular ”“ II. Rio de Janeiro: AJUP/FASE, out. 1992, p. 44-52. Coleção “seminários”, n. 17.
RIBAS, Luiz Otávio. Assessoria jurídica popular universitária e direitos humanos: o diálogo emancipatório entre estudantes e movimentos sociais (1988-2008). Monografia ”“ Curso de Especialização em Direitos Humanos, UFRGS, Porto Alegre, 2008.
RIBAS, Luiz Otávio. Direito insurgente e pluralismo jurídico: assessoria jurídica de movimentos populares em Porto Alegre e Rio de Janeiro (1960-2000). Dissertação ”“ Curso de Pós-Graduação em Direito ”“ Mestrado em Filosofia e Teoria do Direito, Florianópolis, 2009.
SOUSA SANTOS, Boaventura de. Para uma revolução democrática da justiça. São Paulo: Cortez, 2007.
TAVARES, Ana Cláudia Diogo. Os nós da rede: concepções e atuação do(a) advogado (a) popular sobre os conflitos sócio-jurídicos no Estado do Rio de Janeiro. Dissertação ”“ Curso de Pós-graduação em Sociologia e Direito, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2007.
VIEIRA PINTO, Álvaro. A questão da universidade. São Paulo: Cortez, 1986.
YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman 2010.

Downloads

Publicado

20.11.2018

Como Citar

RIBAS, Luiz Otávio. Pesquisa de estudo de caso como metodologia de educação popular. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 2, n. 2, p. 271–290, 2018. DOI: 10.26512/insurgncia.v2i2.19372. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/19372. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.