Sobre reaprender o significado do trabalho de base, reinventá-lo diante das atuais configurações da realidade e poder “arrancar alegria ao futuro”

Entrevista com Ayala Lindabeth Dias Ferreira

Autores

  • Ayala Lindabeth Dias Ferreira Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra/MST, Setor de Direitos Humanos, Marabá, Pará, Brasil
  • Carla Benitez Martins Instituto de Pesquisa Direitos e Movimentos Sociais; Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira, São Francisco do Conde, Bahia, Brasil https://orcid.org/0000-0002-1365-560X
  • Luiz Otávio Ribas Instituto de Pesquisa Direitos e Movimentos Sociais; Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil https://orcid.org/0000-0003-3637-535X

DOI:

https://doi.org/10.26512/revistainsurgncia.v8i2.44373

Resumo

Entrevista com Ayala Lindabeth Dias Ferreira, realizada por Carla Benitez Martins e Luiz Otávio Ribas.

Biografia do Autor

Ayala Lindabeth Dias Ferreira, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra/MST, Setor de Direitos Humanos, Marabá, Pará, Brasil

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará; Especialização em Residência Agrária/PRONERA pela Universidade Federal do Pará/Campus de Marabá; Integrante do Setor de Direitos Humanos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

Carla Benitez Martins, Instituto de Pesquisa Direitos e Movimentos Sociais; Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira, São Francisco do Conde, Bahia, Brasil

Professora Adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia AfroBrasileira (UNILAB); Doutora em Sociologia pelo Universidade Federal de Goiás (UFG). Graduada e Mestra em Direito. Doutora em Sociologia. Professora no Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades Universidade da Integração Internacional da Lusofonia AfroBrasileira. Integrante do GT Criminologia Crítica e Movimentos Sociais e Coordenadora, junto à professora Mariana Prandini, do GT Gênero e Sexualidade do IPDMS. Membra da Coordenação da Pesquisa “Massacres no campo na Nova República: crime e impunidade”. Integrante do GE-TRS (Grupo de Estudos em Teoria da Reprodução Social)

Luiz Otávio Ribas, Instituto de Pesquisa Direitos e Movimentos Sociais; Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Doutor em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Assessor técnico na Associação de Defesa Ambiental e Social (Aedas), no projeto de assessoria técnica independente das pessoas atingidas pelo desastre de Brumadinho.

Downloads

Publicado

31.07.2022

Como Citar

FERREIRA, Ayala Lindabeth Dias; BENITEZ MARTINS, Carla; RIBAS, Luiz Otávio. Sobre reaprender o significado do trabalho de base, reinventá-lo diante das atuais configurações da realidade e poder “arrancar alegria ao futuro”: Entrevista com Ayala Lindabeth Dias Ferreira. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 8, n. 2, p. 57–84, 2022. DOI: 10.26512/revistainsurgncia.v8i2.44373. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/44373. Acesso em: 24 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)