Resenha de Towards responsible machine translation: ethical and legal considerations in machine translation (2023), de Helena Moniz e Carla Parra Escartín

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v13.n1.2024.50243

Palavras-chave:

Ética na tradução automática. Sistemas de tradução automática. Linguística Computacional. Inteligência artificial. Tecnologias da linguagem.

Resumo

Esta resenha aborda o livro Towards responsible machine translation: ethical and legal considerations in machine translation, de 233 páginas, editado por Helena Moniz e Carla Parra Escartín e publicado nos formatos .epub e .pdf pela Springer em março de 2023. O livro representa o quarto volume de uma série de obras que discorrem acerca dos mais variados assuntos relacionados à tradução automática (TA) e é composto por 11 capítulos no total, contando com a contribuição de 23 autores experts em seus respectivos campos de pesquisa e de atuação profissional. Dividida em três partes – I. Responsible machine translation: ethical, philosophical and legal aspects; II. Responsible machine translation from the end-user perspective; e III. Responsible machine translation: societal impact –, a obra trata da ética na TA sob uma perspectiva holística, considerando a ética em sua amplitude e apresentando os diversos fundamentos históricos, sociais, técnicos e filosóficos que a envolvem. Trata-se, portanto, de um livro prioritariamente destinado a estudiosos, pesquisadores e entusiastas dos Estudos da Tradução, da Linguística Computacional e da Filosofia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Silveira, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Mestrando em Estudos da Tradução, com bolsa Capes Excelência, pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGET-UFSC). Bacharel em Letras (2022) com ênfase em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Pernambuco. Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Letícia Santos, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução (PGET) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Letras (2023) pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Graduada em Pedagogia (2021) pelo Centro Universitário Claretiano  e em Letras - Português e Inglês (2018) pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná.  Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Referências

Even-Zohar, I. (1990). Poetics today: polysystem studies. International Journal for Theory and Analysis of Literature and Communication, 11(1), 1–262. https://www.tau.ac.il/~itamarez/works/books/Even-Zohar_1990--Polysystem%20studies.pdf

Holmes, J. (2011). The role the nature of translation studies. In L. Venuti (Ed.), The translation studies reader (pp. 172–185). Routledge.

Jakobson, R. (1974). Linguística e comunicação. Cultrix.

Moniz, H., & Escartín, C. P. (2023). Towards responsible machine translation: ethical and legal considerations in machine translation. Springer.

Downloads

Publicado

21-04-2024

Como Citar

SILVEIRA, João; SANTOS, Letícia. Resenha de Towards responsible machine translation: ethical and legal considerations in machine translation (2023), de Helena Moniz e Carla Parra Escartín. Belas Infiéis, Brasília, Brasil, v. 13, n. 1, p. 01–12, 2024. DOI: 10.26512/belasinfieis.v13.n1.2024.50243. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/50243. Acesso em: 22 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.