O que dizem os paratextos de livros traduzidos? O caso de cinco obras publicadas na França com subvenção do Programa de apoio à tradução e à publicação de autores brasileiros no exterior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v11.n1.2022.37608

Palavras-chave:

Tradução Literária. Literatura Brasileira Traduzida. Literatura Brasileira Traduzida na França. Paratexto do Livro Traduzido. Índices Morfológicos.

Resumo

Um dos atores a ter importância significativa no aumento da presença da literatura brasileira fora do Brasil nos últimos anos, e especificamente na França, é a Fundação Biblioteca Nacional com o seu Programa de Apoio à Tradução e à Publicação de Autores Brasileiros no Exterior. Neste artigo, falaremos brevemente sobre ele e, tendo como base o trabalho de Torres (2011) e Carneiro (2014), analisaremos alguns paratextos, mais precisamente os índices morfológicos, de cinco obras brasileiras que foram traduzidas com apoio do programa para verificar de que forma elas foram apresentadas — como traduções assumidas ou não — e qual o nível de visibilidade dos seus tradutores, em função da posição do seu nome.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Regina Almeida do Amaral, Universidade Federal do Ceará

Mestranda em Estudos da Tradução na Universidade Federal do Ceará. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo (2012) e em Licenciatura em Letras - Língua Francesa (2021), ambas pela Universidade Federal do Pará. Seus principais interesses estão voltados para: literatura francesa produzida por mulheres, literaturas africana e antilhana de expressão francesa, literatura afro-brasileira e literatura traduzida.

Andressa Bezerra Ferreira, Universidade Federal do Ceará

Professora de Engenharia de Software e Fundamentos de Ciência da Computação no IFCE Campus Crato. Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Campina Grande. É mestra em Computação pela Universidade Federal do Ceará. Entusiasta nas área de Engenharia de Software, Literatura negra e Ensino. Atualmente, cursa a segunda pós-graduação (mestrado) na Universidade Federal do Ceará, onde pesquisa sobre a internacionalização da literatura negra feminina brasileira.

Referências

Almeida, G. S. B., & Herencia, J. L. (2012). A Fundação Vitae e seu legado para a cultura brasileira Parte I: fontes conceituais, linhas diretivas, programas próprios e legado. Anais do III Seminário Internacional de Políticas Culturais. Fundação Casa Rui Barbosa.

Association des Traducteurs Littéraires de France, Syndicat National de l’Édition, & Centre National du Livre. (2014). Guide de la traduction littéraire. https://www.atlf.org/wp-content/uploads/2014/04/Guide-de-la-traduction.pdf

Book Center Brazil. (2012, 11 de setembro). Ministério da Cultura investirá U$$35 milhões na internacionalização da literatura brasileira até 2020. https://bookcenterbrazil.wordpress.com/2012/09/11/in-egestas-mauris-et-erat-sed/

Carneiro, T. D. (2014). Contribuições para uma teoria do paratexto do livro traduzido: caso das traduções de obras literárias francesas no Brasil a partir de meados do século XX [Tese de Doutorado, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro]. https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/29928/29928.PDF

Feres, L. B., & Brisolara, V. S. (2016). A literatura brasileira em tradução: o caso do Programa de Apoio à Tradução e à Publicação de Autores Brasileiros no Exterior. Letrônica, 9(esp.), 144–154. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2016.s.22388

Fundação Biblioteca Nacional. (s.d.). Programa de Apoio à Tradução e à Publicação de Autores Brasileiros no Exterior. https://www.bn.gov.br/explore/programas-de-fomento/programa-apoio-traducao-publicacao-autores

Fundação Biblioteca Nacional. (2011). Edital de 6 de julho de 2011. Programa de Apoio à Tradução e Publicação de Autores Brasileiros no Exterior. https://www.bn.gov.br/sites/default/files/documentos/editais/2011/0706-programa-apoio-traducao-publicacao-autores-brasileiros/edital-programa-apoio-traducao-publicacao-autores_0_0_0.pdf

Fundação Biblioteca Nacional. (2015). Public Note — Edital 2015–2017. https://www.bn.gov.br/sites/default/files/documentos/editais/2015/0612-support-program-translation-and-publication-brazilian//translation_grant_2015-2017_updated.pdf

Genette, G. (2009). Paratextos editoriais (A. Faleiros, Trad.). Ateliê Editorial.

Lei nº 10.753, de 30 de outubro de 2003 (2003). Institui a Política Nacional do Livro. Presidência da República. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.753.htm

Martins, M. (2008). O papel da patronagem na difusão da literatura brasileira: o programa de apoio à tradução da Biblioteca Nacional. In A. Guerini, M.-H. C. Torres & W. C. Costa (Orgs.), Literatura traduzida e literatura nacional (pp. 39–52). 7Letras.

Ministério da Cultura. (2010). Caderno do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). http://www.cultura.al.gov.br/politicas-e-acoes/sistema-estadual-de-bibliotecas-publicas/leituras-recomendadas/99_PNLL_Estado_e_sociedade_atuando_pelo_desenvolvimento_da_leitura_no_Brasil_v1.pdf

Muniz, J. S., & Szpilbarg, D. (2016). Edição e tradução, entre a cultura e a política: Argentina e Brasil na Feira do Livro de Frankfurt. Sociedade e Estado, 31(3), 671–692. https://doi.org/10.1590/S0102-69922016.00030006

Simões, E. (2012, 10 de outubro). Literatura brasileira busca estrangeiros. Valor Econômico. http://www.bibliotecajuridica.sp.gov.br/noticias/MostraNoti.asp?par=1271

Spézia, K. (2015) A literatura brasileira traduzida na França de 2000 a 2013: uma perspectiva descritiva e sociológica [Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina]. https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/160543/338067.pdf?seq

uence=1&isAllowed=y

Torres, M.-H. C. (2000). Le marché du livre en France: Émergence de la littérature brésilienne. Cadernos de Tradução, 2(6), 19–31. https://periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/5678/5179

Torres, M.-H. C. (2011). Traduzir o Brasil Literário: Paratexto e discurso de acompanhamento (M. Assef & E. Castelli, Trad.). Copiart.

Toury, G. (2012). Descriptive Translation Studies – and beyond. John Benjamins Publishing

Company.

Venuti, L. (1996). A invisibilidade do tradutor (C. A. de Carvalho, Trad.). paLavra, 3, 111–134.

Downloads

Publicado

31-01-2022

Como Citar

ALMEIDA DO AMARAL, R.; BEZERRA FERREIRA, A. O que dizem os paratextos de livros traduzidos? O caso de cinco obras publicadas na França com subvenção do Programa de apoio à tradução e à publicação de autores brasileiros no exterior. Belas Infiéis, Brasília, Brasil, v. 11, n. 1, p. 01–26, 2022. DOI: 10.26512/belasinfieis.v11.n1.2022.37608. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/37608. Acesso em: 9 ago. 2022.