Uma análise semântica e pragmática dos diminutivos na legendagem do filme Central do Brasil para o inglês

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v9.n4.2020.26465

Palavras-chave:

Tradução de diminutivos. Simetria. Estratégias. Morfossintaxe. Semântica e pragmática.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar as traduções, do português do Brasil para o inglês, dos diminutivos presentes no filme Central do Brasil, a fim de aferir a adequação das estratégias de tradução utilizadas. Utilizam-se como referencial teórico os estudos de Santos (2001), Schneider (2003), Adams (2001), Armelin (2011) e Chaves (2006) para apresentar uma breve descrição da formação do diminutivo tanto no português quanto no inglês do ponto de vista morfossintático. A partir dessa descrição, introduzem-se as dimensões semântica e pragmática de diminutivos segundo os estudos de Turunen (2008, 2009) e Alves (2006). Após a conclusão dessas duas etapas, uma análise das legendas em inglês foi realizada levando-se em consideração essas duas dimensões. Os resultados mostram que nem todos os diminutivos presentes no filme foram traduzidos de forma correta ou foram traduzidos de modo incompleto. A maior dificuldade é traduzir o tom, ou seja, a dimensão pragmática. Há simetrias completas das duas dimensões para apenas algumas categorias de diminutivos entre o português e o inglês. Conclui-se que, por um lado, é necessário adotar outras estratégias que não sejam as de uso de diminutivos para a tradução, devido à ausência de simetrias completas dessas dimensões; por outro, é necessário o tradutor dominar conhecimentos de diminutivos tanto em português como em inglês e encontrar as simetrias completas possíveis das duas dimensões semântica e pragmática para as categorias de diminutivos possíveis entre o português e o inglês para uma tradução mais adequada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Chunyuan Wang, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Graduado em Engenharia Mecânica e Automação (2013) pela Universidade de Ciências e Tecnologias de Guangxi, China. Especialista em Estudos da Tradução (2018) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Mestrando em Letras na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Escola de Humanidades, Programa de Pós-Graduação em Letras. Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

ABREU, Thais Holanda de. Estudo das formas aumentativas e diminutivas em Português Arcaico. 2012. 211 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) ”“ Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2012.

ADAMS, Valerie. Complex words in English. Harlow: Pearson Education, 2001.

ALVES, Elisabeth. O diminutivo no português do Brasil: funcionalidade e Tipologia. Estudos Lingüísticos, Brasília, v. XXXV, p. 694-701, 2006. Disponível em: http://www.gel.hospedagemdesites.ws/estudoslinguisticos/edicoesanteriores/4publica-estudos-2006/sistema06/885.pdf. Acesso em: 17 fev. 2020.

ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sobre a interação entre as marcas de diminutivo e aumentativo no português brasileiro. ReVEL, edição especial n. 5, paginação irregular, 2011. Disponível em: www.revel.inf.br. Acesso em: 17 fev. 2020.

BARBOSA, Maria Fernanda Moreira. A alternância do diminutivo -inho/-zinho no português brasileiro: uma abordagem pela Fonologia de Uso. 2012. 171 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) ”“ Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.

BASÃLIO, Margarida M. P. Formação e classes de palavras no português do Brasil. São Paulo: Contexto, 2004.

BASSO, Renato Miguel; PETRY, Michele Bete. Uma análise dos diminutivos na tradução da história em quadrinhos Tintin en Amérique para o português brasileiro. Revista do GEL, São Paulo, n. 2, v. 10, p. 8-41, 2013. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/rg. Acesso em: 17 fev. 2020.

BYBEE, Joan L. Morphology: the relations between meaning and form. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins, 1985. doi: https://doi.org/10.1075/tsl.9

CHAVES, Anna Libia Araujo. O sufixo -inho nas entrevistas VALPB: uma análise semântico-discursiva. 2006. 93 f. Dissertação (Mestrado em Letras) ”“ Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2006.

DRESSLER, Wolfgang U.; BARBARESI, Lavinia Merlini. Morphopragmatics: Diminutives and Intensifiers in Italian, German, and Other Languages. Berlin, New York: Mouton de Gruyter, 1994. https://doi.org/10.1515/9783110877052

ROCHA, Luiz Carlos de Assis. Estruturas morfológicas do português. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

RODRIGUES, Geralda Fátima de Souza. Realizações dos sufixos -(z)inho/-(z)im no português brasileiro dialetal: análise variacionista. 2015. 195 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) ”“ Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.

SANTANA, Messias dos Santos. O sufixo diminutivo em português: forma, funcionamento e significação ”“ do século XIII ao XX. 2017. 912 f. Tese (Doutorado em Letras) ”“ Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

SANTOS, Mário Augusto da Silva. O traduzível e intraduzível: o caso dos sufixos aumentativos e diminutivos. Rev. de Letras, Fortaleza, n. 23, v. 1/2, p. 71-76, jan./dez. 2001. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revletras/index. Acesso em: 17 fev. 2020.

SCHNEIDER, Klaus P. Diminutives in English. Tübingen: Max Niemeyer Verlag, 2003. https://doi.org/10.1515/9783110929553

SUBSCENE. Legenda do filme Central do Brasil. Disponível em: https://subscene.com/subtitles/central-station-central-do-brasil Acesso em: 17 fev. 2020.

TURUNEN, Virpi Johanna. Diminutivo em português e em francês: um pouquinho é un petit peu. In: MAGALHÃES, José Sueli de; TRAVAGLIA, Luiz Carlos (Org). Múltiplas Perspectivas em Linguística. Uberlândia: Edufu, 2006. p. 3008-3016

TURUNEN, Virpi Johanna. Sobre a descrição das dimensões semânticas e pragmáticas do diminutivo em português. Revista Escrita, Rio de Janeiro, n. 9, p. 1-13, nov. 2008. Disponível em: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/12478/12478.PDF. Acesso em: 17 fev. 2020. https://doi.org/10.17771/PUCRio.escrita.12478

TURUNEN, Virpi Johanna. A reversão da relevância: aspectos semânticos e pragmáticos de formações diminutivas no português do Brasil. 2009. 194 f. Tese (Doutorado em Linguística) ”“ Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

Downloads

Publicado

29-07-2020

Como Citar

WANG, Chunyuan. Uma análise semântica e pragmática dos diminutivos na legendagem do filme Central do Brasil para o inglês. Belas Infiéis, Brasília, Brasil, v. 9, n. 4, p. 229–247, 2020. DOI: 10.26512/belasinfieis.v9.n4.2020.26465. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/26465. Acesso em: 12 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.