Literatura e violência no ensino de História

uma breve análise das escritas de Carolina Maria de Jesus e Scholastique Mukasonga

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i39.39625

Palavras-chave:

Ensino de História. Literatura. Testemunho.

Resumo

Neste artigo, pretendemos analisar possíveis diálogos pedagógicos entre História e Literatura. Começamos por discutir os conceitos de sensibilidade e imaginário, ambos mobilizados pelos debates contemporâneos sobre a História da Cultura. Pode-se usar a dimensão subjetiva das narrativas ficcionais como um recurso profícuo para o ensino de História. A literatura é capaz de humanizar experiências de violência, como eventos traumáticos. Desse modo, a sua utilização nas aulas de História pode permitir aos alunos compreender e discutir as consequências sociais e humanitárias da violência em todos os níveis. Com isso em mente, ao final do artigo, analisamos trechos de duas narrativas testemunhais, aplicando tudo o que discutimos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADICHIE, Chimamanda. O perigo de uma história única. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de História: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez Editora, 2008.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/>. Acesso em: 04 de set. de 2021.

BRASIL. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Inclui no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm>. Acesso em: 01 de set. de 2021.

CANDIDO, Antonio. O Direito à Literatura. In: Vários Escritos. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2011, 5ª edição, p. 171-193.

FORTUNA, Cláudia Prado.; GALZERANI, Maria Carolina Bovério. Práticas de memória, tempo e ensino de História. In: Memória, Sensibilidades e Saberes. Campinas: Editora Alínea, 2015.

FREIRE, Paulo. Justificativa da pedagogia do oprimido. In: Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2017.

GINZBURG, Carlo. Mito: distância e mentira. In: Olhos de Madeira: nove reflexões sobre a distância. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

GINZBURG, Jaime. Linguagem e Trauma na Escrita do Testemunho. Farroupilha: Revista Conexão Letras, 2008, v. 3, n. 3. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/conexaoletras/article/view/55604/33808>. Acesso em: 01 de set. de 2021.

GINZBURG, Jaime. Literatura, violência e melancolia. Campinas: Autores Associados, 2017.

GOMES, Nilma Lino. A questão racial na escola: desafios colocados pela implementação da Lei 10.639/03. In: CANDAU, Vera Maria; MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. (orgs.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

GOMES, Nilma Lino. Educação, relações étnico-raciais e a Lei 10.639/03. São Paulo: Instituto Geledés, 2011. Disponível em: <https://www.geledes.org.br/educacao-relacoes-etnico-raciais-e-lei-10-63903-2/?gclid=EAIaIQobChMIpL2F87qZ7AIVioSRCh1ChQveEAAYAiAAEgLKf_D_BwE>. Acesso em: 20 de ago. 2021.

GRUZINSKI, Serge. Por uma história das sensibilidades. In: PESAVENTO, Sandra Jatahy; LANGUE, Fréderique. Sensibilidades na história: memórias singulares e identidades sociais. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2007.

HOBSBAWM, Eric. A Era dos Extremos: o breve século XX (1914-1991). São. Paulo: Companhia das Letras, 1995.

JESUS, Carolina Maria de. Quarto de despejo: diário de uma favelada. São Paulo: Ática, 1960.

KILOMBA, Grada. Memórias da Plantação: episódios de racismo no cotidiano. [Tradução de Jess Oliveira] Rio de Janeiro: Cogobó, 2019.

LACAPRA, Dominick. History and the novel. In: History, Literature, Critical Theory. Ithaca: Cornell University Press, 2013.

LLOSA, Mario Vargas. Introducción. In.: La verdad de las mentiras. Madri: Editora Alfaguara, 2016.

LOWENTHAL, David. Como conhecemos o passado. Tradução de Lúcia Haddad. São Paulo: Proj. História, 1998, p. 63-201.

MAMDANI, Mahmood. When Victims Become Killers: Colonialism, Nativism and Genocide in Rwanda. Princeton: Princeton University Press, 2001.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. 3. ed. São Paulo: N-1 Edições, 2018.

MUKASONGA, Scholastique. Baratas. São Paulo: Editora Nós, 2018.

NASCIMENTO, Abdias do. O genocídio do negro brasileiro: processo de um racismo mascarado. São Paulo: Editora Perspectiva, 1978.

OLIVEIRA, Maria de Fátima.; SANTOS, Jocyléia Santana dos. Sensibilidades e Sociabilidades no Ensino de História. In: PESAVENTO, Sandra Jatahy (org.). Sensibilidades e sociabilidades: perspectivas de pesquisa. Goiânia: Editora da UCG, 2008.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. In: Estudos Históricos, Rio de Janeiro: vol. 2, nº 3, 1989.

MORTATTI, Maria do Rosario Longo. Entre a literatura e o ensino: a formação do leitor. São Paulo: Editora Unesp Digital, 2018.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & história cultural. 2ª Edição. Belo. Horizonte: Autêntica, 2005.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História e Literatura: uma velha-nova história. Nuevo Mundo Mundos [Emlínea] Nuevos, Debates, 2006. Disponível em <http://nuevomundo.revues.org/index1560.html>. Acesso em: 01 de set. de 2021.

SARLO, Beatriz. Tempo Passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo, Companhia das Letras/. Belo Horizonte, UFMG, 2007.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. O testemunho entre a ficção e o "real”. In: História, memória, literatura: o testemunho na era das catástrofes. Campinas: Ed. da Unicamp, 2013.

SEVCENKO, Nicolau. Introdução. In: Literatura como Missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

SOARES JUNIOR, Azemar dos Santos. Ensino de história e sensibilidade: o ver, o ouvir e o imaginar nas aulas de História. História & Ensino, Londrina, v. 25, n. 02, p. 167-190, jul./dez. 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

FERREIRA, A. G. Literatura e violência no ensino de História : uma breve análise das escritas de Carolina Maria de Jesus e Scholastique Mukasonga. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 39, 2021. DOI: 10.26512/emtempos.v1i39.39625. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/39625. Acesso em: 6 out. 2022.