“Um vácuo construído sobre um vazio”

cinema alemão oriental e o conflito geracional a respeito do passado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i37.34135

Palavras-chave:

Alemanha Oriental., Cinema Comparado., História e Cinema.

Resumo

O presente artigo, a partir da perspectiva metodológica do cinema comparado, reúne e analisa as relações entre pais, filhos e Segunda Guerra Mundial, representadas em dois diferentes filmes produzidos na Alemanha Oriental, em 1968 e 1971. Die Russen Kommen e Karriere possuem enquanto principal escopo o imediato pós guerra na Alemanha. Nas duas obras, enfatizamos passagens nas quais evidenciam-se o tensionamento geracional e familiar a respeito do passado. Esta abordagem possibilitou perceber a relação dos filmes com seu contexto específico de produção e, concomitantemente, a compreensão parcial da forma como o passado, colaboração ao regime nazista e relações familiares foram interpretadas pelo cinema da Alemanha Oriental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERT, Judith Clavir; ALBERT, Stewart (edt.). The Sixties Papers: Documents of a Rebellious Decade. New York: Praeger, 1984.

BROCKMANN, Stephen. A Critical History of German Film. Rochester, N.Y.: Camden House, 2010.

CIESLA, Burghard. The Russians Are Coming: A Film with Two Birthdays ”“ 1968 & 1987. The Russians Are Coming: A Film with Two Birthdays ”“ 1968 & 1987. The Russians Are Coming. A 2016 DVD Release by the DEFA Film Library (artigo presente no DVD do filme).

FEINSTEIN, Joshua. The Triumph of the Ordinary: Depictions of Daily Life in the East German Cinema, 1949”“1989. Chapel Hill, N.C: University of North Carolina, 2002.

FULBROOK, Mary. The Two Germans (1945 ”“ 1990). Studies in European History. New York: Oxford University Press, 1992.

GILLIS, J. Youth and History. Tradition and change in European age relations. 1770-present. London: Academic Press, Expanded Student Edition, 1981.

HOBSBAWM, Eric. A Era dos Extremos. O breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Cia. Das Letras, 1995.

JARAUSCH, Konrad H. After Hitler: Recivilizing Germans, 1945””1995. New York: University Press, 2006.

JUDT, Tony. Pós-guerra: uma história da Europa desde 1945. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.

KLIMKE, Martin; SCHARLOT, Joachim (Eds.). 1968 in Europe: An Introduction. In: KLIMKE, Martin; SCHARLOT, Joachim (Eds.). 1968 in Europe. A History of Protest and Activism, 1956”“1977. Palgrave Macmillan. Transnational History. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2008.

MAZOWER. Mark. Continente sombrio: a Europa no século XX. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

MÜLLER, Herta. Depressões. São Paulo: Editora Globo, 2010.

SOARES, Alexandre Martins. A Imagem da Mulher no Cinema da Alemanha Oriental. Orientador: Luiz Nazario. Tese (doutorado) ”“ Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Belas Artes, 2017.

SORLIN, Pierre. Sociologia del Cine. México: Fondo de Cultura Economica, 1985.

SOUTO, Mariana. Infiltrados e invasores: uma perspectiva comparada sobre as relações de classe no cinema brasileiro contemporâneo. Salvador: EDUFBA, 2019.

TANNER, Jakob. Motions and Emotions In: KLIMKE, Martin; SCHARLOT, Joachim (Eds.). 1968 in Europe. A History of Protest and Activism, 1956”“1977. Palgrave Macmillan. Transnational History. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2008.

WOLF, Dieter. How a Banned Movie Made It to Theaters… ””and”” An Interview with Heiner Carow. The Russians Are Coming: A Film with Two Birthdays ”“ 1968 & 1987. The Russians Are Coming. A 2016 DVD Release by the DEFA Film Library (artigo presente no DVD do filme).

Downloads

Publicado

2020-12-03

Como Citar

SANTOS, M. C. dos. “Um vácuo construído sobre um vazio”: cinema alemão oriental e o conflito geracional a respeito do passado. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 37, 2020. DOI: 10.26512/emtempos.v1i37.34135. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/34135. Acesso em: 5 fev. 2023.