“O Mulato”

uma reflexão sobre questões identitárias, no entrecruzamento entre história cultural e literatura

Autores

  • Francisco Olímpio

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i11.20071

Palavras-chave:

Representações. Literatura. Identidade.

Resumo

Tendo como pressuposto a vocação interdisciplinar da História Cultural, o romance “O Mulato”, de Aluísio Azevedo, é tomado como base empírica principal deste artigo voltado
para questões identitárias e raciais, que afloram no cotidiano brasileiro do século XIX. Na esteira do entrecruzamento de temporalidades, objetivou-se, na lida com fragmentos
discursivos selecionados da obra romanesca, destacar sentidos possíveis, para uma encenação cujo representacional, em contraponto com o Brasil de hoje, desvela mudanças, mas também permanências. Reside aí, aliás, o argumento norteador do estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AUTHIER-REVUZ, Jacqueline. Palavras Incertas: - As Não-Coincidências do Dizer. Campinas: UNICAMP, 1998.

BENATTI, Antônio Paulo. “História, ciência, Escritura e Política” In: RAGO, Margareth e GIMENES, Renato A. de Oliveira.(orgs). Narrar passado repensar história. Campinas ”“ São Paulo: Unicamp, 2000.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade. 12ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BRAGA, Luiz José. “Comunicação e Sociabilidade: lugar de fala. Geraes ”“ Revista de Comunicação Social. Belo Horizonte. UFMG. Nº 47. 1985, p.9.

CERTEAU, Michel de. A Invenção do Cotidiano 1 - Artes de fazer. Petrópolis-Rio de Janeiro: 1998.

CHARTIER, Roger. História Cultural: Entre Práticas e Representações. Lisboa/Difel: 1990.

COSTA, Sérgio. A construção sociológica da raça no Brasil, Rio de Janeiro: Record, 2000, pp. 35 a 6l.

MAINGUENEAU, Dominique. O Contexto da Obra Literária. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

MATTOS, Maria Izilda Santos de. Cotidiano e Cultura: História Cidade e Trabalho. São Paulo: Edusc, 2002.

MELLO, Maria T. Negrão de. “Santa Maria Pinta e Nina: A redescoberta dos Caribes em espaços discursivosbrasileiros”. In: Jaime de Almeida et alii (orgs.). Cenários Caribenhos, Brasília: paralelo 15, 2003.

MÉRIAN, Jean-Yves. Aluísio Azevedo Vida e Obra 1857-1930 ”“ O verdadeiro Brasil do Século XIX. Rio de Janeiro: Espaço e Tempo, 1988.

MOURA, Clovis. Sociologia do Negro Brasileiro. São Paulo: Ed. Ática, 1988.

NASCIMENTO, Abdias. O genocídio do negro americano. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

SODRÉ, Muniz. Claros e Escuros: Identidade, povo e mídia no Brasil. Rio de Janeiro/Petrópolis: Vozes, 1983.

VAINFAS, Ronaldo. Ideologia e escravidão: os letrados e a sociedade escravista no Brasil colonial. Rio de Janeiro: Petrópolis, 1983.

Downloads

Publicado

2011-02-03

Como Citar

OLÍMPIO, F. “O Mulato”: uma reflexão sobre questões identitárias, no entrecruzamento entre história cultural e literatura. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 11, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i11.20071. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/20071. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos