A tradução de contos de escritoras hispano-americanas ao português brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v11.n2.2022.42872

Palavras-chave:

Estudos de Tradução. Tradução literária. Binômio português / espanhol.

Resumo

Esta resenha apresenta um projeto realizado em uma universidade brasileira, com exemplos de problemas de tradução e uma reflexão sobre a tradução de contos de autoras que se destacaram em seus países – Argentina e Venezuela – no final do século XIX e início do século XX e que não ganharam projeção literária no Brasil, pois elas não tiveram, com raras exceções, suas obras traduzidas e publicadas em português. Com o objetivo de dar visibilidade a essas escritoras e promover pesquisas sobre a literatura latino-americana no Brasil, um grupo de quinze professores universitários de várias regiões do Brasil traduziu, ao português brasileiro, contos dessas autoras – e também de Bolívia, Chile, Colômbia, Cuba, Costa Rica e Peru – para formar a Antologia do conto feminino hispano-americano (editora LiberArs, no prelo). Os referencias teóricos são baseados nos Estudos Descritivos da Tradução (EDT), de Gideon Toury (1980), por proporem o reconhecimento da literatura como um sistema cultural que inclui a situação histórica, cultural e social do texto. Também se consideram os estudos enunciativos baseados em Mikhail Bakhtin (2003), que considera o fato literário como uma forma ideológica e, consequentemente, é o reflexo linguístico das ideologias sociais, elemento fundamental neste projeto, dada a distância temporal entre os originais e as traduções e certos elementos que condicionaram a tradução nos termos de Christiane Nord (1991), baseada na Teoria das Normas, de Toury (2004).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Corbetta Piletti, Universidade Federal do Rio Grande

Doutoranda em Ciências da Linguagem (área de concentração: Tradutologia) da Universidad Nacional de Córdoba (2016). Mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Católica de Pelotas (2008), especialização em Língua Espanhola pela Universidade Católica de Pelotas (2004) e graduação em Letras Português/Espanhol pela Universidade Federal do Rio Grande (2000). Atualmente, atua como Professora no Instituto de Letras e Artes da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Tem atuado em pesquisas na área de Tradução, na linha de pesquisa Tradução literária e fontes primárias do grupo de pesquisa Arquivos, fontes primárias e periódicos (FURG) e no projeto La traducción es una forma de conocimiento. En torno a la traducción relacional do grupo de pesquisa Estudios de traducción total (UNC). 

Adail Ubirajara Sobral, Universidade Federal do Rio Grande

Professor da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Coordenador do PPGL da FURG - Universidade Federal do Rio Grande. Coordenador do GT Estudos Bakhtinianos da ANPOLL. Pós-Doutorado na Université de Paris VIII - Vincennes Saint Dennis sobre a Filosofia do Ato de Bakhtin Doutor em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006). Mestre em Letras pela Universidade de São Paulo (1999), Especializado em Linguística pela UNICAMP (1983). Graduado em Letras pela Universidade Federal da Bahia (1977). Autor de A Filosofia Primeira de Bakhtin - Roteiro comentado (Campinas: Mercado de Letras, 2019), Do dialogismo ao gênero - as bases do pensamento do Círculo de Bakhtin (Campinas: Mercado de Letras, 2009), e de Dizer o "mesmo" a Outros - Ensaios sobre Tradução (São Paulo: SBS, 2008), bem como de vários ensaios, principalmente sobre Bakhtin e o Círculo. 

Referências

Torres y Quiroga, Raymunda. La cruz de brillantes (87-105). En: Abraham, C. (org.). (2016). Cuentos Fantásticos Argentino del siglo XIX. Buenos Aires: Fundación CICCUS.

Arambel-Guiñazú, María Cristina, & Martín, Claire Emilie (2001). Las mujeres toman la palabra. Escritura femenina del siglo XIX en Hispanoamérica (v. I). Madrid/Frankfurt: Iberoamericana/Vervuert.

Assis, Machado de. Pílades e Orestes. Recuperado a partir de http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000252.pdf

Bajtín, Mijaíl. (2003). Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes.

Batticuore, Graciela. (1992). Juana Manuela Gorriti. Escribir el cuerpo. V de Vian. (N.6), 32-33. Recuperado a partir de https://www.ahira.com.ar/ejemplares/v-de-vian-n-6/

Batticuore, Graciela. (2005). “Construcción y convalidación de la escritora romántica. Hacia la profesionalización.” La Mujer Romántica – autoras y escritores en la Argentina: 1830-1870. (275-332). Buenos Aires: Edhasa.

Buret, María Florencia (2017). La encrucijada feminista en la escritura de Raymunda Torres y Quiroga. Plurentes. Artes y Letras, n. 7, 17 may 2017. Recuperado a partir de https://revistas.unlp.edu.ar/PLR/article/view/1380

Calcaño, Pepita. El pozo de los ángeles. El Cojo Ilustrado. Caracas, Venezuela. 15 abr. 1893, año II, n. 32.

Evan-Zohar, Itamar (1990). Polysystem studies. Recuperado a partir de http://www.tau.ac.il/~itamarez/works/books/ez-pss1990.pdf

Fombona, Ignacia Pachano de. Abnegación. El Cojo Ilustrado. Caracas, Venezuela. 1º feb. 1895, año IV, n. 75.

Gorriti, Juana Manuela (2017). Contos. São Paulo, Brasil: LiberArs.

Lefevere, André (1997). Traducción, reescritura y la manipulación del canon literario. Trad. de Ma. Carmen África Vidal y Román Álvarez. Salamanca: Ediciones Colegio de España.

Moya, Virgilio (2000). La traducción de los nombres propios. Madrid: Cátedra.

Nord, Christiane (1991). Text Analisis in Translation. Theory, Methodology and Didactic Application of a Model for Translation-Oriented Text Analysis. Amsterdam: Rodopi.

Sobral, Adail. (2008). Dizer o mesmo a outros - ensaios sobre tradução. São Paulo: SBS.

Toury, Gideon (1980). Search of a Theory of Translation. Tel Aviv: Tel Aviv University.

Toury, Gideon. (2004). Los estudios descriptivos de traducción y más allá. Metodología de la investigación en estudios de traducción. Trad. de Rosa Rabadán y Raquel Merino. Madrid: Cátedra, 2004.

Publicado

20-11-2022

Como Citar

ALARCON VAZ, Artur Emilio; CORBETTA PILETTI, Daniele; SOBRAL, Adail Ubirajara. A tradução de contos de escritoras hispano-americanas ao português brasileiro. Belas Infiéis, Brasília, Brasil, v. 11, n. 2, p. 01–13, 2022. DOI: 10.26512/belasinfieis.v11.n2.2022.42872. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/42872. Acesso em: 16 abr. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.