Turismo, informação e sentido

reflexões acerca da aplicação da Teoria do Sense-Making no turismo e da necessidade de ir além

Palavras-chave: Palavras-chave: turismo; informação; informação em turismo; sense-making.

Resumo

A relação entre turismo e informação acontece de maneira essencial para o desenvolvimento da atividade turística, quer seja nas escolhas de viagens dos turistas (informação turística) ou especialmente no âmbito da tomada de decisão dos policymakersdo turismo de determinada localidade (informação em turismo). A partir dessa reflexão, apresenta-se a Teoria do Sense-Makingde Dervin (1983), cuja colaboração para o turismo é encontrada no fato de trabalhar a partir de abordagem cognitiva do usuário e sua relação com a informação. Tal abordagem aponta para possibilidades que se abrem no sentido de avanços na relação da informação gerada na academia e desenvolvimento do mercado turístico, no âmbito da criação de sentido para todos os possíveis usuários envolvidos, colaborando dessa forma, para o desenvolvimento turístico das localidades.

Palavras-chave:turismo; informação; informação em turismo; sense-making.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo Silveira, Sr., Universidade Federal do Paraná

Bacharel e Especialista em Turismo e Hotelaria (UNIVALI), Mestre em Turismo em Países em Desenvolvimento (Strathclyde/Escócia) e Doutor em Gestão e Desenvolvimento Turístico Sustentável (UMA/Espanha). Professor adjunto do Curso de Turismo e professor permanente do Programa de Pós-graduação em Turismo da UFPR.

Publicado
2018-12-19
Como Citar
MedagliaJ., & SilveiraC. E. (2018). Turismo, informação e sentido. Cenário: Revista Interdisciplinar Em Turismo E Território, 6(11). https://doi.org/10.26512/revistacenario.v6i11.19444
Seção
Artigos