Inovação, Hotelaria e Tendências

um estudo introdutório

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/revistacenario.v9i3.35753

Palavras-chave:

inovação; megatendências; tendência; hotelaria; turismo

Resumo

O turismo, enquanto fenômeno socioeconômico, influencia e é influenciado pelos movimentos da sociedade contemporânea. O objetivo deste artigo é discutir o conceito de inovação inserido no ambiente turístico, apresentando as megatendências indicadas pelo Copenhagen Institute for Futures Studies (CIFS, 2018), aplicadas neste contexto a exemplos na área de meios de hospedagem. Quanto à metodologia, o trabalho se caracterizou por pesquisa exploratória realizada a partir de revisão bibliográfica sistemática em bases ibero-americanas de turismo e gestão do conhecimento, seguida de análise documental, apresentando a hotelaria como objeto. Os resultados apontam uma lacuna teórica na relação de megatendências e tendências com a inovação no turismo, bem como, indicam que as megatendências mais encontradas na hotelaria são Desenvolvimento Tecnológico, Sustentabilidade e Individualização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Juliana Medaglia, Universidade Federal do Paraná -UFPR

Bacharel em Turismo (UAM), Especialista em Marketing (UFSC), Mestre em Turismo e Comunicação (UMA/Espanha) e Doutora em Ciência da Informação (UFMG). Professora do Mestrado e da Graduação do Departamento de Turismo da Universidade Federal Paraná (UFPR) e Coordenadora do Observatório de Turismo do Paraná (OBSTUR-PR)

Endereço: UFPR - Departamento de Turismo - Av. Sete de Setembro, 2645, 3° andar, Gabinete 418 - Edifício Teixeira Soares | Curitiba/PR. Instituição: UFPR - Universidade Federal do Paraná. Link para currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5292267261816076 E-mail: julianamedaglia@gmail.com

Número do Orcid: https://orcid.org/0000-0002-4034-5113

Stella Gardolinski, Universidade Federal do Paraná -UFPR

Graduanda em Turismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Bolsista de Iniciação Científica e voluntária no Observatório de Turismo do Paraná (OBSTUR-PR). Endereço: UFPR - Departamento de Turismo - Av. Sete de Setembro, 2645, 3° andar, Sala 308 - Edifício Teixeira Soares | Curitiba/PR.  Instituição: UFPR - Universidade Federal do Paraná. Link para currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/4435504025234056. E-mail: stella.antoniazzig@gmail.com Número do Orcid: https://orcid.org/0000-0003-1075-6226

Lucas Araújo Fagundes dos Reis, Universidade Federal do Paraná -UFPR

Tecnólogo em Marketing (OPET), Graduando em Turismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Voluntário no Observatório de Turismo do Paraná (OBSTUR-PR). 

Endereço: UFPR - Departamento de Turismo - Av. Sete de Setembro, 2645, 3° andar, Sala 308 - Edifício Teixeira Soares | Curitiba/PR

Instituição: UFPR - Universidade Federal do Paraná. Link para currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/9201107002257613 E-mail: lucas.afreis@outlook.com ; lucas.reis@ufpr.br Número do Orcid: https://orcid.org/0000-0003-1435-4419

 

Sofia Ignaszewski, Universidade Federal do Paraná -UFPR

Graduanda em Turismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Voluntária no Observatório de Turismo do Paraná (OBSTUR-PR). 

Endereço: UFPR - Departamento de Turismo - Av. Sete de Setembro, 2645, 3° andar, Sala 308 - Edifício Teixeira Soares | Curitiba/PR.  Instituição: UFPR - Universidade Federal do Paraná. Link para currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/9606399945056632 E-mail: soiga.agir@gmail.com Número do Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2660-741X 

Referências

Aires, J. D. M. A inovação na perspectiva de diretores de hotéis em Aveiro ”“ Portugal. (2017). Turismo - Visão e Ação, [S.L.], v. 19(3), 487. Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=29256

Araújo, R. M. d., & Ernesto Filho, I. E. (2014). Meios de hospedagem: um estudo sobre marcas no contexto da inovação. Revista Iberoamericana de Turismo, 4(1). Recuperado de http://www.seer.ufal.br/index.php/ritur/article/view/1234

Azevedo, E. A. d., & Barros Neto, J. J. d. S. (2017). Os novos cenários turísticos: inovação, planejamento e as megatendências. A Barriguda: Revista Científica, 7(2) Recuperado de http://www.abarriguda.org.br/revista/index.php/revistaabarrigudaarepb/article/view/384

Barbieri, J. C.; Cajazeira, J. E. R. Responsabilidade social empresarial e empresa sustentável: da teoria à prática. São Paulo: Saraiva, 2012.

Battaglia, R. (2018). O hotel japonês repleto de robôs-dinossauro. Recuperado de https://super.abril.com.br/sociedade/o-hotel-japones-repleto-de-robos-dinossauro/

Belmiro, J. N.; Claro, J. A. C.; Dias, A. H.; & Sarmento, M. B. C. S. (2011). Inovação de valor: o caso citizenm hotels value innovation: a case study of Citizenm hotels. Revista de Turismo visão e ação ”“ Eletrônica. v. 13(3), 299-310. Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=29755

Beni, M. C. (1996). Globalização do Turismo - Comunicação e Concorrência no Mercado Internacional. Turismo em Análise, São Paulo, p. 63-70, maio. Recuperado de http://www.periodicos.usp.br/rta/article/viewFile/63259/66043

Benur, A. M.; Bramwell, B. Tourism product development and product diversification in destinations. Tourism Management, v. 50, p. 213-224, 2015. Recuperado de http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0261517715000412.

Cacho, A. do N. B., & Azevedo, F. F. de. (2010). O Turismo no Contexto da Sociedade Informacional. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, v. 4,(2), 31-48. Recuperado de https://rbtur.org.br/rbtur/article/view/266

Calixto, F. (2016). Padronização vai para a gaveta em movimento de individualização nos hotéis da Accor. São Paulo. Recuperado de https://hoteliernews.com/noticias/padronizacao-vai-para-a-gaveta-em-movimento-de-individualizacao-nos-hoteis-da-accor-71465

Cardoso, M. L. & Figueiredo, M. D. de. (2016). Práticas de inovações sustentáveis: estudo qualitativo no setor hoteleiro em Fortaleza/CE. Caderno Virtual de Turismo, v. 16( 1), 46-59. Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=25362

Castells, M. (1999). A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra.

Comunicação, N. (2019). Robô é o novo recepcionista de tradicional hotel no interior de São Paulo. Maringá. Recuperado de https://revistaeconomia.com.br/robo-e- o-novo-recepcionista-de-tradicional-hotel-no-interior-de-sao-paulo/

Dencker, A. de F. M. (2007). Pesquisa em Turismo: planejamento, métodos e técnicas. São Paulo: Futura.

Conforto, E. C., Amaral, D. C., & Silva, S. D. (2011). Roteiro para revisão bibliográfica sistemática: aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. Trabalho apresentado, 8. Recuperado de: https://bit.ly/37GNUWO

Copenhagen Institute for Futures Studies (CIFS). (2018). Megatrends Futures Innovation. [Process Industries: Innovation & Futures]. Recuperado de https://bityli.com/rw3Td

García, F. A. ,Filho, L. A. M. M. & Júnior, A. d. S. (2016). Turismo e inovação: uma proposição de modelo de sistema de gestão para configuração de Destinos turísticos inteligentes. Revista de Cultura e Turismo: Edição Especial: Destinos Turísticos Inteligentes, 10, (2), 23-32. Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=25697

Gil, J. (2020). Megatendências Globais e sua aplicação em Turismo.[Apostila do curso de Planejamento de Cenários Futuros como Determinante para Produção de Inovação em Turismo]. Curitiba: Amplia Mundo/OBSTUR-PR.

Hinojosa, V. (2019). Ecoturismo: 10 hotéis sustentáveis ao redor do mundo. Recuperado de https://casavogue.globo.com/LazerCultura/Viagem/noticia/2019/04/ecoturismo-10-hoteis- sustentaveis-ao-redor-do-mundo.html

Panosso Netto, A.; Mazaro, R. Competitividade e inovação no Turismo.in: Beni, M.C.(2012). Turismo: planejamento estratégico e capacidade de gestão. Barueri: Manole.

Panosso Netto, A., Oliveira, L. S, & Severini, V. R. (2020, junho). Do overtourism à estagnação. Reflexões sobre a pandemia do Coronavírus e o turismo. Cenário: revista interdisciplinar em turismo e território, 8(14), 26. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/revistacenario/article/view/32002/26352

Perinotto, A. R. C., & Siqueira, R. A. d. (2018). As novas tendências do

Marketing digital para o setor turístico. Revista Turismo: Estudos e Práticas (RTEP/UERN), 7(2). Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=29046

Richardson, R. J. (2012). Pesquisa Social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Rivas, K. (2020). Conheça o room-office, a saída para o setor hoteleiro na pandemia: de hospedagem a escritório privado, conheça o mais novo concorrente dos coworkings. Recuperado de https://investnews.com.br/negocios/room-office-a-saida- para-o-setor-hoteleiro-na-pandemia/

Sacramento, P. M. & Teixeira, R. M. (Agosto de 2014). Implementação de ações inovadoras e empreendedorismo: Estudo de múltiplos casos em empresas hoteleiras de pequeno porte. Caderno Virtual de Turismo, v. 14 (2), 183-203. Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=24968

Santos, C. A. D. (2011). Pequenos negócios: Desafios e perspectivas”“Programas nacionais do SEBRAE. Carlos Alberto dos Santos, coordenação, 1, 59. Recuperado de http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/eb371126769c657cec60938c3816b38b/$File/NT00046726.pdf

Santos, T. (2020). Coronavírus: Belo Horizonte sedia primeiro hotel do país adaptado para a pandemia. Recuperado de https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2020/03/25/interna_gerais,1132166/coronavirus- bh-sedia-primeiro-hotel-do-pais-adaptado-para-pandemia.shtml

Silva, E. da.; Valentim, M. L. P. (2018). A contribuição dos sistemas de inovação e da cultura organizacional para a geração de inovação. Informação & Informação, v. 23(1), 450 ”“ 466,

jan./abr. Recuperado de http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/27693.

Sousa, B. M. (2016). A dinâmica diferenciadora e o processo de criação na gestão de destinos turísticos. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 10(1). Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=26653

Yeoman, I., Rebecca, T. L. Y., Mars, M., Wouters, M. (2012). 2050 ”“ Tomorrow’s Tourism. Channel View Publications, Toronto.

Wonderful Copenhagen. (2020). The End of Tourism as we Know It: towards a new beginning of localhood”.

Yu, A., & Klement, C. (2008). Inovação na indústria hoteleira: complementação entre inovações tecnológicas e inovações baseadas em serviços. Revista Acadêmica Observatório de Inovação do Turismo, 1(3). Recuperado de http://www.each.usp.br/turismo/publicacoesdeturismo/ref.php?id=25929

Downloads

Publicado

2021-09-13

Como Citar

Medaglia, J. ., Gardolinski, S., Araújo Fagundes dos Reis, L. ., & Ignaszewski, S. (2021). Inovação, Hotelaria e Tendências: um estudo introdutório. Cenário: Revista Interdisciplinar Em Turismo E Território, 9(3), 289–303. https://doi.org/10.26512/revistacenario.v9i3.35753

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)