Declaração Ética

Declaração Ética

 A revista Cenário preocupa-se com cultura da integridade e ética de seu conteúdo. Por isso adota as orientações do COPE.  A COPE (Comissão de Ética em Publicação) tem o compromisso de educar e apoiar editores, editores e aqueles envolvidos na ética da publicação com o objetivo de levar a cultura da publicação para aquela em que as práticas éticas se tornam parte normal da cultura editorial. Nossa abordagem está firmemente na direção de influenciar através da educação, dos recursos e do apoio de nossos membros, ao lado do fomento do debate profissional na comunidade em geral.

Alegações de má conduta: descrevemos ao longo da nossa política e práticas editoriais da revista Cenário as regras definidas pelo conselho editorial para normalizar a integridade e ética do conteúdo da revista.

Autoria e contribuição: nos preocupamos em resguardar os direitos e deveres de autores, avaliadores e editores, contribuindo para o processo de clareza e transparência do periódico.  A revista Cenário utiliza software certificado pela Universidade de Brasília, para auxiliar o reconhecimento de problemas de autoria de conteúdo, sua manipulação sistemática assim como sua abordagem ética. Nesse sentido adota a política de plagiarismo expressa da norma da APA 7.ed. e somente publica pesquisa envolvendo seres humanos de acordo com o CEP/UNB (Conselho de ética e pesquisa em Ciências Humanas e Sociais da UnB) que será acionado caso o conselho editorial tiver que lidar com os casos que deleguem supervisão ética.

Reclamações e recursos: todos as reclamações e recursos encaminhadas a revista Cenário, devem vir por escrito encaminhada ao seu conselho editorial.    O conselho editorial avaliará o pleito de acordo com as políticas de integridade e ética da revista. Nesse sentido formulará uma resposta oficial sobre a questão. Os casos omissos serão encaminhados a diretoria do Centro de Excelência em Turismo que poderá instaurar processo de apuração de responsabilidades junto a Universidade de Brasília/UnB.

Conflitos de interesses: os conflitos editoriais de interesse; as autorias de comentários e a práxis do conselho editorial serão constantemente avaliadas, atualizadas e descritas na política e prática editorial da revista Cenário, resguardando ao processo editorial a transparência, idoneidade e consideração a revisão e comentários de autores e avaliadores, assim como revisão e atualização constante de seu conselho editorial.

As "práticas de pesquisa questionáveis" (QRPs)  John, Loewenstein e Prelec (2012), como dados falsos, manipulação e exclusão de dados, hipótese teórica inconsistentes, fraudes serão avaliadas pelo conselho editorial baseados nos critérios definidos no próprio Regimento do Centro de Excelência em Turismo  da Universidade de Brasília.

Dados e reprodutibilidade: para preservar os dados de reprodutibilidade a revista Cenário possui um escopo definido por objetivos constantemente revisados assim como, uma política definida e escrita sobre o aceite de documentos para a publicação.

Propriedade intelectual: a revista Cenário descreve em sua política editorial os direitos e deveres de autores, avaliadores e editores, e utiliza licença Creative Commons, DOI, e identificação ORCID em todas as suas publicações. Ademais utiliza normalização internacional padrão APA 7.ed. na normalização da informação publicada em sua página.

Gerenciamento da revista: a revista Cenário é gerenciada pelo sistema OJS, onde garante toda a autenticidade e clareza do seu processo gerencial. O sistema OJS fornece todas as estatísticas para acompanhamento e controle de todo o processo editorial.

Processos de revisão por pares:   a revista Cenário adora a dupla revisão por pares, onde os processos são totalmente idôneos e transparentes. Nosso corpo editorial é constantemente treinado e auditado pelo setor de publicação eletrônica da Biblioteca da Universidade de Brasília.

Discussões pós-publicação: a revista Cenário mantém abertos canais de comunicação (e-mail, redes sociais: instagram, facebook) a fim de garantir discussões, correção, revisão e retração de artigos publicado em sua página.

 

Baseados na declaração da COPE são:

 

Deveres dos autores:

  1. os autores de textos originais deverão apresentar um relato preciso do trabalho de pesquisa realizado, bem como uma análise objetiva de seu significado.
  2.  um artigo deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros possam replicar o trabalho ou verificar os dados e informações levantadas. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem comportamento antiético e são inaceitáveis.
  3. os autores devem garantir que escreveram obras totalmente originais; se os autores usaram o trabalho e/ou palavras de outros, devem garantir que estes sejam devidamente citados ou referenciados. Os autores devem também observar as informações descritas em nosso documento prática de verificação de plágio, onde consta os procedimentos determinados pela norma APA 7. ed e ou suas atualizações.
  4.  os autores não devem publicar os manuscritos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária. Adicionalmente, a submissão do mesmo manuscrito a mais de um periódico simultaneamente constitui comportamento antiético e é inaceitável.
  5. o reconhecimento adequado do trabalho de outros pesquisadores deve ser sempre feito. Os autores devem citar todas as publicações que tenham sido influentes na determinação da natureza e dos resultados do trabalho relatado.
  6. a autoria deve ser limitada àqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, desenho, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Se há outros que participaram de certos aspectos substantivos do projeto de pesquisa, devem ser creditados ou listados apenas como contribuidores. O autor correspondente deve garantir que todos os coautores apropriados estejam incluídos no papel, e que coautores inapropriados não estejam incluí­dos; deve garantir também que todos os coautores viram e aprovaram a versão final do documento e concordaram com a sua submissão para publicação.
  7. todos os autores devem revelar no manuscrito qualquer conflito de interesse financeiro, profissional ou de qualquer outra natureza substantiva que possa ser interpretado como fator influente nos resultados da pesquisa ou na interpretação desses resultados. Os autores também devem divulgar todas as fontes de apoio financeiro para o projeto.
  8.  se um autor descobrir um erro ou imprecisão significativa em seu próprio trabalho publicado, deve notificar imediatamente a Equipe Editorial da revista e colaborar com eles para retratar ou corrigir o artigo.

 

Proposta de Política para Periódicos de Acesso Livre e política de direito autoral

 

Autores que publicam na revista Cenário concordam com os seguintes termos:

 

  1. Autores mantém os direitos autorais e concedem a revista o direito de primeira publicação, sendo o trabalho simultaneamente licenciado sob a Creative Commons Attribution License o que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.

 

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista.

 

  1. Autores cedem os direitos de autor do trabalho que ora apresentam a apreciação do Conselho Editorial da Revista Cenário, que poderá veicular o artigo na Revista Cenário e em bases de dados públicas e privadas, no Brasil e no exterior.

 

  1. Autores declaram que são integralmente responsáveis pela totalidade do conteúdo da contribuição que ora submetem ao Conselho Editorial da Revista Cenário.

 

  1. Autores declaram que não há conflito de interesse que possa interferir na imparcialidade dos trabalhos científicos apresentados ao Conselho Editorial da Revista Cenário.

 

  1. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

 

  1. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

 

  1. Os autores são responsáveis pela qualidade de metadados que eles inserem na revista.

 

Deveres dos Editores:

 

  1. Os editores são responsáveis por decidir quais artigos submetidos à revista devem ser publicados. Os editores devem seguir as políticas do conselho editorial da revista e levarão em conta requisitos legais, no que toca a assuntos como difamação, violação de direitos autorais e plágio. Os editores podem ainda consultar outros editores e revisores para auxiliar a sua tomada de decisões.

 

  1.  Os editores avaliam manuscritos pelo seu conteúdo intelectual, sem distinção de raça, sexo, orientação sexual, crenças religiosas, origem étnica, nacionalidade ou filosofia política dos autores.

 

  1.  Os editores e qualquer membro da Equipe Editorial não devem divulgar qualquer informação sobre um manuscrito submetido a qualquer pessoa que não seja o autor correspondente, os pareceristas, os pareceristas potenciais ou outros conselheiros editoriais, conforme o caso.

 

  1. Materiais inéditos divulgados em um artigo submetido não devem ser utilizados nas pesquisas próprias dos editores sem o expresso consentimento por escrito dos autores.

 

Deveres dos pareceristas ou avaliadores

 

  1. Os pareceristas ajudam os editores na tomada de decisões editoriais, por meio de comunicações com os editores e com o autor correspondente. Eles podem também auxiliar os autores na melhoria dos manuscritos.

 

  1. Qualquer avaliador convidado que se sinta desqualificado para analisar a pesquisa apresentada em um manuscrito ou que sabe que sua imediata revisão será impossível deve notificar imediatamente os editores e retirar-se do processo de revisão.

 

  1. os trabalhos recebidos para análise devem ser tratados pelos pareceristas como documentos confidenciais. Eles não devem ser mostrados ou discutidos com outros, exceto se autorizado pelos editores.

 

  1. as revisões e os pareceres devem ser conduzidos e redigidos de forma objetiva. Críticas pessoais aos autores são inadequadas. Os avaliadores devem expressar suas opiniões de forma clara, usando argumentos que apoiam a sua avaliação.

 

  1. os pareceristas devem identificar trabalhos publicados relevantes que não tenham sido citados pelos autores. Qualquer afirmação de que uma observação, derivação ou argumento tenham sido publicados antes devem ser acompanhados de citação da fonte relevante. Um parecerista deve também chamar a atenção dos editores para qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro trabalho publicado de que tenha conhecimento pessoal.

 

  1. informações privilegiadas ou ideias obtidas através da leitura dos manuscritos devem ser mantidas em sigilo e não devem ser utilizadas para proveito pessoal dos pareceristas. Os pareceristas não devem considerar manuscritos em que tenham conflitos de interesse resultantes de concorrência, colaboração, ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos autores, empresas ou instituições ligadas aos manuscritos.

 

Referências:

 

COPE About COPE | COPE: Committee on Publication Ethics

 

John LK, Loewenstein G, Prelec D. Measuring the prevalence of questionable research practices with incentives for truth telling. Psychol Sci. 2012 May 1;23(5):524-32. doi: 10.1177/0956797611430953. Epub 2012 Apr 16. PMID: 22508865.

 

Revista Patryter: Declaração sobre Ética e más práticas de publicação | PatryTer (unb.br).

 

Revista RICI.   Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação (unb.br)