A atualidade do conceito de gerações de Karl Mannheim

Main Article Content

Wivian Weller

Resumo

O conceito de gerações vem sendo retomado nas análises sociológicas que apontam não somente para as diferenças de classe, mas também para as desigualdades de gênero, étnico-raciais, culturais e geracionais. No entanto, “gerações” aparece como uma espécie de conceito guarda-chuva ou como categoria pouco teorizada. Embora o conceito de gerações de Mannheim represente, para muitos autores, a mais completa tentativa de explicação do tema, o mesmo tem sido, muitas vezes, citado por se tratar de um “clássico”: as potencialidades de análise do conceito proposto pelo autor ainda são muitas. O presente artigo apresenta, por um lado, uma reconstrução deste “famoso” ensaio que até hoje não chegou a ser integralmente traduzido e publicado no Brasil e, por outro, discute a atualidade e pertinência do artigo escrito por Mannheim em 1928 para os estudos contemporâneos sobre gerações e suas interfaces com outros campos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Weller, W. (2011). A atualidade do conceito de gerações de Karl Mannheim. Sociedade E Estado, 25(2). Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/sociedade/article/view/5530
Seção
Dossiê
Biografia do Autor

Wivian Weller, Universidade de Brasília

Graduada e mestra em Ciências da Educação, especialista em Métodos Qualitativos nas Ciências Sociais e doutora em Sociologia pela Universidade Livre de Berlim/Alemanha. É professora adjunta do Departamento de Teoria e Fundamentos, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Brasília.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.