Utilização de apps para o ensino do efeito Doppler

Autores

  • Kelly Wendi da Silva Universidade Federal do Acre (UFAC)
  • Bianca Martins Santos Universidade Federal do Acre (UFAC)
  • Lídia da Rocha Silva Universidade Federal do Acre (UFAC)

DOI:

https://doi.org/10.26512/rpf.v3iEspecial.25896

Palavras-chave:

PHYPHOX. Gerador de Frequências Sonoras. Efeito Doppler.

Resumo

O ensino e aprendizado de física faz parte de um importante processo que possibilita ao indivíduo um olhar detalhado e uma melhor compreensão da natureza e do meio que o cerca. Ressalta-se a importância das aulas desta componente curricular (MOREIRA, 2018), proporcionar aos alunos atividades que desenvolvam o pensamento crítico, observação prática do conteúdo teórico no cotidiano, além de possibilitar e facilitar o manuseio de equipamentos tecnológicos.

Partindo do princípio que a física procura descrever os eventos físicos da natureza, torna-se necessário a criação de pensamentos mais sistematizados, de forma a detalhar e classificar os fenômenos. Neste sentido, o discente de física deve desenvolver estas habilidades para uma melhor compreensão dos assuntos estudados, deixando de ter o papel de ser um espectador, para tornar-se responsável pelo processo e construção do próprio conhecimento.

Assim, o trabalho apresenta uma proposta de ensino para o tema do efeito Doppler, utilizado os aplicativos “Physical Phone Experments” e “Frequency Sound Generator”. São propostas atividades experimentais que possibilitem aos estudantes perceberem o efeito Doppler associado ao som. Além da realização e comprovação experimental do fenômeno com a utilização de APPs, disponíveis através das plataformas digitais e que podem servir de suporte para favorecer a construção da relação ensino-aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2019-07-06

Como Citar

DA SILVA, K. W.; SANTOS, B. M.; SILVA, L. da R. Utilização de apps para o ensino do efeito Doppler. Revista do Professor de Física, [S. l.], v. 3, n. Especial, p. 89–90, 2019. DOI: 10.26512/rpf.v3iEspecial.25896. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/25896. Acesso em: 7 dez. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)