Utilização de substâncias naturais no controle de Lipaphis erysimi (Kaltenbach, 1843) (Hemiptera: Aphididae) em cultivo orgânico de brócolis, Brassica oleracea var. italica (Brassicaceae)

Autores

  • Sônia Maria Forti Broglio Universidade Federal de Alagoas
  • Adriano Jorge Nunes dos Santos Universidade Federal de Lavras, MG
  • Nivia da Silva Dias-Pini Embrapa Agroindústria Tropical
  • Ellen Carine Neves Valente Universidade Federal de Alagoas
  • Lígia Broglio Micheletti Universidade Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Extratos vegetais, controle alternativo, afídeos

Resumo

Objetivou-se avaliar o efeito de extratos aquosos de folhas de Azadiracta indica (nim), frutos de Capsicum frutescens (pimenta-malagueta), rama e folhas de Mormodica charantia (melão-de-são-caetano), sementes de Piper nigrum (pimenta-do-reino) e NeenMax® (óleo de nim 2% i.a) no controle de Lipaphis erysimi, em cultivo orgânico de Brassica oleracea. Aplicações dos extratos a 10% (v/v) foram realizadas semanalmente, durante cinco semanas. Avaliou-se o número de plantas infestadas, porcentagem de folhas infestadas e ocorrência inicial de infestação em diferentes dias após o plantio (DAP). O óleo de nim (NeenMax®) e o extrato dos frutos de pimenta malagueta apresentaram melhor desempenho no controle de L. erysimi, durante o estágio inicial desenvolvimento vegetativo de B. oleraceae, até os 29 DAP. No estágio de desenvolvimento secundário (36 aos 50 DAP), o óleo de nim (NeenMax®) demostrou melhor desempenho em campo no controle dos afídeos, em cultivo organico de brócolis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-05-02

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.