Extratos vegetais na agricultura e no tratamento de sementes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33240/rba.v18i6.51136

Palavras-chave:

Sanidade de sementes, Compostos fenólicos, controle alternativo

Resumo

Em resposta aos efeitos nocivos da utilização de substâncias tóxicas na agricultura, a ciência tem avançado no desenvolvimento de soluções alternativas, visando compreender a eficácia e o potencial de extratos vegetais na agricultura. O objetivo desta pesquisa foi compreender, por meio de uma revisão sistematizada, a situação da pesquisa e divulgação científica, bem como a maneira que a ciência atual tem abordado a temática do uso de extratos vegetais na agricultura, especialmente na aplicação em sementes, além de caracterizar as principais classes e metabólitos secundários encontrados em estudos sobre o assunto. Observou-se um elevado número de publicações nos últimos dez anos, com destaque para os anos de 2018, 2019 e 2020, sendo o Brasil o país de maior produção de trabalhos voltados à essa área de estudo. O controle de microrganismos fitopatogênicos, controle de insetos, efeito bioestimulante, indução de resistência e efeito herbicida tem sido os principais temas explorados para uso na agricultura. O período entre 2015 e 2020 foi o que apresentou maiores índices de publicações de pesquisas que exploram extratos vegetais na agricultura, buscando identificar ou quantificar os compostos presentes nos extratos. Os compostos fenólicos são uma classe prioritária de metabólitos para diferentes funções, efeitos e aplicações na agricultura, principalmente no tratamento de sementes. Os terpenos apresentam grande potencial como bioinseticida para a agricultura. Espécies de plantas ricas em compostos fenólicos e terpenos são fontes potenciais de biocontrole alternativo na proteção de sistemas produtivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo da Silva Carvalho, UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI-UFVJM

Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Caxias 2017. Especialização em Educação e Ensino de Ciências pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Caxias, 2018. Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural- PPGADR da UFSCar Campus Araras, SP, 2021.  Dissertação orientada por Prof. Dr. Victor Augusto Forti, e co-orientado pelas Prof.as Dra. Mariana Altenhofen da Silva e Dra. Maria Tereza Mendes Ribeiro Borges, no Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar; Defendida em 31/08/2021.

Doutorando em Ciência Florestal pelo Programa de Pós-graduação em Ciência Florestal na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri_UFVJM, Diamantina-MG (2022-2026). 

Endereço para CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/7872861024240630

 

Referências

CARVALHO, Ricardo da Silva. Extratos vegetais na agricultura e no tratamento de sementes. 2021. 64f. Dissertação (Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural) – Universidade Federal de São Carlos, Araras, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/14980. Acesso em: 10. out. 2023.

Downloads

Publicado

2023-12-20

Edição

Seção

Resumos de Dissertações e Teses

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.