Construção da base de dados em arquivística: uma ferramenta de pesquisa

Autores

  • Katia Isabelli Melo Professora do curso de Arquivologia da Universidade de Brasília (UnB)
  • Suzann Souza Arquivista, Universidade de Brasília (UnB)
  • Douglas Paiva Graduando em Arquivologia, Universidade de Brasília (UnB)

Palavras-chave:

Arquivologia, Produção científica, Eventos científicos

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apresentar a Base de Dados em Arquivística, BDA, resultado de Projetos de Iniciação Científica e Projetos de extensão com a participação exclusiva de discentes dos cursos de graduação em Arquivologia e Biblioteconomia da Faculdade de Ciência da Informação, da Universidade de Brasília. Iniciado em 2019, o Projeto buscou reunir, na BDA, a produção científica e técnica em arquivística, considerando majoritariamente os autores nacionais e o idioma português.

A pesquisa, de caráter exploratória, ateve-se a identificar os periódicos, livros e as edições dos eventos científicos da área. Por meio de uma revisão de literatura sobre o tema buscou-se os elementos que integram uma base de dados a fim de subsidiar o modelo da BDA. Com mais de sete mil e quinhentos itens registrados, a BDA consolida-se como uma ferramenta inédita e original para a área sendo de acesso livre e gratuito. Com mais de sete mil e quinhentos itens registrados, a BDA consolida-se como uma ferramenta inédita e original para a área sendo de acesso livre e gratuito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, C. A. Á.; VAZ, G. A. Mapeamento da pesquisa em Arquivologia no Brasil a partir do estudo de periódicos científicos. Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cientometria. Gramado, v. 3, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/47003. Acesso em: abril de 2022.

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.

COSTA, A. S. A bibliografia arquivística no Brasil: análise quantitativa e qualitativa. Arquivística.net. Rio de janeiro, v.3, n.1, p.8-26, jan./jun.2007.

COSTA, A. S. Produção de Conhecimento em Arquivologia ou em Ciência da Informação? Uma análise a partir dos livros em Arquivologia originados de Teses e Dissertações em Ciência da Informação no Brasil. Revista EDICIC, v.1, n.4, p.175-187, out./dez. 2011. Disponível em https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/3867009.pdf. Acesso em: abril de 2022.

CUNHA. M. B. Bases de Dados no Brasil: um potencial inexplorado. Revista IBICT - Ciência da Informação. Brasília, v. 18, n. 1. 1989.

FISCHER, S. R. A testemunha imortal. In: FISCHER, S. R. História da leitura. São Paulo: Ed. Unesp, 2006.

KREUTZ, E. A., Identidade Visual Corporativa Mutante: uma estratégia comunicacional contemporânea. Intercom–Soc. Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, XXX Congresso–comunicação. Santos. 2007. Disponível em https://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2007/resumos/ R1695-1.pdf . Acesso em: abril de 2022.

MAIA, M. E.; FERREIRA, D. S.; BARRANCOS, J. E. Revista Analisando em Ciência da Informação: análise bibliométrica da produção científica em Arquivologia. Revista Analisando em Ciência da Informação - RACIn, João Pessoa, v. 6, n. especial, p. 729-744, out. 2018.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília, Briquet de Lemos, 1999. MELO, K. I. Base de Dados em Arquivística: a produção científica brasileira. In: Arquivo, documento e informação em cenários híbridos: anais do Simpósio Internacional de Arquivos. Anais... São Paulo (SP) Eventus, 8, 2021. Disponível em: https://www.even3.com.br/anais/simposiointernacionaldearquivos/292347-base-de-dados-em-arquivistica--a-producao-cientifica-brasileira/. Acesso em: abril de 2022.

MELO, K. I.; SOUZA, S. Base de Dados em Arquivística: uma experiência de pesquisa. Oficina Sempre às Sextas. Projeto SESA, Associação dos Arquivistas da Paraíba e Curso de Arquivologia da UEPB. João Pessoa. out. 2021. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=jia7nl8emhk&t=35s Acesso em: abril de 2022.

MELO, K. I.; CARDOSO, A. C. Arquivista como protagonista nos eventos científicos: uma análise dos congressos de Arquivologia no Brasil. PÁGINAS a&b. Lisboa, S.3, 4, p. 58-76. 2018.

NIELSEN, J.; LORANGER, H. Usabilidade na Web: projetando websites com qualidade. Editora Campus. 2007.

PUPIM, E. K.; MADIO, T. C. C. Periódico Arquivo & Administração: reflexões a partir de uma análise métrica. In: XIV Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 14., Florianópolis. Anais..., 2013.

SAYÃO, L. F. Bases de dados: a metáfora científica. Ciência da Informação. v.25, n. 3, 1996. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/629. Acesso em: abril de 2022.

SILVA, J. C. R. P. da. Diretrizes para análise e desenvolvimento de identidade visual – Contribuições para o design ergonômico. Bauru. 2012.

SOUZA, K. I. M. Arquivista, visibilidade profissional: formação, associativismo e mercado de trabalho. Brasília, Starprint. 2011.

Downloads

Publicado

2023-01-16

Como Citar

ISABELLI MELO, Katia; SOUZA, Suzann; PAIVA, Douglas. Construção da base de dados em arquivística: uma ferramenta de pesquisa. Participação, [S. l.], v. 1, n. 38, 2023. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/participacao/article/view/46805. Acesso em: 25 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.