A Experimentação Científica em atividades de Extensão na Universidade de Brasília com alunas do Ensino Médio

Autores

  • Samyla Leite de Queiroz Faculdade do Gama (FGA)/Universidade de Brasília
  • Ingryd Karine Batista Bruno Faculdade do Gama (FGA)/Universidade de Brasília
  • Mônica Cristina França Centro Educacional 08 do Gama (CED 08)
  • Rodrigo Arbey Munoz Meneses Faculdade do Gama (FGA)/Universidade de Brasília
  • Rudi Henri Van Els Faculdade do Gama (FGA)/Universidade de Brasília
  • Roseany de Vasconcelos Vieira Lopes Faculdade do Gama (FGA)/Universidade de Brasília

Palavras-chave:

mulheres na engenharia, extensão, ambiente universi´tário

Resumo

O presente artigo tem a finalidade de apresentar as atividades desenvolvidas dentro do projeto de extensão “Elas na Engenharia do Campus Gama”, que vem sendo desenvolvido no campus Gama (FGA) da Universidade de Brasília e que consiste em estimular alunas do Centro Educacional 8 (CED 08) do bairro do Gama a participar de atividades de iniciação científica e de extensão relacionadas aos cursos engenharia lá oferecidos: Automotiva, Aeroespacial, Energia, Eletrônica e Software e, com isso, espera-se despertar o interesse vocacional pela profissão de engenheira pelas mulheres, considerando que hoje elas representam menos do 20% dos alunos em cursos de engenharia na Universidade de Brasília-UnB.O desenvolvimento das atividades consistiu em ações de tutoria, reforço escolar, experimentação científica, além da inserção das alunas no ambiente universitário. O projeto de extensão vem sendo desenvolvido em ação continuadadesde 2021,sob a coordenação de duas equipes, uma delas é composta por uma professora e alunas extensionistas da FGA e a outra por uma professora e alunas da própria escola. As atividades desenvolvidas têm mostrado resultados importantes, pois além de melhorar o desempenho acadêmico na matéria de Química, algumas alunas além de expressarem o desejo de cursar engenharia ou outro curso da área das exatase ciência da computação estão inseridas nos referidos cursos na UnB ou em outras instituições.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRITO, C.; PAVANI, D.; LIMA Jr, P. Meninas na Ciência: atraindo jovens mulheres para carreiras de Ciência e Tecnologia. Revista Gênero, v.16, n.1, p.33 – 50, 2015.

CARNEIRO, S.G.; SILVA, G.C.; DA SILVA, L.A.; DA COSTA, V.G.; DA SILVA, A.V.Mulheresnas ciências exatas, engenharia e computação: uma revisão integrativa. Revista Multidisciplinar: Humanidade & Tecnologia em revista (Finom), v.20, p.159-175.jan-julde 2020.

CUNHA, U.F.C.; MIRANDA, C.M.; RAMBO, M.K.D. Mulheres nas ciências exatas e tecnologias: um olhar para a Universidade Federal do Tocantins – UFT na perspectiva de gênero. Revista Humanidades e Inovação. v.7, p.276-289, fevereiro de 2020.

IBGE. Estatísticas de Gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil. Rio de Janeiro, 2020.Disponível em <https://www.ibge.gov.br/apps/snig/v1/?loc=0>. Acesso em: 15 de abril de 2023.

FARIAS, G.B.L; RODRIGUES, R.S.; CARDOSO, S.R.P. A extensão universitária como ferramenta para aprendizado no ensino superior. RevistaHolos, Ano 35, v.02, 2019. DOI: 10.15628/holos.2019.9133

MOZAHEM, N.A.; GHANEM, C.M.; HAMIEH, F.K.; SHOUJAA, R.E. Women in engineering: A qualitative investigation of the contextual supportand barriers to their career choice. Women's Studies International Forum, v.74, p.127–136.Abril, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.wsif.2019.03.014

PINHEIRO, J.V.; NARCISO, C.S. A importância da inserção de atividades de extensão universitária para o desenvolvimento profissional. Revista Extensão & Sociedade, v. 14, n. 2, jun./nov., 2022.

POLETTI, L. Mulheres têm conquistado mais espaços na UnB. Disponível em: https://www.noticias.unb.br/112-extensao-e-comunidade/5559-mulheres-tem-conquistado-/mais-espacos-na-unb. Acessoem 01/07/2023.

SILVA, D.N.; SILVA, W.D.O.; FONTANA, M.E.A Gendered perspective of challenges women in engineering careers face to reach leadership positions: A innovative theoretical model from Brazilian students' perceptions, Women’s Studies International Forum, v.98, março, 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/j.wsif.2023.102712

SOUZA, L.A. B.; PIMENTEL, C.A. Mulheres na engenharia: relato de experiênciado projeto elas mudam o mundo. Revista Extensão, UFRB, v.1, p. 125-132, 2021.

SOUZA, C.G.F.; M.A.M. A participação da mulher nos cursos de engenharia da ufersa: um estudo de caso no campus Mossoró, 2019, Trabalho de conclusão de curso, Universidade Federal Rural do Semiárido – UFERSA,Curso Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, Mossoró, RN, 2019.

TARASIUK, K. Por que precisamos de mais mulheres nas ciências exatas?, 2021. Disponível em: https://jornal.usp.br/universidade/por-que-precisamos-de-mais-mulheres-nas-ciencias-exatas/. Acesso em: 20/04/2023

TAVARES, G.V.; MOREIRA, R. A inserção das mulheres nas engenharias, Research, Society andDevelopment, v.11, p.1-10, setembro de 2022. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i13.34747

Downloads

Publicado

2023-07-31

Como Citar

LEITE DE QUEIROZ, Samyla; BATISTA BRUNO, Ingryd Karine; FRANÇA, Mônica Cristina; ARBEY MUNOZ MENESES, Rodrigo; HENRI VAN ELS, Rudi; DE VASCONCELOS VIEIRA LOPES, Roseany. A Experimentação Científica em atividades de Extensão na Universidade de Brasília com alunas do Ensino Médio . Participação, [S. l.], v. 1, n. 39, p. 32–44, 2023. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/participacao/article/view/48197. Acesso em: 18 abr. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.