Pedagogia da Catástrofe

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/rfmc.v9i3.43009

Palavras-chave:

Educação. Empreendedorismo. Seleção. Expectativas.

Resumo

O artigo tem por objetivo colocar em discussão as relações entre trabalho, educação e política, analisando como relações materiais do cotidiano se projetam enquanto formas de viver o tempo presente e as expectativas em relação ao futuro. Partido das “expectativas seletivas”, diante da possibilidade de descarte num mercado de trabalho eliminatório, investiga-se as práticas voltadas para o empreendedorismo e seletividade tanto no âmbito do trabalho quanto no da educação formal e não-formal, salientando os vínculos entre rentabilidade e punição, no cruzamento entre políticas sociais privatizadas e militarização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Carolina de Roig Catini, Universidade Estadual de Campinas, Unicamp

Professora do Departamento de Ciências Sociais da Educação (DECISE) da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (FE-UNICAMP). Doutora em Estado, Educação e Sociedade pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP).

Referências

ADORNO, T. W. O que significa elaborar o passado. In: Educação e emancipação. Tradução de Wolgang Leo Maar. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1995.

ADORNO, T. W. Aspectos do novo radicalismo de direita. Tradução de Felipe Catalani. São Paulo: Editora UNESP, 2020.

ARANTES, P. “Zonas de Espera”. In: ARANTES, P. O novo tempo do mundo: e outros ensaios sobre a era de emergência. São Paulo, Boitempo, 2014.

ARANTES, P. E. Depois de junho a paz será total [2014]. Paulo Eduardo Arantes, São Paulo: s.n (original de 2014), 2021a. (Coleção Sentimento da Dialética. Coord. Pedro Fiori Arantes). Disponível em [https://sentimentodadialetica.org/dialetica/catalog/book/93]: acessado em [12/12/2021].

ARANTES, P. E. O mundo como alvo: uma genealogia da militarização contemporânea. Paulo Eduardo Arantes, São Paulo: s.n. (original de 2019), 2021b. (Coleção Sentimento da Dialética. Coord. Pedro Fiori Arantes). Disponível em [https://sentimentodadialetica.org/dialetica/catalog/book/110]: acessado em [12/12/2021].

ARENDT, H. Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

BANCO MUNDIAL. O Combate à Pobreza no Brasil: Relatório sobre Pobreza, com ênfase nas políticas voltadas para a Redução da Pobreza, vol. I. Departamento do Brasil – Setor de Redução da Pobreza e Manejo Econômico, Região da América Latina e do Caribe, Washington D.C., 2001.

BATISTA, V. M. “A governamentalização da juventude: policizando o social”. In: Revista Epos, vol. 1, n. 1, Rio de Janeiro, jan. 2010.

BENJAMIN, W., LÖWY, M. (Org., Comp.) O capitalismo como religião. Tradução de Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2013.

BRUNS, B., LUQUE, J. Great Teachers: How to Raise Teacher Quality and Student Learning in Latin America and the Caribbean. Overview booklet. Washington D.C.: Banco Mundial, Licença: Creative Commons Attribution, 2014.

CASEMIRO, P. “Funcionários de rede de franquias tatuam meta de novas lojas no interior de SP”. In: G1 Vale do Paraíba e região, 22/10/2020. Disponível em [https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2020/10/22/funcionarios-de-rede-de-franquias-tatuam-meta-de-novas-lojas-no-interior-de-sp.ghtml]: acessado [12/12/2021]

CATINI, C. “Empreendedorismo, privatização e o trabalho sujo da educação”. In: Revista USP 127, pp. 53-68, 2020.

CATINI, C. “A educação bancária, ‘com um Itaú de vantagens’”. In: Germinal: Marxismo e educação em debate, 13 (1), pp. 90-118, 2021.

CATINI, C., OLIVEIRA, R. “Depois do Fim”. In: Passa Palavra, 2018. Disponível em [https://passapalavra.info/2018/11/123386/]: acessado em [12/12/2021].

CHAPOUTOT, J. Libres d’obéir Le management, du nazisme à aujourd’hui. Paris: Gallimard, 2020 (NRF Essais).

DARDOT et al. A escolha da guerra civil: uma outra história do neoliberalismo. Tradução de Márcia Pererira Cunha. São Paulo: Elefante, 2021.

DARDOT, P., LAVAL, C. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

EHRENBERG, A. O culto da performance: da aventura empreendedora à depressão nervosa. Aparecida, SP: Ideias e Letras, 2010 (Coleção Management).

ETCHEGOYEN, S. W., FREITAS, R. F. S. “Infraestrutura e Autoregulação”. In: Folha de S. Paulo, 9/4/2019.

ENGUITA, M. F. A Face Oculta da escola: educação e trabalho no capitalismo. Tradução de Thomaz Tadeu da Silva. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

FRANCO, M. UPP – A redução da favela a três letras: uma análise da política de segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Dissertação de Mestrado em Administração, Niterói, RJ, Universidade Federal Fluminense, 2014. Disponível em [https://app.uff.br/riuff/bitstream/1/2166/1/Marielle%20Franco.pdf]: acessado em [12/12/2021].

FRAGA E. “‘Juventude vive crise voraz com inserção precária no mercado de trabalho’, diz Ricardo Henriques”. In: Folha de S. Paulo, 31/10/2020. Disponível em [https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/10/juventude-vive-crise-voraz-com-insercao-precaria-no-mercado-de-trabalho-diz-ricardo-henriques.shtml]: acessado em [12/12/2021].

HARTOG, F. Regimes de Historicidade: presentismo e experiências do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2021 (Coleção História e Historiografia).

GOUGH I. Capital Global, necessidades básicas e políticas sociais. Buenos Aires: Miño y Dávila Editores, 2003.

ITAÚ EDUCAÇÃO E TRABALHO. Educação profissional e tecnológica emancipatória: juventudes e trabalho. São Paulo: Fundação Itaú para a Educação e Cultura, 2020.

KURZ, R. Não-rentáveis do Mundo, Uni-vos! Tradução de Nikola Grabski, 02/05/2003. Disponível em [http://www.obeco-online.org/rkurz134.htm]: acessado em [12/12/2021].

LASCH, C. O Mínimo Eu: Sobrevivência psíquica em tempos difíceis. São Paulo: Brasiliense, 1986.

LAVINAS, L. “Trocando poréns com um petista que já me representou”. In: Revista Rosa, S.Paulo, vol. 3, n. 1, 26/2/2021. Disponível em [https://revistarosa.com/3/trocando-porens-com-um-petista-que-ja-me-representou]: acessado em [12/12/2021].

LEVI, p. É isto um homem? Tradução de Luigi Del Re. Rio de janeiro: Rocco, 1988.

LUXEMBURGO, R. “No Albergue”. In: SCHÜTRUMPF, J. (Org.) Rosa Luxemburg ou o preço da liberdade. São Paulo: Expressão Popular; Fundação Rosa Luxemburg, 2006.

MARX, K. O Capital: crítica da economia política, livro 1: o processo de produção do capital, 2ªed. Tradução de Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo, 2017.

McNAMARA, R. Discurso ante la Junta de Gobernadores. Washington DC: 25-29 de septiembre, 1972. p. 31.

MOTTA, L. Fazer Estado, produzir ordem: gestão do conflito urbano em projetos sociais para a juventude vulnerável. São Carlos: EdUsfcar, 2021.

OLIVEIRA, A. S. de. “O evangelho marginal dos racionais Mc’s”. In: Sobrevivendo no Inferno: Racionais MC’s, prefácio. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

OLIVEIRA, F. de. “Passagem na neblina”. In: OLIVEIRA, F. de., D., STÉDILE, J. P., GENOINO, J. Classes Sociais em mudança e a luta pelo socialismo. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2000 (Coleção Socialismo em discussão).

PEREIRA, J. M. M. “Assaltando a pobreza: política e doutrina econômica na história do Banco Mundial (1944-2014)”. In: Revista de história. (São Paulo), n. 174, pp. 235-265, jan.-jun., 2016.

PEREIRA, J. M. M. “O Banco Mundial e a construção político-intelectual do ‘combate à pobreza’”. In: Topoi (Online): Revista de história, vol. 11, pp. 260-282, 2010.

PINHEIRO, M. “Brasil encara a batalha para prosperar no ensino médio”. In: El País. São Paulo, 23/2/2018. Disponível em [https://brasil.elpais.com/brasil/2018/02/22/politica/1519256346_754753.html]: acessado em 12/12/2021.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Produtividade PROERD 2018, 2018. Disponível em [http://www4.policiamilitar.sp.gov.br/unidades/dpcdh/index.php/dados-proerd/]: acessado em [29/07/2021].

SAFATLE, V. “A economia é a continuação da psicologia por outros meios: sofrimento psíquico e neoliberalismo voo economia moral”. In: SAFATLE, V., SILVA JUNIOR, N., DUNKER, C. (Orgs.) Neoliberalismo como gestão do sofrimento psíquico. Belo Horizonte: Autêntica, 2021.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. Compromisso todos pela educação: bases éticas, jurídicas, pedagógicas, gerenciais, político-sociais e culturais. São Paulo: Todos Pela Educação, 2006.

WACQUANT, L. Punir os pobres: a nova gestão da miséria nos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

WOODCOOK, J. “O panóptico algorítmico da Deliveroo”. In: ANTUNES, R. (Org.) Uberização, Trabalho Digital e Indústria 4.0. São Paulo: Boitempo, 2020 (Mundo do Trabalho).

VALOR ECONÔMICO. Nós temos é que desconstruir muita coisa, diz Bolsonaro durante jantar, Valor Econômico, 17/03/2019. Disponível em [https://valor.globo.com/brasil/noticia/2019/03/18/nos-temos-e-que-desconstruir-muita-coisa-diz-bolsonaro-durante-jantar.ghtml]: acessado em [12/12/2021].

VIANA, S. Rituais de sofrimento. São Paulo: Boitempo, 2012.

ZIBECHI, R. Progre-Sismo: la domesticación de los conflictos sociales. Santiago de Chile: Editorial Quimantú, 2010.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

CATINI, C. de R. . Pedagogia da Catástrofe. Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 99–128, 2021. DOI: 10.26512/rfmc.v9i3.43009. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/fmc/article/view/43009. Acesso em: 3 fev. 2023.