Epidemias de varíola na América Portuguesa: uma análise dos registros históricos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v22i42.51223

Palavras-chave:

História das Epidemias, História da Doença, Registros Históricos

Resumo

O presente artigo busca discutir a ocorrência de epidemias de varíola na América Portuguesa entre os séculos XVI e XVIII, com base em fontes múltiplas, incluindo: as cartas deixadas por missionários da Companhia de Jesus, crônicas, documentos avulsos e cartas pertencentes ao Projeto Resgate – Biblioteca Nacional. Tem-se como objetivo explorar e analisar a ocorrência de registros epidêmicos na colônia portuguesa, buscando destacar a multiplicidade de fontes primárias produzidas no período e sua dinâmica de construção, ressaltando a importância da análise desses registros para a produção de pesquisa em história das epidemias e da doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Poliana Orosa Rodrigues, UNIRIO

Mestranda em História Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Foi monitora em Memória, Cultura e Sociedade sob orientação da Profa. Dra. Icleia Thiesen. E estagiária do Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, sob orientação da Profa. Dra. Laurinda Rosa Maciel. Também trabalhou como pesquisadora para a Academia Nacional de Medicina no projeto: "Bicentenário da Independência: uma Análise Crítica dos 200 anos de uma Medicina brasileira". Desenvolve estudos com ênfase na História do Brasil Colônia e Império, mais especificamente: história das ciências, da medicina e das epidemias.

Referências

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS (org.). Cartas avulsas: 1550-1568. Rio de Janeiro: Officina Industrial Graphica, 1931.

ALDEN, Dauril; MILLER, Joseph. Out of Africa: the slave trade and the transmission of smallpox to Brazil. Journal of Interdisciplinary History: Cambridge, v.18, n.2,1987.

ANCHIETA, José de. Cartas, Informações, Fragmentos Históricos e Sermões do Padre Joseph de Anchieta, S. J.:(1554-1594). Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1933.

ANZOLIN, A. S. Entre mortes e lembranças: Notas sobre as reações dos Tupi à pandemia de varíola de 1562-64. Revista Latino-Americana de História, v.3, 2015. Disponível em: https://revistas.unisinos.br/rla/index.php/rla/article/view/481. Acesso: 07 de junho de 2023.

ANZOLIN, A. S. As doenças como exempla: epidemias e mortes nas cartas do jesuíta José de Anchieta. Cadernos de História, v. 17, n. 27, p. 274-288, 30 out. 2016. Disponível em: https://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/view/P.2237-8871.2016v17n27p274. Acesso: 07 de junho de 2023.

BARBOSA, Benedito Carlos Costa. O comércio de africanos e o flagelo das bexigas na Amazônia colonial (1707-1750). In: PIMENTA, Tânia Salgado; GOMES, Flávio (org). Escravidão, doenças e práticas de cura no Brasil. Rio de Janeiro: Outras Letras, 2016.

BEHBEHANI, A M. The smallpox story: life and death of an old disease. Microbiological Reviews, [S.L.], v. 47, n. 4, p. 455-509, dez. 1983.

BETTENDORF, João Felipe, SJ. Crônica da missão dos Padres da Companhia de Jesus no Maranhão. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2010.

BORGES, V. R. A peleja contra uma epidemia de varíola negra e possíveis aproximações com o tempo da pandemia da covid-19. Temporalidades, v.2, p.38-67, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/23962. Acesso: 07 de junho de 2023.

CALAINHO, Daniela Buono. Norma e práxis na medicina luso-brasileira setecentista. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 25., 2009, Fortaleza. Anais do XXV Simpósio Nacional de História – História e Ética. Fortaleza: ANPUH, 2009.

CALAINHO, Daniela Buono. Jesuítas e medicina no Brasil colonial. Tempo [online]. 2005, v. 10, n. 19, p. 61-75. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-77042005000200005. Acesso: 07 de junho de 2023.

CAMPOS, Ernesto de Souza. “Considerações sobre a ocorrência da varíola e vacina no Brasil nos séculos XVII, XVIII e XIX: vistas sobre a luz de documentação coeva”. In: Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, vol. 231, abril-junho, 1956.

CARDIM, Fernão. Narrativa epistolar de uma viagem e missão jesuitica pela Bahia, Ilheos, Porto Seguro, Pernambuco, Espirito Santo, Rio de Janeiro, S. Vicente, S. Paulo, etc. [...] [...] desde o anno de 1583 ao de 1590, indo por visitador o P. Christovam de Gouvea escripta em duas Cartas ao P. Provincial em Portugal. Lisboa: Imprensa Nacional, 1847.

CARVALHO, L. D.; SALLES, W. D. Varíola, tabaco e sistemas atlânticos: as causas da ascensão da Costa da Mina e queda de Angola no comércio negreiro na segunda metade do século XVII. Revista Brasileira do Caribe (Impresso), v.17, 2016. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=159148014011. Acesso: 07 de junho de 2023.

CHAMBOULEYRON, Rafael et al. ‘Formidável contágio’: epidemias, trabalho e recrutamento na Amazônia colonial (1660-1750). História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.18, n.4, out-dez. 2011. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-59702011000400002. Acesso: 07 de junho de 2023.

CERUTTI, Simona. Microstoria: relações sociais versus modelos culturais? Algumas reflexões sobre estereótipos e práticas históricas. In: CARNEIRO, Daivy e VENDRAME, Maíra (orgs.). Espaços, escalas e práticas sociais na micro-história italiana. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2021, p. 39-58

COLEÇÃO MORGADO DE MATEUS. Biblioteca Nacional. Jacareí, São Paulo, 09 de maio de 1768, 2p. I-30,14,017 – Manuscritos. <http://acervo.bndigital.bn.br/sophia/index.asp?codigo_sophia=66182> Acesso: 07 de junho de 2023.

COLEÇÃO MORGADO DE MATEUS. Biblioteca Nacional. Jacareí, São Paulo, 08 de maio de 1768, 1p. I-30,21,004 nº001 – Manuscritos. <http://acervo.bndigital.bn.br/sophia/index.asp?codigo_sophia=61001> Acesso: 07 de junho de 2023.

FAGUNDES, F. R. R. As práticas de cura africanas, que viajaram nas redes de informações do Império Ultramarino Português: final do século XVIII e início do século XIX. In: V Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História, 2017.

FENNER F, Henderson D, Arita I, Jezek Z, Ladnyi ID. The history of smallpox and its spread around the world. In: Fenner F, Henderson D, Arita I, Jezek Z, Ladnyi ID, editors. Smallpox and its eradication. Geneva: WHO; 1988.

FLECK, Eliane Cristina Deckmann. Sobre feitiços e ritos: enfermidade e cura nas reduções jesuítico-guaranis (século 17). Varia Historia, [S.L.], v. 21, n. 33, p. 163-185, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-87752005000100008. Acesso: 07 de junho de 2023.

FLECK, Eliane Cristina Deckmann. Em busca da saúde das almas: medicina e missão nas reduções jesuítico-guaranis. Estudos de História, Franca, São Paulo, v.13, n.1, p.117-148, 2006.

GESTEIRA, Heloisa Meireles. A cura do corpo e a conversão da alma - conhecimento da natureza e conquista da América, séculos XVI e XVII. Topoi (Rio de Janeiro), [S.L.], v. 5, n. 8, p. 71-95, jun. 2004. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2237-101X005008002. Acesso: 07 de junho de 2023.

GURGEL, C. Doenças e Curas. O Brasil nos Primeiros Séculos. São Paulo: Editora Contexto, 2010.

GURGEL, Cristina Brandt Friedrich Martin; ROSA, Camila Pereira da. História da medicina: A varíola no Brasil colonial (séculos XVI e XVII). Revista de Patologia Tropical, vol. 41(4), out- dez, 2012.

HERSON, Bella. Cristãos-novos e seus descendentes na medicina brasileira (1500-1850). São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1996.

HOPKINS, Donald R. Princes and Peasants. Chicago e Londres: The University of Chicago Press, 1983.

KNIVET, Anthony. As incríveis aventuras e estranhos infortúnios de Anthony Knivet. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

LEITE, SERAFIM. História da Companhia de Jesus no Brasil. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1938.

LEVI, GUIDO CARLOS; KALLAS, ESPER GEORGES. ‘Varíola, sua prevenção vacinal e ameaça como agente de bioterrorismo’. In: Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 48, n. 4, Dec. 2002. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-42302002000400045. Acesso: 07 de junho de 2023.

LÉPINE, Claude. Os dois reis do Danxome: varíola e monarquia na África ocidental: 1650-1800. São Paulo: Fapesp, 2000.

MARTINS, Ana Canas Delgado. A documentação do Conselho Ultramarino como património arquivístico comum: subsídios à sua história. Revista Brasileira de História, [S.L.], v. 38, n. 78, p. 39-54, ago. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1806-93472018v38n78-02. Acesso: 07 de junho de 2023.

MECENAS, A. “A doença do corpo enche os adros e a doença da alma, os infernos”: práticas de cura no sertão da América Portuguesa (1690-1702). Revista Brasileira de História e Ciências Sociais, v.17, p.73-90, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.14295/rbhcs.v9i17.417. Acesso: 07 de junho de 2023.

MIRANDA, Carlos Alberto Cunha. A arte de curar nos tempos da colônia: limites e espaços da cura. 3. ed. Recife: Editora Ufpe, 2017.

MOLL, Aristides A. Aesculapius in Latin America. Philadelphia e Londres: W.B Saunders Company, 1944.

MORAES, José. Historia da Companhia de Jesus na extincta provincia do Maranhão e Pará. Rio de Janeiro: Typographia do Commercio, de Brito & Braga, 1860.

NÓBREGA, Manuel da. Cartas do Brasil do padre Manoel Danobrega (1549-1560). Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1886.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Bahia, 20 de junho de 1681. AHU-ACL_CU_005, Cx. 25, d. 3006. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/005_BA_LF/13847. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Bahia, 23 de outubro de 1730. AHU-ACL_CU_005, Cx. 37, d. 3418. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/005_BA_AV/23763. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Bahia, 18 de fevereiro de 1777. AHU-ACL_CU_005, Cx. 50, d. 9320. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/005_BA_CA/24526. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Bahia, 4 de abril de 1777. AHU-ACL_CU_005, Cx. 50, d. 9363. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/005_BA_CA/24602. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Bahia, 15 de janeiro de 1779. AHU-ACL_CU_005, Cx. 53, d. 10067. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/005_BA_CA/25837. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 9 de dezembro de 1696. AHU-ACL_CU_009, Cx. 9, d. 928. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/5552 Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 30 de novembro de 1744. AHU-ACL_CU_009, Cx. 28, d. 2885. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/18454. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 20 de junho de 1767. AHU-ACL_CU_009, Cx. 42, d. 4178. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/28580 Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 5 de março de 1769. AHU-ACL_CU_009, Cx. 43, d. 4244. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/29019. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 19 de maio de 1788. AHU-ACL_CU_009, Cx. 71, d. 6162. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/48917 Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 3 de junho. AHU-ACL_CU_009, Cx. 71, d. 6166. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/48950. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 29 de outubro de 1788. AHU-ACL_CU_009, Cx. 72, d. 6257. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/49593. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 22 de janeiro de 1789. AHU-ACL_CU_009, Cx. 73, d. 6287. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/50031. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 26 de janeiro de 1789. AHU-ACL_CU_009, Cx. 73, d. 6293. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/50074. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Maranhão, 2 de dezembro de 1799. AHU-ACL_CU_009, Cx. 108. d. 8488. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/009_MA/70222. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 2 de setembro de 1725. AHU-ACL_CU_013, Cx. 9, d. 757. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/5520. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 8 de setembro de 1725. AHU-ACL_CU_013, Cx. 9, d. 768. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/5582. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 13 de setembro de 1726, AHU-ACL_CU_013, Cx. 9, d. 855. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/6201. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 26 de abril de 1749. AHU-ACL_CU_013, Cx. 31, d. 2910. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/19918. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 4 de novembro de 1776. AHU-ACL_CU_013, Cx. 76, d. 6350. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/48176. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 15 de setembro de 1777. AHU-ACL_CU_013, Cx. 77, d. 6449. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/49148. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 11 de fevereiro de 1778. AHU-ACL_CU_013, Cx. 79, d. 6536. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/49944. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 18 de julho de 1794. AHU-ACL_CU_013, Cx. 104, d. 8248. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/65545. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 5 de maio de 1795. AHU-ACL_CU_013, Cx. 105, d. 8305. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/65968. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 12 de fevereiro de 1797. AHU-ACL_CU_013, Cx. 108, d. 8538. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/68027. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pará, 3 de outubro de 1798. AHU-ACL_CU_013, Cx. 113, d. 8788. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/013_PA/71310. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Pernambuco, 22 de março de 1776. AHU-ACL_CU_15, Cx. 122, d. 9308. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/015_PE/89805. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 1642. AHU-ACL_CU_17, Cx. 2, d. 107. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/017_RJ_AV/818. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, 4 de fevereiro de 1644. AHU-ACL_CU_17, Cx. 2, d. 116. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/017_RJ_AV/856. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, 10 de março de 1666. AHU-ACL_CU_17, Cx. 4, d. 362. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/017_RJ_AV/2653. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, 12 de março de 1666. AHU-ACL_CU_17, Cx. 4, d. 363. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/017_RJ_AV/2657. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, 26 de setembro de 1693. AHU-ACL_CU_17, Cx. 6, d. 565. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/017_RJ_AV/4139. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, 26 de setembro de 1693. AHU-ACL_CU_17, Cx. 6, d. 567. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/017_RJ_AV/4153. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. Rio Grande do Norte, 29 de abril de 1791. AHU-ACL_CU_18, Cx. 8, d. 483. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/018_RN/4576. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. São Paulo, 29 de novembro de 1775. AHU-ACL_CU_023, Cx. 7, d. 400. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/023_SP_AV/3614. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. São Paulo, 24 de dezembro de 1696. AHU-ACL_CU_023-01, Cx. 1, d. 46. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/023-1_SP_MG/268. Acesso: 20 de abril de 2022.

PROJETO RESGATE – CONSELHO ULTRAMARINO. Biblioteca Nacional. São Paulo, 27 de junho de 1731. AHU-ACL_CU_023-01, Cx. 7, d. 787. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/023-1_SP_MG/3824. Acesso: 20 de abril de 2022.

RIBEIRO, Lourival. Medicina no Brasil colonial. Rio de Janeiro: Ed. Sul Americana, 1971.

RIBEIRO, MM. A Ciência dos Trópicos: a Arte Médica no Brasil do Século XVIII. São Paulo: Hucitec, 1997.

ROSENBERG, Charles. ‘Framing disease: Illness, society and history’. In: Rosenberg, Charles. Explaining epidemics and other studies in the history of medicine. Cambridge: Cambridge University Press, 1992.

SÁ, Magali Romero. A "peste branca" nos navios negreiros: epidemias de varíola na Amazônia colonial e os primeiros esforços de imunização. Rev. latinoam. psicopatol. fundam., São Paulo, v. 11, n. 4, dezembro de 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1415-47142008000500008. Acesso: 07 de junho de 2023.

SALVADOR, frei Vicente. História da América Portuguesa (1627). Belo Horizonte/São Paulo: Itatiaia/EDUSP, 1976.

SILVA, Antônio de Morais; BLUTEAU, Rafael. Dicionário da língua portuguesa composto pelo padre D. Rafael Bluteau, reformado, e acrescentado por Antonio de Moraes Silva natural do Rio de Janeiro. Lisboa: Na Officina de Simão Thaddeo Ferreira, 1789.

SILVEIRA, Anny Jackeline Torres. A varíola no Brasil do século XIX. In: PIMENTEL, Franco; NASCIMENTO, Dilene Raimundo do; MACIEL, Ethel Leonor Noia (org.) Uma história brasileira das doenças: Volume 4. Belo Horizonte, MG: Fino Traço, 2013.

SOUSA, Claudia Rocha de. As práticas curativas na Amazônia Colonial: da cura da alma à cura do corpo (1707-1750). Amazônica - Revista de Antropologia, [S.L.], v. 5, n. 2, Universidade Federal do Pará, 12 fev. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v5i2.1498. Acesso: 07 de junho de 2023.

SOUZA, Sheila Maria Ferraz Mendonça de; ARAUJO, A. J. G.; FERREIRA, L. F. Paleopatologia e Paleoepidemiologia: o estudo da doença em populações pré-históricas brasileiras. In: SANTOS, R. V. e COIMBRA JR., c. e.a (org.). Saúde e povos indígenas. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1994.

SNOWDEN, Frank M. Epidemics and Society: from the black death to the present. United States of America: Yale University Press, 2019.

SCHATZMAYR, Hermann G. A varíola, uma antiga inimiga. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 17, n. 6, Dec. 2001. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2001000600024. Acesso: 07 de junho de 2023.

TOLEDO JUNIOR, Antonio Carlos de Castro. História da varíola. Revista Médica de Minas Gerais, Minas Gerais, v. 151, fevereiro de 2004.

VASCONCELOS, Simão de. Chronica da Companhia de Jesus do estado do Brasil e do que obraram seus filhos n'esta parte do novo mundo em que se trata da entrada da Companhia de Jesus nas partes do Brasil, dos fundamentos que n'ellas lançaram e continuaram seus religiosos, e algumas noticias antecedentes, curiosas e necessarias das cousas d'aquelle estado. Lisboa: A.J. Fernandes Lopes, 1865.

VIEIRA, Antônio. Cartas do Padre António Vieira coordenadas e anotadas por J. Lúcio d'Azevedo (Tomo I). Coimbra: Imprensa da Universidade, 1925.

VIOTTI, Ana Carolina de Carvalho. Um estudo sobre as boticas e os remédios dos jesuítas no Império Português (séculos XVII - XVIII). História Unisinos, [S.L.], v. 23, n. 3, p. 464-474, 21 out. 2019. Disponível em: https://revistas.unisinos.br/index.php/historia/article/view/hist.2019.233.13. Acesso: 07 de junho de 2023.

VIOTTI, Ana Carolina de Carvalho. Entre homens de saber, de letras e de ciência: médicos e outros agentes da cura no Brasil colonial. Clio - Revista de Pesquisa Histórica, n. 32.1, p. 5-27, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/index.php/revistaclio/article/view/24465. Acesso: 07 de junho de 2023.

VIOTTI, Ana Carolina de Carvalho. As práticas e os saberes médicos no Brasil colonial (1677-1808). 2012. 179 fls. Dissertação (Mestrado em História e Cultura Social) – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca, Universidade Estadual Paulista ―Júlio de Mesquita Filho, Campus de Franca. 2012.

VIOTTI, Ana Carolina de Carvalho. Saúde e doença para os primeiros doutores do Brasil Seiscentista: os tratados de Morão, rosa e pimenta. XVIII Encontro regional (ANPUH-MG), 2012. p. 1-9.

WISSENBACH, Maria Cristina Cortez. Gomes Ferreira e os símplices da terra: experiências dos cirurgiões no Brasil-Colônia. In: FERREIRA, Luís Gomes. Erário mineral (Org. Júnia Ferreira Furtado). Belo Horizonte; Rio de Janeiro: Fundação João Pinheiro; Fundação Oswaldo Cruz, 2002.

Downloads

Publicado

2023-12-22

Como Citar

RODRIGUES, Poliana Orosa. Epidemias de varíola na América Portuguesa: uma análise dos registros históricos. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 22, n. 42, p. 145–168, 2023. DOI: 10.26512/emtempos.v22i42.51223. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/51223. Acesso em: 15 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.