Aranhas gigantes comunistas e um capitalismo morto

Guerra Fria e ficção científica nas obras de Robert Heinlein e Iván Efrémov

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i39.38656

Palavras-chave:

Ficção científica. Imaginário. Guerra Fria.

Resumo

Este artigo analisa a ficção científica produzida na URSS e nos EUA durante a Guerra Fria. Partindo das obras de Iván Efrémov (A nebulosa de Andrômeda) e Robert Heinlein (Tropas Estelares), buscaremos compreender como os autores reproduzem o imaginário de seu espaço cultural e político para representar as ideologias que norteavam as visões de futuro das duas potências em conflito. Compreendendo a ficção científica como uma forma de imaginar futuros possíveis para, assim, refletir sobre o presente, entenderemos como tais produções foram úteis para a manutenção dos projetos políticos dominantes de ambos os lados do cenário mundial bipolar que marcou grande parte do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARCELOS, Eduardo Dorneles. Telegramas para Marte: a busca científica de vida e inteligência extraterrestre. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BARBROOK, Richard. Futuros imaginados: das máquinas à aldeia global. São Paulo: Peirópolis, 2009.

BIAGI, Orivaldo Leme. O imaginário da Guerra Fria. Revista de História Regional, Ponta Grossa, vol 6, n. 1, p. 61-111, verão, 2001

BLOOR, David. Conhecimento e imaginário social. Trad: Marcelo do Amaral Penna-Forte. São Paulo: EdUnesp, 2009.

BRADBURY, Malcom e TEMPERLEY, Howard. Guerra e Guerra Fria. In: ______ e ______. (orgs.). Introdução aos estudos americanos. Trad: Elcio Cerqueira. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1981.

BUCK-MORSS, Susan. Mundo de sonho e catástrofe: o desaparecimento da utopia de massas na União Soviética e nos Estados Unidos. Trad: Ana Luiza Andrade, Rodrigo Lopes de Barros e Ana Carolina Cernicchiaro. Florianópolis: EdUfsc, 2018.

BURLING, William J. Marxism. In: BOULD, Mark; BUTLER, Andrew; ROBERTS, Adam and VINT, Sherryl (Ed.). The Routledge companion to science fiction. London and New York: Taylor & Francis, 2009.

CHOMSKY, Noam. Armas estratégicas, Guerra Fria e Terceiro Mundo. In: THOMPSON, Edward et. al. Exterminismo e Guerra Fria. Trad: Denise Bottmann. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 188-205.

CLARKE, Arthur. Perfil do futuro. Trad: Álvaro Borges Vieira Pinto. Petrópolis/RJ: Vozes, 1970.

EFRÉMOV, Iván. A nebulosa de Andrómeda. Trad: Franco de Sousa. 2. ed. Lisboa: Caminho, 1979.

FILHO, Daniel Aarão Reis. O mundo socialista: expansão e apogeu. In: FILHO, Daniel Aarão Reis; FERREIRA, Jorge e ZENHA, Celeste (orgs.). O século XX: o tempo das dúvidas. 3 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005. p. 11-33. V. 3.

GABBIS, John Lewis. Nueva historia de la Guerra Fría. Trad: Juan Almela. México: Fondo de Cultura Económica, 2011.

GIRARDET, Raoul. Mitos e mitologias políticas. Trad: Maria Lucia Machado. São Paulo: Cia das Letras, 1987.

HABERMAS, Jurgen. Técnica e ciência como “ideologia”. Trad: Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 1968.

HEINLEIN, Robert A. Tropas Estelares. Trad: Carlos Angelo: São Paulo: Aleph, 2015.

HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). Trad: Marcos Santarrita. Cia das Letras: São Paulo, 1997.

HORKHEIMER, Max e ADORNO, Theodor W. A indústria cultural: o Iluminismo como mistificação de massa. In: LIMA, Luiz Costa. (org.). Teoria da cultura de massa. 6 ed. Trad: Júlia Elisabeth Levy. São Paulo: Paz e Terra, 2000. p. 169-214.

ISER, Wolfgang. O fictício e o imaginário: perspectivas de uma antropologia literária. Trad: Johannes Kretschmer. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUerj, 2017.

JAMESON, Fredric. Archaeologies of the future: the desire called utopia and othher science fictions. New York: Verso, 2005.

JAUSS, Hans. Robert. Estética da recepção: colocações gerais. In: JAUSS, Hans. Robert et. al. A literatura e o leitor. Rio de Janeiro: Paz e Terra 1979. p. 43-62.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. Trad: Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1994.

LE GOFF, Jacques. Heróis e maravilhas da Idade Média. Petrópolis/RJ: Vozes, 2011.

LOSURDO, Domenico. Stalin: história crítica de uma lenda negra. Trad: Jaime A. Clasen. 2. ed. Rio de Janeiro: Revan, 2011.

MARCUSE, Herbert. Algumas Implicações Sociais da Tecnologia Moderna. In: KELLNER, Douglas (Ed.). Tecnologia, Guerra e Fascismo. Trad: Maria Cristina Vidal Borba. São Paulo: Editora Unesp, 1999. p. 73-104.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Trad: Reginaldo Sant’Anna. 22 ed. Rio de Janeiro: Record, 2008. Livro I, volume 2.

MEDVEDEV, Roy e MEDVEDEV, Zhores. A URSS e corrida armamentista. In: THOMPSON, Edward et. al. Exterminismo e Guerra Fria. Trad: Denise Bottmann. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 160-187.

MINOIS, Georges. História do futuro: dos profetas à prospectiva. Trad: Mariana Echalar. São Paulo: EdUnesp, 2016.

MUNHOZ, Sidnei J. Guerra Fria: história e historiografia. Curitiba: Appris, 2020.

PURDY, Sean. O século americano. In: KARNAL, Leandro et. al. História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI. São Paulo: Contexto, 2007. p. 173-195.

RICOUER, Paul. Tempo e narrativa: a intriga e a narrativa histórica I. Trad: Claudia Berliner. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

ROBERTS, Adam. A verdadeira história da ficção científica: do preconceito à conquista das massas. Trad: Mário Molina. São Paulo: Seoman, 2018.

SIQUEIRA, Leandro. Bring Data! Corrida espacial e inteligência. Diálogos, Maringá, v. 22, n. 1, pp. 76-90, 2018. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/Dialogos/article/view/43633/751375137925. Acesso em 31 mai. 2021.

SODRÉ, Muniz. A ficção do tempo: análise da narrativa de science fiction. Petrópolis/RJ: Vozes, 1973.

VIZENTINI, Paulo G. Fagundes. Guerra Fria. In: FILHO, Daniel Aarão Reis; FERREIRA, Jorge e ZENHA, Celeste (orgs.). O século XX: o tempo das crises. 3 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005. p. 11-33. V. 2.

WILLIAMS, Raymond. Cultura e materialismo. Trad: André Glaser. São Paulo: EdUnesp, 2011.

WINTER, Othon Cabo e MELO, Cristiano Fiorilo de. O Sputinik. In: WINTER, Othon Cabo e PRADO, Antonio Fernando Bertachini de Almeida (orgs.). A conquista do espaço: do Sputinik à missão centenário. São Paulo: Livrari da Física, 2007. p. 11-36.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Investigações Filosóficas. 6 ed. Trad. Emmanuel Carneiro Leão. Petrópolis. Vozes, 2009.

YASZEK, Lisa. Cultural history. In: BOULD, Mark; BUTLER, Andrew; ROBERTS, Adam and VINT, Sherryl (Ed.). The Routledge companion to science fiction. London and New York: Taylor & Francis, 2009. p. 194-203.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

FAGUNDES, R. S. Aranhas gigantes comunistas e um capitalismo morto: Guerra Fria e ficção científica nas obras de Robert Heinlein e Iván Efrémov. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 39, 2021. DOI: 10.26512/emtempos.v1i39.38656. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/38656. Acesso em: 6 out. 2022.