O Distrito Federal e a Guerra de 1932: a construção de um front interno pelo Governo Provisório

Autores

  • Raimundo Helio Lopes
  • Felipe Castanho Ribeiro

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v1i33.23734

Palavras-chave:

Guerra de 1932. Governo Provisório. Front interno.

Resumo

O presente artigo procura analisar a mobilização do Governo Provisório durante a Guerra de 1932. Para tanto, nos serviremos do conceito de front interno conforme o entendimento do historiador Roney Cytrynowicz, que o define como a mobilização de toda a sociedade para apoiar o Estado na guerra. Neste sentido, defendemos a hipótese de que o Governo Provisório precisou mobilizar diferentes setores da sociedade com o intuito de assegurar a sua vitória diante do movimento militar irrompido no estado de São Paulo. Cabe ressaltar que a cidade do Rio de Janeiro, enquanto sede administrativa e política do país, serviu como uma vitrine para o resto da nação e que por isso o Governo de Getúlio Vargas precisou garantir a manutenção da ordem, conquistar o apoio da população carioca e consequentemente auferir a sua legitimação. A imprensa, censurada durante a guerra, foi um importante meio de comunicação do governo durante o conflito e foi amplamente utilizada para alcançar os seus objetivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, Marcelo Santos de. Os Mártires da Causa Paulista: culto aos mortos e usos políticos da Revolução Constitucionalista de 1932 (1932-1957). 2010. 312 F. Tese (Doutorado em História Social). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

BARBOSA, Marialva. História Cultural da Imprensa: Brasil ”“ 1900-2000. Rio de Janeiro.

BLOCH, March. Apologia da História:ou o ofício de historiador. Tradução André Telles, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2002.

BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola e PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de Política. Brasília: Editora Universidade de Brasília: São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 2000.

CAPELATO, Maria Helena Rolim. A imprensa na História do Brasil. São Paulo: Contexto/EDUSP, 1988.

CYTRYNOWICZ, Roney. Guerra sem Guerra: A mobilização e o cotidiano em São Paulo durante a Segunda Guerra Mundial. São Paulo: Geração Editorial: Editora da Universidade de São Paulo, 2000.

DE A. VIEIRA, Maria do Pilar et al. Imprensa como fonte para a pesquisa histórica. Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, [S.l.], v. 3, nov. 2012. ISSN 2176-2767. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/revph/article/view/12495>. Acesso em: 20 jan. 2019.

FERREIRA, Marieta de Morais. Verbete O Radical in: Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro.

HILTON, Stanley. A guerra civil brasileira: história da Revolução Constitucionalista de 1932. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

LEVINE, Robert M. Pai dos Pobres?: O Brasil e a era vargas. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

LOPES, Raimundo Helio. Um Vice-reinado na República do pós-30: Juarez Távora, as interventorias do Norte e a Guerra de 1932. Tese de Doutorado: Cpdoc-FGV, 2014.

LOPES, Raimundo Helio. A Cidade e a Guerra: a campanha de mobilização e o cotidiano de Fortaleza durante a Guerra de 1932. Mosaico, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, dez. 2009b. ISSN 2176-8943. Disponível em: <http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/mosaico/article/view/62782/61918>. Acesso em: 11 Fev. 2017.

LUCA, Tânia Regina. A história dos, nos e por meio dos periódicos In: PINSKY, Carla Bassanezi (organizadora). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2005.M. do Pilar de A. Vieira et al. Imprensa como fonte para a pesquisa histórica. Revista PUCSP. Consultado em <http://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/viewFile/12495/9064>. Acesso em 07/03/2018.

MISTRELLO, Lucas Palma. Palavras de revolução e guerra: discursos da imprensa paulista em 1932. Jundiaí: Paco, 2018.

RÉMOND, René (org.). Por uma história política. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.RIBEIRO, Felipe Castanho. A historiografia da Guerra de 1932 e a sua amplitude. Mosaico, Rio de Janeiro, v. 8, n. 12, p. 226 -247, jun. 2017. ISSN 2176-8943.

RIBEIRO, Felipe Castanho. A historiografia da Guerra de 1932 e a sua amplitude. Mosaico, Rio de Janeiro, v. 8, n. 12, p. 226 -247, jun. 2017.

RIBEIRO, Felipe Castanho. O Distrito Federal na Guerra de 1932. 2018. 157 f. Dissertação (Mestrado em História): Universidade Salgado de Oliveira - Niterói.

Downloads

Publicado

2019-03-18

Como Citar

LOPES, R. H.; RIBEIRO, F. C. O Distrito Federal e a Guerra de 1932: a construção de um front interno pelo Governo Provisório. Em Tempo de Histórias, [S. l.], v. 1, n. 33, p. 160–175, 2019. DOI: 10.26512/emtempos.v1i33.23734. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/23734. Acesso em: 5 dez. 2022.