Da palavra ao objeto

Relato de viajantes como fontes

Autores

  • Marcus Vinícius de Macedo Cysneiros Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.26512/emtempos.v0i17.19901

Palavras-chave:

não há.

Resumo

Da palavra ao objeto: Relato de viajantes como fontes

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENISTE, José. Orun-aye: o encontro de dois mundos: o sistema de relacionamento nagô-yorubá entre o céu e a terra. São Paulo: Bertrand Brasil, 1997

BOBBIO, Norberto. Dicionário de política. Brasília: Universidade Nacional de Brasília. v. 1 e 2, 1999

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, 1994

CHARTIER, Roger. A história cultural: Entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990

__________, Roger. Do palco à página: publicar teatro e ler romances na época moderna (séculos XVI-XVIII). Tradução de Bruno Feider. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2002.

DARNTON, Robert. O grande massacre de gatos e outros episódios da história cultural francesa. Tradução de Sonia Coutinho. Rio de Janeiro: Graal, 1986.

DEMANT, Peter. O mundo muçulmano. São Paulo: Contexto, 2004.

DIAS, Eduardo. Árabes e muçulmanos. Lisboa: Clássica, 1940.

EL HAYEK, Samir. Significado dos versículos do Alcorão sagrado. São Paulo: Marsam, 1994

FARES, Mohamad Ahmad Abou.. Condição da mulher na religião muçulmana. 2ª. ed. Edição do autor, 1988

FREITAS, Décio. A revolução dos malês: Insurreições escravas. 2ª. ed. Porto Alegre: Movimento, 1985

________. Escravismo brasileiro. Porto Alegre: Instituto Cultural Portoalegrense. 1980.

________. Escravos e senhores de escravos. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1983.

FUNDAÇÃO Cultural do Estado da Bahia. Legislação da província da Bahia sobre o negro: 1835 a 1888. Salvador: Fundação Cultural do Estado da Bahia.

GAARDE Jostein. O livro das religiões. São Paulo: Companhia das Letras, 2000

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1989

________, Clifford. Observando o islã. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas e sinais. morfologia e história. Tradução de Federico Carotti. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

HUNT, Lynn. A nova história cultural. São Paulo: Martins Fontes, 2001

JOMIER, Jacques. Islamismo: história e doutrina. Petrópolis: Vozes, 1992.

LOPES, Nei. Bantos, malês e identidade negra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1988

MAESTRI FILHO, Mário José. Breve história da escravidão. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1988

MAHAIRI, Ahmad Saleh. Caminho para o islamismo. Curitiba: Grafipar, 1997.

MANTRAN, Robert. Expansão muçulmana: séculos VII-XI. São Paulo: Pioneira, 1977

MATOSO, Katia M. de Queiros. Ser escravo no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1982.

________, Katia M. de Queiros. Testamentos de escravos libertos na Bahia no século XIX: Uma fonte para o estudo de mentalidades. Salvador: Centro de Estudos Baianos, 1979.

MAUDOODI, Syed Abnl'ala Maulana. Para compreender o islamismo. Salimiah: Int Islam Fed Stud Org, 1977

___________, Syed Abnl'ala Maulana. Islão: código de vida para os muçulmanos. Salimiah: Int Islam Fed Stud Org. 1980.

MOURA, Clovis. Rebeliões da senzala: quilombos, insurreições, guerrilhas. Rio de Janeiro: Conquista, 1972.

________, Clovis. Os quilombos e a rebelião negra. São Paulo: Brasiliense, 1981.

NABHAN, Neuza Neif. Islamismo de Maomé aos nossos dias. São Paulo: Ática, 1996.

OLIVEIRA, Maria Inês Cortes de. Liberto: o seu mundo e os outros: Salvador,

/1890. São Paulo: Corrupio, 1988.

PANTOJA, S. A. Entre áfricas e brasis. 1ª. ed. Brasília: Paralelo 15. v. 1, 2001.

_________, S. A. Antiga civilização africana: história da África central ocidental. 1ª. ed. São Paulo: Annablume. v. 01, 2006.

PESAVENTO, Sandra Jathay. História & história cultural. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

PINSKY, Jaime. Escravidão no Brasil. 8ª. ed. São Paulo: Contexto, 1988.

QUEIROZ, Suely Robles Reis de. Escravidão negra no Brasil. São Paulo: Ática, 1990.

REIS, João José. Escravidão e invenção da liberdade: Estudos sobre o negro no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1988

SILVA, E. Negociação e conflito: Resistência negra no Brasil escravista. 1ª. ed. São Paulo: Companhia das Letras. v. 1, 1989

______, E. Rebelião escrava no Brasil: A história do levante dos malês em 1835. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

ROGERSON, Barnaby. O profeta Maomé. Tradução de Lis Alves. Rio de Janeiro: Record, 2004

SANTOS, Ieda Machado R. dos. A história dos malês. Salvador: UFBA, Centro de Estudos Afro-Orientais, 1995

SILVA, Alberto da Costa e. A enxada e a lança: A África antes dos portugueses. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996

________, Alberto da Costa e. Um rio chamado Atlântico: a África no Brasil e o Brasil na África. Rio de Janeiro: Nova Fronteira: Ed. UFRJ, 2003

THORNTON, John Kelly. A África e os africanos na formação do mundo atlântico, 1400-1800. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

VAINFAS, Ronaldo. Dicionário do Brasil colonial (1500 ”“ 1808). Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

VERGER, Pierre. Fluxo e refluxo do tráfico de escravos entre o Golfo do Benin e a Bahia de Todos os Santos dos séculos XVII a XIX. 2ª. ed. São Paulo: Corrupio, 1987

VIANA FILHO, Luís. O negro na Bahia. São Paulo: José Olympio, 1946

ZAIDAN, Assaad. Letras & história: mil palavras árabes na língua portuguesa. Belém: SECULT, 2005

Downloads

Publicado

2011-04-14

Como Citar

CYSNEIROS, M. V. de M. Da palavra ao objeto: Relato de viajantes como fontes. Em Tempo de Histórias, [S. l.], n. 17, p. 44–59, 2011. DOI: 10.26512/emtempos.v0i17.19901. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/emtempos/article/view/19901. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)