A REPRESENTAÇÃO DA CONJUGALIDADE EM “OS OBEDIENTES”, DE CLARICE LISPECTOR

THE REPRESENTATION OF CONJUGALITY IN “THE OBEDIENTS”, BY CLARICE LISPECTOR

Autores

  • Pollianna de Fátima Santos Freire Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Literatura de autoria feminina. Clarice Lispector. conjugalidade

Resumo

De acordo com Lúcia Osana Zolin (2009), Clarice Lispector representou um momento de ruptura com a reprodução dos valores do sistema sexo-gênero que, até então, marcava a produção literária de autoria feminina no Brasil. Nesse sentido, analiso neste artigo contos de Lispector que versam sobre a conjugalidade, a fim de investigar como as personagens se comportam em relação à vida conjugal. O foco desta análise é a narrativa “Os obedientes”, publicado nas coletâneas A Legião Estrangeira (1964) e Felicidade Clandestina (1971).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

D’INCAO, Maria Ângela. Mulher e família burguesa. DEL PRIORE, Mary. (org.); BASSANEZI, Carla (coord. de textos). In: História das Mulheres no Brasil. 8ª ed. São Paulo: Contexto, 2004.

DINIZ, Débora. Perspectivas e articulações de uma pesquisa feminista. In: Estudos feministas e de gênero: articulações e perspectivas [livro eletrônico] / organizadoras Cristina Stevens, Susane Rodrigues de Oliveira e Valeska Zanello. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2014.

HELENA, Lúcia. Nem musa, nem medusa: itinerários da escrita em Clarice Lispector. Niterói: EDUFF, 1997.

HOMEM, Maria Lúcia. A Imitação da Rosa ”” Encontro com o silêncio ou encontro com o feminino e a falta. In: Leitores e leituras de Clarice Lispector / organização Regina Pontieri. São Paulo: Hedra, 2004.

LISPECTOR, Clarice. Vida. Disponível em: < http://claricelispectorims.com.br/Home>. Acesso em: 17 jun. 2013.

LISPECTOR, Clarice. Amor. In: Laços de Família. Rio de Janeiro: Rocco, 2009

________. A imitação da rosa. In: Laços de Família. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

________. Os obedientes. In: Felicidade Clandestina. Rio de Janeiro: Rocco, 1998, 1ª edição.

MAIA, Cláudia. A invenção da solteirona: conjugalidade moderna e terror moral: Minas Gerais, 1890-1948/ Cláudia de Jesus Maia. - Ilha de Santa Catarina: Ed. Mulheres, 2011.

MIRANDA, Adelaide Calhman de. Nas amarras da matriz: a falência do contrato heterossexual em Os obedientes, de Clarice Lispector e Os sobreviventes, de Caio Fernando Abreu. In: Anais da II Jornada de Gênero e Literatura. Disponível em: <www.gelbc.com.br/anais_jornada_genero.html>. Acesso em 10 de jun. de 2014.

PATEMAN, Carole. Críticas feministas à dicotomia público/privado. In: Teoria política feminista: textos centrais. Luis Felipe Miguel e Flávia Birole (organização) ”“ Vinhedo, Editora Horizonte, 2013.

ZOLIN, Lúcia Osana. Literatura de Autoria Feminina. In: Teoria Literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. Organização Thomas Bonnici, Lúcia Osana Zolin. 3 ed. rev. e amp. Maringá: Eduem, 2009.

Downloads

Publicado

2020-11-23

Como Citar

Freire, P. de F. S. (2020). A REPRESENTAÇÃO DA CONJUGALIDADE EM “OS OBEDIENTES”, DE CLARICE LISPECTOR: THE REPRESENTATION OF CONJUGALITY IN “THE OBEDIENTS”, BY CLARICE LISPECTOR. Revista Cerrados, 29(54), 237–246. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/cerrados/article/view/31617

Edição

Seção

Dossiê: Clarice Lispector: 100 anos entre outras artes