A influência da origem social na probabilidade de concluir os diferentes cursos de ensino superior

Main Article Content

Márcia Knop
Ana Cristina Murta Collares

Resumo

O artigo analisa a influência da escolaridade do pai e da renda familiar nas chances de conclusão do ensino superior no Brasil, considerando as diferenças no retorno econômico dos cursos de graduação. Para realizar a análise, utilizamos microdados do Enade e calculamos modelos logísticos. Os resultados principais mostram que, no geral, ter pais com escolaridade mais alta aumenta as chances de conclusão dos cursos. No entanto, no setor público, a escolaridade do pai não tem efeito sobre a probabilidade de concluir o ensino superior. Além disso, a escolaridade do pai exerce maior influência nas chances de conclusão dos cursos de alto retorno econômico. A renda familiar aumenta as chances de conclusão do curso, tanto no setor público quanto no setor privado da educação. Também encontramos efeitos similares para a renda familiar independente do retorno econômico dos cursos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Knop, M., & Collares, A. C. M. (2019). A influência da origem social na probabilidade de concluir os diferentes cursos de ensino superior. Sociedade E Estado, 34(02), 351–380. https://doi.org/10.1590/s0102-6992-201934020001
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Márcia Knop, Universidade de Brasília (UnB)

Doutoranda em Sociologia no Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Ana Cristina Murta Collares, Universidade de Brasília (UnB)

Doutora em Sociologia ”“ Professora Adjunta do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil.

Referências

ALMEIDA, L. et alii. Democratização do acesso e do sucesso no ensino superior: uma reflexão a partir das realidades de Portugal e do Brasil. Avaliação, v. 17, n. 3, p. 899-920, Nov. 2012. [ Links ]

ANDRADE, C. Y. Acesso ao ensino superior no Brasil: equidade e desigualdade social. Revista Ensino Superior Unicamp, n. 6, p. 18-27, Jul./Set. 2012. [ Links ]

ANDRADE, S. M. et alii. Análise da evasão de alunos dos cursos de profissionalização da área de enfermagem no Paraná. Ciência, Cuidado e Saúde, v. 6, n. 4. 2007. [ Links ]

ANDRIOLA, W. B. et alii. Opiniões de docentes e de coordenadores acerca do fenômeno da evasão discente dos cursos de graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 14, n. 52, p. 365-382, 2006. [ Links ]

ARUM, Richard; GAMORAN, Adam; SHAVIT, Yossi. More inclusion than diversion: expansion, differentiation, and market structure in higher education. In: SHAVIT, Yossi et alii (Orgs.). Stratification in higher education: a comparative study. Stanford (CA): Stanford University Press, 2007. [ Links ]

AYALON, H.; YOGEV, A. Field of study and students’ stratification in an expanded system of higher education: the case of Israel. European Sociological Review, v. 21, n. 3, p. 211-241, Jul. 2005. [ Links ]

AYALON, H. et alii. Diversification and inequality in higher education: a comparison of Israel and the United States. Sociology of Education, v. 81, n. 3, p. 211-241. 2008. [ Links ]

BARBOSA, M. L. Destinos, escolhas e a democratização do ensino superior. Política & Sociedade , v. 14, n. 31, Set./Dez. 2015. [ Links ]

____ (org.). Ensino superior: expansão e democratização. Coleção “Sociologia e Antropologia”. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2014. [ Links ]

BELTRÃO, K. et alii. Diferenciais socioeconômicos dos concluintes das diferentes áreas. In: LETICHEVSKY, A. C. et alii (Orgs.). Enade: quarto recortes - quatro visões. Rio de Janeiro: Fundação Cesgranrio, 2016. [ Links ]

BERTOLIN, Julio et alii. Os cursos de graduação podem compensar a falta de capital cultural e background de estudantes? Educação e Pesquisa, v. 45, e185453, p.1-18, 2019. [ Links ]

BLOSSFELD, H-P.; SHAVIT, Y. Persisting barriers: changes in educational opportunities in thirteen countries. In: SHAVIT, Y.; BLOSSFELD, H-P. Persistent inequality: changing educational attainment in thirteen countries. Denver (CO): Westview Press, 1993. [ Links ]

BRITTO, L. P. L. et alii.Conhecimento e formação nas IES periféricas - perfil do aluno “novo” da educação superior. Avaliação, v. 13, n. 3, p. 777-791, Nov. 2008. [ Links ]

CARDOSO, C. B. Efeitos da política de cotas na Universidade de Brasília: uma análise do rendimento e da evasão. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília (DF), 2008. [ Links ]

CARVALHAES, Flavio; RIBEIRO, Carlos Antônio C. Estratificação horizontal na educação superior no Brasil: desigualdades de classe, gênero e raça em um contexto de expansão educacional. Tempo Social,Revista de Sociologia da USP, v. 31, n. 1, p. 195-233, 2019. [ Links ]

CARVALHO, C. H. A. Estudo comparado sobre a expansão do ensino superior: Brasil e Estados Unidos. In: LÓPEZ SEGREGA, Francisco (Org.). Escenarios mundiales de la educación superior. Análisis global y estudios de casos. Buenos Aires: Clacso, 2007. [ Links ]

CARVALHO, C.; OLIVEIRA, V. W. N. Evasão na licenciatura: estudo de caso. Revista Trilhas da História, v. 3, n. 6, p. 97-112, Jan./Jun. 2014. [ Links ]

COLLARES, A. C. Inequality and the expansion or higher education in Brazil from 1982 to 2006. PhD Dissertation. University of Wisconsin-Madison, 2010. [ Links ]

CORBUCCI, P. L. Desafios da educação superior e desenvolvimento no Brasil. Texto para discussão n. 1287. Brasília: Ipea, 2007. [ Links ]

DUBET, François et alii. As desigualdades escolares antes e depois da escola: organização escolar e influência dos diplomas. Sociologias, Ano 14, n. 29, Jan./Abr., p. 22-70, 2012. [ Links ]

FERNANDES, D. C. Race, socioeconomic development and the educational stratification process in Brazil. Research in Social Stratification and Mobility, v. 22, p. 365-422, 2004. [ Links ]

GAIOSO, N. P. de L. O fenômeno da evasão escolar na educação superior no Brasil. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica de Brasília, Brasília (DF), 2005. [ Links ]

GARZELLA, F. A. C. A disciplina de Cálculo I: análise das relações entre as práticas pedagógicas do professor e seus impactos nos alunos. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Faculdade de Educação, Campinas (SP), 2013. [ Links ]

GERBER, Theodore. P.; CHEUNG, Sin Yi. Horizontal stratification in postsecondary education: forms, explanations and implications. Annual Review of Sociology, v. 34, n. 1, p. 299-318, 2008. [ Links ]

GUIMARÃES, Raquel Rangel de Meireles; RIOS-NETO, Eduardo Luiz Gonçalves. Comparação entre metodologias de idade-período-coorte para o estudo de uma medida da progressão escolar no Brasil. Rev. bras. Estud. Popul. [online], v. 28, n. 2, p.349-367, 2011. [ Links ]

HASENBALG, C.; SILVA, N. V. Origens e destinos: desigualdades sociais ao longo da vida. Rio de Janeiro: Iuperj/Ucam; Topbooks; Faperj, 2003. [ Links ]

IANELLI, C.; GAMORAN, A.; PATERSON, L. Fields of study: Horizontal or vertical differentiation within higher education sectors? Research in Social Stratification and Mobility, v. 57, p. 11-23, Oct. 2018. [ Links ]

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS ANÃSIO TEIXEIRA (INEP). Sinopse estatística da educação superior 2015. Brasília: Inep, 2016. Disponível em: <http://por-tal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior>. [ Links ]

LOBO, M. B. de C. M. Panorama da evasão no ensino superior brasileiro: aspectos gerais das causas e soluções. Abmes Cadernos, n. 25, p. 9-58, Dez. 2012. [ Links ]

LUCAS, S. R. Effectively maintained inequality: education transitions, track mobility, and social background effects. The American Journal of Sociology, v. 106, n. 6, p. 1642-1690, 2001. [ Links ]

MASSI, L.; VILLANI, A. A case of countertrend: low dropout rates among chemistry degree students explained by disposition and integration. Educação e Pesquisa, v. 41, n. 4, p. 975-992, Out./Dez. 2015. [ Links ]

MONT’ALVÃO, Arnaldo. Estratificação educacional no Brasil do século XXI. Dados, v. 54, n. 2, p. 389-430, 2011. [ Links ]

NERI, M. O retorno da educação no mercado de trabalho. Rio de Janeiro: Centro de Políticas Educacionais/Fundação Getúlio Vargas, 2005. [ Links ]

NUNES, E. Desafio estratégico da política pública: o ensino superior brasileiro. Revista Administração Pública, n. 41, p. 103-147, 2007. [ Links ]

PRATES, A. A.; COLLARES, A. C. Desigualdade e expansão do ensino superior na sociedade contemporânea: o caso brasileiro do final do século XX ao princípio do século XXI. Belo Horizonte (MG): Editora Fino Traço. 2014. [ Links ]

RAFTERY, A. E.; HOUT, M. Maximally maintained inequality: expansion, reform, and opportunity in irish education, 1921-75. Sociology of Education, v. 66, n. 1, p. 41-62, 1993. [ Links ]

RIBEIRO, C. A. Desigualdade de oportunidades e resultados educacionais no Brasil. Dados, v. 54, n. 1, p. 41-87, 2011. [ Links ]

____. Desigualdade de oportunidades educacionais no Brasil: classe, gênero e raça. In: RIBEIRO, C. A. Desigualdade de oportunidades no Brasil. Belo Horizonte: Argumentum, 2009. [ Links ]

RIOS-NETO, Eduardo Luiz G.; GUIMARÃES, Raquel Rangel de M. The demography of education in Brazil: inequality of educational opportunities based on Grade Progression Probability (1986-2008). Vienna Yearbook of Population Research 2010, v. 8, p. 283-312, 2010. [ Links ]

RISTOFF, D. O novo perfil do campus brasileiro: uma análise do perfil socioeconômico do estudante de graduação. Avaliação, v. 19, n. 3, p. 723-47, Nov. 2014. [ Links ]

SALATA, André. Ensino Superior no Brasil das últimas décadas: redução nas desigualdades de acesso? Tempo Soc., São Paulo , v. 30, n. 2, p. 219-253, Aug. 2018 . [ Links ]

SILVA, G. P. Análise de evasão no ensino superior: uma proposta de diagnóstico de seus determinantes. Avaliação, v. 18, n.2, p. 311-33, Jul. 2013. [ Links ]

SILVA, N. V. Expansão escolar e estratificação educacional no Brasil. In. HASENBALG, C.; SILVA, N. V. Origens e destinos: desigualdades sociais ao longo da vida. Rio de Janeiro: Iuperj/Ucam; Topbooks; Faperj, 2003. [ Links ]

TORCHE, Florencia; COSTA-RIBEIRO, Carlos. Parental wealth and children's outcomes over the life-course in Brazil: a propensity score matching analysis. Research in Social Stratification and Mobility, v. 30, p. 79-96, 2012. [ Links ]

____. Pathways of change in social mobility: industrialization, education and growing fluidity in Brazil. Research in Social Stratification and Mobility, v. 28, n. 3, p. 291-307, 2010. [ Links ]

TRIVENTI, M.; VERGOLINI, L.; ZANINI, N. Do individuals with high social back-ground graduate from more rewarding fields of study? Changing patterns before and after the “Bologna process”. Research in Social Stratification and Mobility, v. 51, p. 28-40, Oct. 2017. [ Links ]

VILELA, E. M.; COLLARES, A. C. Origens e destinos sociais: pode a escola quebrar essa ligação? Revista Teoria & Sociedade, 2009. [ Links ]

WERFHORST, H. G. Field of study and educational inequality: four types of educa-tional resources in the process of stratification in the Netherlands. Doornspijk (NE): Herman G. van de Werfhorst, Paperback, 2001.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)