O DIREITO ACHADO NA RUA: PRÁXIS NO PERCURSO DE FORTALECIMENTO DAS LUTAS SOCIAIS.

Autores

  • Euzamara de Carvalho Universidade Federal do Goiás, UFG, Brasil

Palavras-chave:

Não tem

Resumo

Mediante a constatação da necessidade de uma nova racionalidade acerca dos direitos humanos, com perspectivas de ação a partir da luta coletiva organizada, ressalto importância dos processos de organização de redes e coletivos de direitos humanos que atuam nas pautas de direitos humanos relacionadas à luta concreta dos movimentos sociais do campo. E, que são fortalecidas pela práxis – formação, formulação, ação - presente no horizonte acumulativo e agregador de O direito achado na Rua. Práticas estas que se encontram e se configuram como ações que reinventam os direitos humanos com base no fortalecimento da luta dos movimentos sociais, na pesquisa militante engajada, pertencimento a grupos e projetos de extensão, na assessoria jurídica, e, consequentemente, nos processos de formação protagonizados por seus próprios intelectuais no processo constante de luta. Portanto o percurso revelador de “O direito Achado na Rua”, possibilita a incorporação de experiências concretas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DAGGER, Richard. Rights. In: BALL, Terence; FARR, James; HANSON, Russell L. (org.). Political innovation and conceptual change. Cambridge: Cambridge University Press, 1995. p. 292-308.

FLORES, Joaquín H. A (re)invenção dos direitos humanos. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2009.

Direito Vivo: leituras sobre constitucionalismo, construção social e educação a partir do Direito Achado na Rua / Alexandre Bernardino Costa, organizador. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2013. 390p.; 22com.

FLORESTAN, Fernandes. O desafio educacional. São Paulo: Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2005.

LYRA FILHO, Roberto. Por que estudar direito hoje? In: SOUSA JUNIOR, José Geraldo (org.). O direito achado na rua. Brasília: UnB, 1988.

___________________. O que é Direito. Brasília: Brasiliense, 1982.

___________________. Para um direito sem dogmas. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 1980.

MARSHALL, Thomas A. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MOLINA, Mônica Castagna; JÚNIOR, José Geraldo de Sousa; NETO, Fernando Costa Tourinho (org.). Introdução crítica ao Direito Agrário. Brasília: Universidade de Brasília, 2002.

SOUSA JR., José Geraldo. O direito achado na rua: concepção e prática. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2015.

O Direito Achado na Rua : Introdução crítica ao direito como liberdade / organizador: José Geraldo de Sousa Junior [et al.] – Brasília: OAB Editora ; Editora Universidade de Brasília, 2021. v.10. 728 p.

O Direito humano à alimentação e à nutrição adequadas: enunciados jurídicos / organizadores Valéria Torres Amaral Burity...[et al.]. -- Brasília, DF FIAN Brasil : O Direito Achado na Rua, 2021. PDF

O direito na disputa sobre o sentido da história: coatribuições jurídicas à luz da práxis humana: Turma Elizabeth Teixeira e a educação Jurídica: volume 2/ Américo Barbosa Nascimento… [et.al][organizadores]. Salvador: UEFS Editora, 2018. 236p.:il- (Turma Elizabeth Teixeira e a educação Jurídica : volume. 2)

v. 6 n. 2 (2022): Revista Direito.UnB | Maio- Agosto, 2022, V. 06, N. 2

Downloads

Publicado

2022-08-30

Como Citar

DE CARVALHO, Euzamara. O DIREITO ACHADO NA RUA: PRÁXIS NO PERCURSO DE FORTALECIMENTO DAS LUTAS SOCIAIS. Direito.UnB - Revista de Direito da Universidade de Brasília, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 131–141, 2022. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/revistadedireitounb/article/view/44791. Acesso em: 28 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.