O DESEMPREGO TECNOLÓGICO DIANTE DA QUARTA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Autores

Palavras-chave:

Desemprego Tecnológico, Automação, Tecnologia., Quarta Revolução Industrial, Pandemia

Resumo

Resumo: O presente artigo tem por objetivo trazer breves considerações sobre o impacto da Quarta Revolução Industrial no mundo do trabalho, com foco no fenômeno denominado por estudiosos como “desemprego tecnológico”. Partindo de uma análise da implementação da tecnologia nos processos de produção e prestação de serviços, buscou-se distinguir os diferentes estágios da industrialização capitalista, ao levar em conta o desenvolvimento da tecnologia e suas consequências sobre o trabalho humano. Comparando o entendimento de diversos estudiosos, buscou-se entender se haverá um desemprego em larga escala e/ou a criação de novos postos de trabalho, como esse processo foi acelerado pela pandemia do novo coronavírus e por fim, aponta-se a necessidade de estabelecer uma proteção jurídica aos empregados brasileiros em face da inevitável automação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Jannotti da Rocha, Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.

Professor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), na Graduação e no Mestrado. Doutor e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC MINAS). Coordenador e Pesquisador do Grupo de Pesquisa Trabalho, Seguridade Social e Processo: (UFES-CNPq). Pesquisador do Grupo de Pesquisa Trabalho, Constituição e Cidadania (UnB-CNPq). Autor de livros e artigos publicados no Brasil e no Exterior. Advogado. Palestrante

Bruna Araújo, Instituto de Estudos Avançados em Direito, IEAD, Brasil.

MBA em Ciências e Legislação do Trabalho pelo IPOG. Especialista em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Pós-graduanda em Direito Previdenciário pela Faculdade Sul Americana (FASAM). Coordenadora do Núcleo de Direito do Trabalho do IEAD ”“ Instituto de Estudos Avançados em Direito.

Juliana Mendonça e Silva, Instituto Goiano de Direito do Trabalho, IGT, Brasil.

Mestranda em Direito Constitucional Econômico pelo Centro Universitário Alves Faria (UNIALFA). Especialista em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela Faculdade Sul Americana (FASAM). Diretora do Instituto Goiano de Direito do Trabalho (IGT). Diretora da Associação Goiana dos Advogados Trabalhistas (AGATRA). Parecerista da Revista Pensamento Jurídico

Referências

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Tradução de Nathanael C. Caixeiro. b3. ed. Rio de Janeiro: Ganabara, 1987.

CAVALCANTE, Jouberto de Quadros Pessoa. Sociedade, Tecnologia e Desemprego. Revista Eletrônica do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, ano IX, n. 86, mar. 2020.

DINIZ, Patrícia Dittrich Ferreira. Trabalhador versus automação: impactos da inserção da tecnologia no meio ambiente do trabalho à luz da tecnodireito e da tecnoética. Curitiba: Juruá, 2015.

FORD, Martin. Os robôs e o futuro do emprego. Rio de Janeiro, 2019, Best Business, Tradução de Claudia Gerpe Duarte.

FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL. The Future of Jobs: Employment, Skills and Workforce Strategy for the Fourth Industrial Revolution. Fórum Econômico Mundial, 2016.

FREY, Carl Benedikt; OSBORNE, Michael A. The future of employment: how susceptible are jobs to computerisation? Disponível em: <http://www.oxfordmartin. ox.ac.uk/downloads/academic/The_Future_of_Employment.pdf>. Acesso em: 12 set. 2018.

KARL, Marx. O capital: crítica da economia política. O processo de produção do capital. Tradução de Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo, 2013. Livro 1.

MANYIKA, James; CHUI, Michael. “Digital Era Brings Hyperscale Challenges”, The Financial Times, 13 ago. 2014. Disponível em: <https://www.ft.com/content/f30051b2-1e36-11e4-bb68-00144feabdc0>. Acesso em: 20 abr. 2020.

MCKINSEY, Global Institute. Jobs Lost, Jobs Gained: Workforce Transitions in a Time of Automation, 2017. Disponível em: <https://www.mckinsey.com/~/media/mckinsey/featured%20insights/Future%20of%20Organizations/What%20the%20future%20of%20work%20will%20mean%20for%20jobs%20skills%20and%20wages/MGI-Jobs-Lost-Jobs-Gained-Report-December-6-2017.ashx>. Acesso em: 20 abr. 2020.

NASCIMENTO, Amauri Mascaro. Direito do trabalho na Constituição de 1988. São Paulo: Saraiva, 1989.

OLIVEIRA, Jayr Figueiredo de; MAÑAS, Antonio Vico. Tecnologia, trabalho e desemprego: um conflito social. São Paulo: Érica, 2004.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO ”“ OIT. Futuro do Trabalho no Brasil: Perspectivas e Diálogos Tripartites 2018. Disponível em: <https://www.ilo.org/brasilia/publicacoes/WCMS_626908/lang--t/index.htm>. Acesso em: 20 abr. 2020.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO ”“ OCDE. The OECD jobs strategy. Technology, productivity and job creation: best policy practices. Disponível em: <http://www.oecd.org/industry/ind/2759012.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2020.

PINTO, Álvaro Vieira. O conceito de tecnologia. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

RICARDO, David. Princípio de economia política e tributação. Tradução de Paulo Henrique Ribeiro Sandroni. São Paulo: Nova Cultura, 1996. (On The Principles of Political Economy and Taxation, 1.ª publicação em 1817)

RUPRECHT, Alfredo J. Relações coletivas de trabalho. Tradução de Edilson Alkimin Cunha. São Paulo: LTr, 1995.

SCHAFF, Adam. A sociedade informática: as consequências sociais da segunda revolução industrial. Tradução de Carlos Eduardo Jordão Machado e Luiz Arturo Obojes, 4. ed. São Paulo: Editora da Universidade Paulista: Brasiliense, 1995.

SCHMITZ, Hubert. Automação microeletrônica e trabalho: a experiência internacional. In: ______; CARVALHO, Ruy de Quadros (Org.). Automação, competitividade e trabalho: a experiência internacional. São Paulo: Hucitec, 1988.

SCHWAB, Klaus. A quarta revolução industrial; tradução: Daniel Moreira Miranda, São Paulo: Edipro, 2016.

Capa da Revista Direito.UnB Volume 4, Número 2 - Edição especial (Tomo II)

Downloads

Publicado

2020-12-22

Como Citar

JANNOTTI DA ROCHA, Cláudio; ARAÚJO, Bruna; MENDONÇA E SILVA, Juliana. O DESEMPREGO TECNOLÓGICO DIANTE DA QUARTA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL. Direito.UnB - Revista de Direito da Universidade de Brasília, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 119–135, 2020. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/revistadedireitounb/article/view/32477. Acesso em: 19 abr. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.