Junto aos esfarrapados do mundo

a educação popular da Assessoria Jurídica Universitária Popular

Autores

  • Ana Lia Almeida Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.26512/insurgncia.v2i2.19368

Palavras-chave:

Educação Jurídica. Assessoria Jurídica Popular. Educação Popular.

Resumo

Este artigo resulta da sistematização de parte das análises empreendidas na tese de doutorado “Um estalo nas faculdades de direito: perspectivas ideológicas da assessoria jurídica universitária popular” (2015). Em “Junto aos esfarrapados do mundo: a educação popular da Assessoria Jurídica Popular”, busco problematizar as possibilidades, as contradições e as limitações das atividades de educação popular, inspiradas em Paulo Freire, desenvolvidas pelos grupos de assessoria jurídica universitária popular (AJUP). Delimito a concepção de “educação popular” destes grupos a partir de relatos deles próprios sobre suas práticas, identificando alguns dilemas desta atuação. No plano teórico, as análises encontram-se no campo da tradição marxista, em dialogo com as ideias de Paulo Freire e com importantes referências orgânicas da assessoria jurídica popular. 

Referências

ALMEIDA, Ana Lia. Um estalo nas faculdades de direito: perspectivas ideológicas da assessoria jurídica universitária popular. 2015. 342 fls. Tese (Doutorado em Direito). Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa - PB.
DIEHL, Diego Augusto. Metodologia da assessoria jurídica popular na luta pela realização histórica dos direitos humanos. In: ENCONTRO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO (ANDHEP), 5. 2009. Anais. Belém/PA. Disponível em: . Acesso em maio de 2015.
________. Metodologia da assessoria jurídica popular na luta pela realização histórica dos direitos humanos ”“ Parte 2. SEMINÁRIO DIREITO, PESQUISA E MOVIMENTOS SOCIAIS, 2. 2012. Cidade de Goiás. Anais. ISBN: 978-85-67551-00-5. Goiás: IPDMS, 2013. p.1135-1162.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 3ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1975. ________. Que fazer: teoria e prática em educação popular. Petrópolis: Ed. Vozes, 1993.
________. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.
________. Extensão ou Comunicação. 8ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
________. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
LIMA, Tiago Arruda Queiroz. A assessoria Jurídica Popular como aprofundamento (e opção) do conteúdo político do serviço jurídico. ENCONTRO REGIONAL DOS ESTUDANTES DE DIREITO, 21. 2008. Anais. ISBN 978-55-61681-00-5.
MARTINS, Marta Pryscilla Monteiro Joca. Direito(s) e(m) Movimento(s): Assessoria Jurídica Popular a Movimentos Populares Organizados em torno do Direito à Terra e ao Território em Meio Rural no Ceará. 2011. 231 fl. Dissertação (Mestrado em Direito). Universidade Federal do Ceará. Fortaleza ”“ CE.
NETTO, José Paulo. Ditadura e Serviço Social. Notas sobre a reestruturação do Estado e a emergência de novas formas de participação da sociedade civil. In: Política Social: alternativas ao neoliberalismo. Revista do Programa de Pós-Graduação em Política Social. Brasília: UNB, 2004.
NÚCLEO DE ASSESSORIA JURÍDICA COMUNITÁRIA (NAJUC). Panfleto de apresentação do NAJUC direcionado aos calouros. Fortaleza, 2012.

Downloads

Publicado

24.06.2017

Como Citar

ALMEIDA, Ana Lia. Junto aos esfarrapados do mundo: a educação popular da Assessoria Jurídica Universitária Popular. InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, Brasília, v. 2, n. 2, p. 159–193, 2017. DOI: 10.26512/insurgncia.v2i2.19368. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/insurgencia/article/view/19368. Acesso em: 14 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.