Linhas traçadas de velocidade:

um esboço da história das narrativas gráficas francófonas sobre automobilismo

Autores

  • Rafael Duarte Oliveira Venancio Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.26512/hh.v4i7.10934

Palavras-chave:

Narrativas Gráficas, Automobilismo, Histórias em Quadrinhos, Francofonia

Resumo

O presente artigo deseja traçar, a partir do conceito de ideia-unidade e da noção de narrativa gráfica, um esboço acerca da história das narrativas gráficas sobre automobilismo em um contexto francófono. Há, aqui, um trabalho de reconhecimento das primeiras narrativas gráficas, criadas junto com os primeiros Grand Prix, até a divulgação de narrativas gráficas no contexto da internet e das redes sociais em mídias digitais, passando pelas histórias em quadrinhos de Michel Vaillant, um dos grandes representantes das HQs em ligne claire da Escola de Bruxellas. A busca aqui é demonstrar a tradição francófona em representar visualmente o automobilismo, sendo essa prática intimamente ligada com a própria prática do esporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Duarte Oliveira Venancio, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor em Meios e Processos Audiovisuais pela Universidade de São Paulo e Professor do curso de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Tecnologias, Comunicação e Educação da Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

2016-12-20

Como Citar

Venancio, R. D. O. (2016). Linhas traçadas de velocidade:: um esboço da história das narrativas gráficas francófonas sobre automobilismo. História, histórias, 4(7), 185–204. https://doi.org/10.26512/hh.v4i7.10934

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.