Memória do Estádio “Pelezão”:

uma identidade em construção

Autores

  • Luis Otávio Teles Assumpção Universidade Católica de Brasília
  • Ricardo Lira de Rezende Neves Universidade Federal de Goiás
  • Rogério Gedeon de Araújo Ministério do Esporte

DOI:

https://doi.org/10.26512/hh.v2i4.10813

Palavras-chave:

Memória, Futebol, Sociologia, Identidade

Resumo

Este artigo resgata a memória e a importância do estádio de futebol “Pelezão”, referência social, cultural e esportiva do Distrito Federal durante os anos 1960 e 1970. Os objetivos foram contar parte dessa história; resgatar um dos momentos marcantes e significativos da sociologia do futebol de Brasília e refletir sobre a importância de um local onde esta “sociedade em formação” procurava se encontrar e, de alguma forma, compartilhar sentimentos coletivos. A partir do método biográfico e da história oral, analisamos discursos de ex-integrantes de times de futebol de Brasília, além de recortes de jornais e documentos sobre o estádio. Os resultados demonstram que ao contrário de erigir o estádio como símbolo e fortalecê-lo como um “lugar de memória”, ele foi esquecido e vilipendiado por especuladores em uma cidade carente de raízes e referências culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Otávio Teles Assumpção, Universidade Católica de Brasília

Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília. Professor-orientador de Mestrado e Doutorado do PPGEF em Educação Física da Universidade Católica de Brasília.

Ricardo Lira de Rezende Neves, Universidade Federal de Goiás

Mestre em Educação Física pela Universidade Católica de Brasília. Doutorando na mesma universidade. Atualmente professor da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Goiás.

Rogério Gedeon de Araújo, Ministério do Esporte

Especialista em Psicopedagogia. Técnico de Nível Superior no Departamento de Gestão Interna do Ministério do Esporte. Professor de Educação Física da Secretaria de Educação do Distrito Federal e Tutor a distância do curso de Educação Física da Universidade Aberta do Brasil - UAB/UNB.

Downloads

Publicado

2015-02-24

Como Citar

Assumpção, L. O. T., Neves, R. L. de R., & Araújo, R. G. de. (2015). Memória do Estádio “Pelezão”:: uma identidade em construção. História, histórias, 2(4), 119–130. https://doi.org/10.26512/hh.v2i4.10813