Erotismo e Libertação

Autores

  • Fabiana Vieira da Costa Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Palavras-chave:

Lorde, hooks, Marcuse, Erotismo, Libertação

Resumo

A partir dos artigos Os usos do erótico: o erótico como poder de Audre Lorde,  O amor como prática da liberdade de  bell hooks  e da obra Eros e Civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud  de Herbert Marcuse, o nosso intuito é refletir sobre o erotismo como uma fonte de resistência. Queremos trazer Eros como a potencialização da vida,  uma declaração da força vital que, a partir da experiência interior de liberdade, nos possibilita (como numa práxis coletiva) a manifestação da negação das imposições exteriores e o nascer do desejo de transformação social que rompe com a dominação e opressão caminhado para a libertação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

HOOKS, bell. O amor como prática da liberdade. Original. Love as the practice of freedom. In: Outlaw Culture. Resisting Representations. Nova Iorque: Routledge, 2006, p. 243–250. Tradução para uso didático por Wanderson Flor do Nascimento – Janeiro de 2019 < Disponível em: https://medium.com/enugbarijo/o-amor-como-a-pr%C3%A1tica-da-liberdade-bell-hooks-bb424f878f8c data de acesso 10/09/2021 >.

KANGUSSU, Imaculada. Sobre Eros. Belo horizonte: Scriptum Livros, 2017.

____________________. Marcuse and the symbolic roles of the Father: Someone to watch over me. In: MORELOCK, Jeremiah (org.). How to critique authoritarian populism: Methodologies of the Frankfurt School. Leiden and Boston: Brill, 2021, p. 220-238.

LORDE, Audre. Os usos do erótico: o erótico como poder. Original. Use of the Erotic: The Erotic as Power, in: LORDE, Audre. Sister outsider: essays andspeeches. New York: The Crossing Press Feminist Series, 1984. P. 53-59. Tradução feita por Tatiana Nascimento dos Santos – Dezembro de 2009 < Disponível em: https://peita.me/blogs/news/os-usos-do-erotico-o-erotico-como-poder-por-audre-lorde data de acesso 10/09/2021 >.

MARCUSE, H. Eros e civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud. Tradução de Álvaro Cabral, 8 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

_____________. Contra-revolução e revolta. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1973.

_____________. The Containment of Social Change in Industrial Society. In: KELLNER, D. (Org.) Towards a Critical Theory of Society: Collected Papers of Herbert Marcuse, v. 2. London and New York: Routledge, 2001.

Downloads

Publicado

2022-02-26

Como Citar

VIEIRA DA COSTA, F. Erotismo e Libertação . Das Questões, [S. l.], v. 14, n. 1, 2022. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/dasquestoes/article/view/40184. Acesso em: 7 jul. 2022.