Neon Genesis Capital, modernidade cyberpunk e um possível aceleracionismo ecológico

Autores

  • Carlos Henrique Carvalho Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Cibernética; Capital; Modernidade; Aceleracionismo; Ciborgue

Resumo

O artigo busca traçar uma possível narrativa do Capital moderno com auxílio da mitologia inerente deste período, a ficção científica cibernética. Acoplando-se aos signos imagético-filosóficos de “máquina computador moderna”, “tecnovírus” e “ciborgue”, inicialmente descreve as mudanças das três grandes máquinas pensadas pelos filósofos Gilles Deleuze e Félix Guatarri com uma possível leitura de início da modernidade da historiadora Silvia Federici. Em seguida faz um diagnóstico do capitalismo maquínico acrescentando as contribuições do fragmento da maquinaria de Karl Marx em Grundrisse, os textos de Nick Land em sua fase no CCRU ”“ Unidade de Pesquisa Sobre Cultura Cibernética -, e por fim trata de especular uma proposição estética e ético-filosófica do ciborgue de Donna Haraway como possível agente do movimento intitulado “aceleracionismo das subjetividades” ou “aceleracionismo ecológico” e o hackeamento do Capital como fenômenos capazes de barrar o avanço virulento das velocidades capitalistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AMARAL, A. (1). Visões Perigosas: Para uma genealogia do cyberpunk. E-Compós, 6. https://doi.org/10.30962/ec.81, 2006, acessado em 24/04/2020.

BENSUASAN, Hilan. Observações sobre a libido colonizada: tentando pensar ao largo do patriarcado, Revista Estudos Feministas, Florianópolis, 12 (1): 360, janeiro-abril, 2004.

DELEUZE, Gilles. GUATARRI, Félix. O Anti-Édipo, 2ª Edição, São Paulo: Editora 34, 2011.

DAVIS, Angela. Mulheres, Raça e Classe, 1ª edição, São Paulo: Boitempo, 2016.

FEDERICI, Silvia. O Calibã e a Bruxa, 6ª edição, São Paulo: Editora Elefante, 2017.

FISHER, Mark. The Metaphysics of Crackle: Afrofuturism and Hauntology, Dancecult: Journal of Electronic Dance Music Culture 5(2): 42”“55, Dancecult http://dj.dancecult.net

DOI 10.12801/1947-5403.2013.05.02.03, 2013.

FISHER, Mark. Realismo Capitalista: Não há mesmo uma alternativa?, Editora Zero Books, 2013.

GUATARRI, Félix. As Três Ecologias, Papirus Editora, 15ª Edição, 2004.

HAESBAERT, Rodrigo. BRUCE, Glauco. A Desterritorialização na Obra de Deleuze e Guattari, 7-22, 10.22409/GEOgraphia2002.47.a13419, 2002.

HARAWAY, Donna. Antropologia do Ciborgue: As vertigens do pós-humano, Autêntica Editora LTDA, 2009.

LAND, Nick. Fanged Noumena: Collected Writings 1987-2007, Editora Urbanomic, 2011.

LAND, Nick. A quick-and-dirty introduction to accelerationism, blog Jacobite, 2017. Acessado em 14 de Junho de 2020. https://jacobitemag.com/2017/05/25/a-quick-and-dirty-introduction-to-accelerationism/

MARX, Karl. Grundrisse: Manuscritos econômicos de 1857-1858 Esboços da crítica da economia política, São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2011.

SINKER, Mark. Loving The Alien ”” Black Science Fiction. The Wire 96 (February), 1992.

Downloads

Publicado

2021-06-20

Como Citar

CARVALHO, C. H. Neon Genesis Capital, modernidade cyberpunk e um possível aceleracionismo ecológico . Das Questões, [S. l.], v. 12, n. 1, 2021. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/dasquestoes/article/view/32727. Acesso em: 27 nov. 2021.