O processo de causativização morfológica na língua tenetehára: análises preliminares

Autores

  • Ana Claudia Menezes Araujo Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

língua tenetehára, estruturas causativas, morfemas causativos

Resumo

Este squib tem como objetivo analisar o processo de causativização morfológica na língua tenetehára realizado por meio dos morfemas causativos {mu-} e {-(u)kar}. O prefixo {mu-} tem a propriedade de causativizar verbos intransitivos, tornando-os transitivos, enquanto o sufixo {-(u)kar} se afixa a verbos transitivos e os torna ditransitivos. Os dados foram coletados a partir de entrevistas e analisados sob a perspectiva da teoria gerativista, com destaque para a proposta de Pylkkänen (2008). Os resultados das análises preliminares confirmam que a causativização morfológica na língua tenetehára ocorre por meio dos morfemas {mu-} e {-(u)kar}; contudo, apresentam-se algumas variações quanto à causativização dos predicados inacusativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ADGER, D. Core Syntax: A minimalista approach. Oxford: Oxford University Press, 2002.

CAMARGOS, Quesler Fagundes. Estruturas causativas em tenetehára: uma abordagem minimalista. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) ”“ Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte ”“ MG, 2013.

CAMARGOS, Quesler Fagundes. Causativização morfológica na língua tenetehára: análise à luz da estrutura bipartida do VP. Revele: Revista Virtual dos Estudantes de Letras, Belo Horizonte ”“ MG, v. 6, p. 1-28, 2013.

COMRIE, Bernard. Language universals and linguistic typology: syntax and morphology. Chicago: University of Chicago Press, 1981.

DUARTE, Fábio Bonfim. Estudos de morfossintaxe Tenetehára. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2007.

DUARTE, Fábio Bonfim; CAMARGOS, Quesler Fagundes. Núcleos causativos na língua Tenetehára: natureza dos complementos selecionados por CAUSE. In: RODRIGUES, Aryon Dall’Igna; CABRAL, Ana Suelly Arruda (org.). Línguas e Culturas Tupí. Campinas: Curt Nimuendajú, 2011.

HALE, Ken; KEYSER, Samuel Jay. On argument structure and the lexical expression of syntactic relations. In: HALE, Ken; KEYSER, Samuel Jay (org.). The view from building 20. Cambridge Mass.: The MIT Press, 1993.

LARSON, Richard. On the double object construction. Linguistic Inquiry, Cambridge, v. 19, p. 335-391, 1988.

PYLKKÄNEN, Liina. Introducing Arguments. Cambridge Mass.: The MIT Press, 2008.

RADFORD, Andrew. Sintaxy: a minimalist introduction. Cambridge Mass.: Cambridge University Press, 1997.

SCHÄFER, Florian. The syntax of (anti-)causatives: external arguments in change-of-state contexts. Philadelphia: John Benjamins B.V., 2008.

WHALEY, Lindsay. Introduction to typology: the unity and diversity of language. Newbury Park: Sage Publications, 1997.

Downloads

Publicado

31.08.2020