A possível influência do PB (L1) na realização de sujeitos referenciais em inglês (L2)

Autores

  • Larissa da Silva Cury Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Thales Santiago Medeiros Gama Universidade Federal do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Parâmetro do Sujeito Nulo, sujeitos de referência definida, aquisição de segunda língua (SLA), inglês como segunda língua (ESL), bilinguismo

Resumo

O objetivo desta análise é discutir uma possível influência de traços da primeira língua (L1) na performance de uma segunda língua (L2) por falantes bilíngues sequenciais. Investigamos se graduandos em Letras: Português-Inglês, residentes do Rio de Janeiro, aceitariam sujeitos nulos de referência definida em inglês, uma possibilidade em português brasileiro (PB), mas não em inglês. Buscamos, então, os padrões sintáticos e os traços semânticos que ainda favorecem ou desfavorecem o sujeito nulo no PB, a fim de verificar se e como esse comportamento seria refletido na performance na L2 por meio de uma análise experimental de julgamento de gramaticalidade. Imaginávamos que nos contextos estruturais em que o PB ainda licencia e identifica nulos, nossos participantes teriam maior dificuldade para identificar a ausência do pronome sujeito em inglês e que, nos contextos estruturais em que PB tende ao preenchimento, haveria maior percepção de nulos. Nossa análise dos resultados corrobora, em parte, nossa hipótese inicial. Concluímos com o entendimento de que a experiência bilíngue é dinâmica e que as duas línguas estão em constante interação na mente bilíngue.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

CHOMSKY, N. Lectures on Government and Binding. Dordrecht: Foris, 1981.

CHOMSKY, N. The minimalist program. Cambridge, MA: The MIT Press, 1995.

COOK, V. J. The poverty-of-the-stimulus argument and multi-competence. Second Language Research, v. 7, n. 2, p. 103-17, 1991.

CUMMINS, J. Linguistic interdependence and the educational development of bilingual children. Review of Educational Research, v. 49, n. 2, p. 222-251, 1979.

CURY, L. S. O Parâmetro do Sujeito Nulo e a Aquisição de Inglês como Segunda Língua. 2020. Monografia (Licenciatura em Letras: Português-Inglês) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, f. 65. 2020. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11422/8790>. Acesso em: 30 nov. 2021.

DUARTE, M. E. L. A perda do princípio “Evite Pronome” no português brasileiro. 1995. Tese (Doutorado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, f. 151. 1995. Disponível em: <https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/CAMP_5341178a9066670986fe9321e2456c59>. Acesso em: 30 nov. 2021.

DUARTE, M. E. L. O sujeito nulo referencial no português brasileiro e no português europeu. In: ROBERTS, I.; KATO, M. A.; GALVES, C. (org.) Português brasileiro: uma segunda viagem diacrônica. Campinas: Editora da Unicamp, 2019. p. 93-126.

GARCÍA, O. Bilingual education in the XXI century: A global perspective. Oxford: Wiley-Blackwell, 2009.

GROSJEAN, F. Neurolinguists, beware! The bilingual is not two monolinguals in one person. Brain and Language, v. 36, n. 1, p. 3-15, 1989.

KENEDY, E.; OTHERO, G. Duas abordagens no estudo da sintaxe. In: KENEDY, E; OTHERO, G. (org.). Para Conhecer Sintaxe. São Paulo: Contexto, 2018. p. 133-173.

LARDIERE, D. Some thoughts on the contrastive analysis of features in second language acquisition. Second Language Research, v. 25, n. 2, p. 173-227, 2009.

MATLAB. Versão 7.10.0 (R2010a). Natick, MA: The MathWorks Inc. Disponível em: https://www.mathworks.com/products/matlab.html. Acesso em: 30 nov. 2021.

MINITAB. Versão Meet Minitab 20 (2019). State College, PA: Minitab Inc. Disponível em: <https://www.minitab.com/en-us/>. Acesso em: 30 nov. 2021.

RIZZI, L. Issues in Italian syntax. Dordrecht: Foris, 1982.

ROBERTS, I.; HOLMBERG, A. Introduction: parameters in minimalist theory. In: BIBERAUER, T.; HOLBERG, A; ROBERTS, I.; SHEEHAN, M. Parametric Variation: Null Subjects in Minimalist Theory. Cambridge: Cambridge University Press, 2010. p. 1-57.

SELINKER, L. Interlanguage. International Review of Applied Linguistics. v. 10, n. 3, p. 209-231, 1972.

SMEETS, L. Conditions on L1 transfer in L2 discourse-syntax mappings: The case of Clitic Left Dislocation in Italian and Romanian. Tese (Doutorado em Filosofia) – Department of Linguistics, McGill University, Montreal, f. 197. 2019. Disponível em: <https://escholarship.mcgill.ca/concern/theses/8049g926b>. Acesso em: 30 nov. 2021.

WHITE, L. The pro-drop parameter in adult second language acquisition. Language Learning. v. 35, n. 1, p. 47-62, 1985.

WHITE, L. Research Timeline: Universal Grammar, crosslinguistic variation and second language acquisition. Language Teaching, v. 45, n. 3, p. 309-328, 2012.

Downloads

Publicado

2022-05-15

Como Citar

Cury, L. da S. ., & Gama, T. S. M. (2022). A possível influência do PB (L1) na realização de sujeitos referenciais em inglês (L2). Caderno De Squibs: Temas Em Estudos Formais Da Linguagem, 7(1), 49–60. Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/cs/article/view/38281