Ações afirmativas, assistência estudantil e Serviço Social: uma análise a partir do perfil discente da UFSC e UFJF

Autores

  • Cláudia Priscila dos Santos Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
  • Heide de Jesus Damasceno Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
  • Jorge Manuel Leitão Ferreira Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)

DOI:

https://doi.org/10.26512/ser_social.v20i43.18859

Palavras-chave:

ações afirmativas, assistência estudantil, Serviço Social

Resumo

O artigo apresenta uma análise do perfil dos estudantes ingressantes na universidade, por via de política de ações afirmativas, as demandas à assistência estudantil e a intervenção do assistente social neste âmbito. Discute os critérios do sistema de cotas, considerando as características sociais e econômicas dos estudantes ingressantes no ensino superior em duas universidades federais brasileiras, reconhecendo as desigualdades de acesso que foram impostas à população negra neste nível de educação (SANTOS; SOUZA; SASAKI, 2013). A pesquisa de campo foi orientada por uma abordagem qualitativa e quantitativa. Realizamos estudos bibliográficos e documentais, além de coleta de dados com questionário on-line aplicado aos estudantes bolsistas que ingressaram nas respectivas universidades pelas ações afirmativas e pela ampla concorrência. Mesmo não havendo diferenças de perfil dos estudantes a partir dos critérios das ações afirmativas, há uma diversidade de demandas subjetivas às quais a assistência estudantil e a atuação do Serviço Social ainda não respondem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Priscila dos Santos, Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)

Doutora em Serviço Social no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), mestre em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), assistente social da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae/UFSC). Investigadora do Núcleo de Doutorandos em Serviço Social do ISCTE ”“ Latino América (Nudla/ISCTE).

Heide de Jesus Damasceno, Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)

Doutoranda em Serviço Social no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL). Graduada e mestre em Serviço Social pela Universidade Federal de Sergipe. Especialista em Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais pela Universidade de Brasília (UnB). Assistente social do Instituto Federal da Bahia/Campus de Salvador.

Jorge Manuel Leitão Ferreira, Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)

Professor auxiliar do Departamento de Sociologia e Políticas Públicas do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL). Doutor em Serviço Social pelo ISCTE-IUL. Mestre em Serviço Social pelo Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa (ISSSL). Investigador do Centro de Investigação em Estudo em Sociologia (Cies/IUL). Supervisor científico do Núcleo de Doutorandos em Serviço Social do ISCTE ”“ Latino América (Nudla/ISCTE).

Downloads

Publicado

13-11-2018

Como Citar

DOS SANTOS, Cláudia Priscila; DAMASCENO, Heide de Jesus; FERREIRA, Jorge Manuel Leitão. Ações afirmativas, assistência estudantil e Serviço Social: uma análise a partir do perfil discente da UFSC e UFJF. SER Social, Brasília, v. 20, n. 43, p. 241–267, 2018. DOI: 10.26512/ser_social.v20i43.18859. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/18859. Acesso em: 25 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.